Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Cidasc celebra 39 anos com conquistas na agropecuária catarinense

Cidasc celebra 39 anos com conquistas na agropecuária catarinense

Desde que foi criada, em 27 de novembro de 1979, a Cidasc trabalha para promover o agronegócio regional e o desenvolvimento das cadeias produtivas por meio da sanidade animal, vegetal e inspeção de produtos de origem animal, com o objetivo garantir a excelência sanitária dos rebanhos e lavouras do Estado.

Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Jackson Jacques/CBMSC

Imagine um acidente de trânsito com veículos amassados, pista interrompida, estruturas colapsadas, curiosos e vítimas feridas. É exatamente este o cenário montado dentro do Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó, para que os competidores possam atuar no 2°Desafio Nacional de Resgate. As provas começaram na manhã desta sexta-feira, 13, e seguem até sábado, 14. As atividades são transmitidas ao vivo pela fanpage do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina

>>> Galeria de fotos

O desafio consiste em resgatar as vítimas, dentro de um tempo específico e usando os protocolos internacionais de atendimento pré-hospitalar e extricação. Participam das provas 20 equipes, que somam 150 competidores, entre bombeiros militares, voluntários ou profissionais de resgate, oriundos de vários estados brasileiros. Para montagem dos cenários, estão sendo preparados e amassados mais de 40 veículos. Alguns carros novos foram doados pela Renault do Paraná e outros são oriundos de apreensões feitas pela Receita Federal.

As equipes competem nas modalidades Complexa e Standard. A diferença das modalidades acontece pelo cenário montado, número de vítimas e gravidade dos ferimentos simulados. Na modalidade Standard, o resgate é de uma vítima consciente ou com ferimentos mais leves, que deve ser resgatada em 20 minutos. Já na categoria Complexa, são duas vítimas, em estado grave, que podem estar em um ou dois veículos e devem ser resgatadas em no máximo 30 minutos. Todas as equipes competem nas duas modalidades. Mas, somente ficam sabendo de qual situação enfrentarão quando entram no parque e se deparam com o cenário de acidente já montado.

O objetivo da competição é preparar e estimular a atualização constante dos bombeiros e profissionais de resgate nas técnicas de extricação (retirada das vítimas das estruturas colapsadas) e atendimento pré-hospitalar de vítimas. As duas equipes vencedoras da competição em Chapecó participam da final mundial World Rescue Challenge, em agosto, na Romênia.

Informações adicionais para a imprensa
Krislei Oechsler
Assessoria de Imprensa 
Corpo de Bombeiros Militares de Santa Catarina - CBMSC
E-mail: ccs@cbm.sc.gov.br
Fone: (48) 3251-9614 / 98843-4427
Site: www.cbm.sc.gov.br


Foto: Heron Queiroz/Fesporte

O Congresso Técnico dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina foi realizado na Câmara Municipal de Caçador, na tarde desta quinta-feira, 13. Os 81 municípios participantes da competição, junto com a Comissão Organizadora, tiveram definidos os locais de prova, o cronograma e também o chaveamento das modalidades. A 30ª edição dos Joguinhos acontece de 22 a 29 de julho.

Os 32 municípios presentes, entre outros pontos de discussão, foram informados dos locais de competição de cada modalidade. Ao todo, na 30ª edição dos Joguinhos, serão 22 pontos de disputa em Caçador - a única modalidade que será em outra sede será a natação, disputada em Palhoça, entre os dias 15 e 16 de julho.

Diante dos presentes, a Comissão Organizadora também realizou o sorteio do chaveamento das modalidades coletivas, definindo, assim, o confronto da primeira fase dos Joguinhos.

Caçador - Congresso técnico define chaves das modalidades coletivas dos Joguinhos Abertos de SC
Foto: Heron Queiroz

Diante da programação prevista, os Joguinhos Abertos de Santa Catarina terão a cerimônia de abertura no próximo dia 21 julho, no Ginásio do Sesi. As modalidades iniciam as disputas a partir do domingo, de acordo com o cronograma.

Além dos representantes locais e do presidente da Fundação Municipal de Esportes de Caçador, Enemir Corozzola, os integrantes da Comissão Organizadora da Fesporte, o diretor de esportes, Dárcio de Saules, o coordenador-geral e gerente de logística, Marcelo Scharf, o técnico Marcos Francisco Reis Pereira, e o gerente de esportes de rendimento, Luciano Hech, também participaram do Congresso.

O vice-prefeito de Caçador e presidente da Comissão Central Organizadora, Alencar Mendes, deixou o seu recado de boas-vindas aos municípios participantes da competição.

"Sintam-se bem recebidos, acolhidos e abraçados aqui em Caçador. Estamos preparados para recebê-los. Usufruam deste ambiente de lazer, a cidade conta com vocês. Que esses Joguinhos sejam extremamente bem aproveitados, por nós aqui em Caçador e por todos aqueles que estiverem aqui presentes ", disse o vice-prefeito Alencar Mendes.

Os Joguinhos Abertos de Santa Catarina são realizados pelo Governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Fundação Catarinense do Esporte (Fesporte), juntamente com a Fundação Municipal de Esportes de Caçador e a prefeitura de Caçador, sede da 30ª edição.

Clique aqui e confira os locais de provas estabelecidos para as modalidades e também o chaveamento sorteado no congresso técnico

Assessoria de Comunicação - Fesporte 

Renan Koerich / (48) 9 8802-7742
Antonio Prado
Heron Queiroz
Zenilda Stein
Tels: (48) 3665-6126, 3665-6127, 3665-6128


Foto: Marco Lucini/Epagri

Produtores catarinenses colhem em média 10 toneladas de alho por hectare na safra 2016/17. O aumento na produtividade levou a uma safra 63,2% maior este ano, mesmo com a redução da área plantada. Ao todo, na safra 2016/17 os agricultores colheram 20,2 mil toneladas do produto, com expectativa de crescimento para próxima safra. Os números são divulgados pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa/Epagri) no Boletim Agropecuário deste mês.

Na safra de alho já encerrada, a área plantada foi reduzida em 10,4%, ficando com 1.952 hectares destinados ao cultivo. Com o rendimento espetacular da colheita, 82,3% superior à safra 2015/16, a queda na área plantada não teve impactos na produção. Isso é resultado da adoção de novas tecnologias, cultivares e manejo da cultura.

Para a próxima safra, as expectativas são de um novo crescimento na colheita, principalmente pelo aumento na área plantada. Com os preços compensadores do alho na safra anterior e a boa produtividade alcançada, os produtores tendem a voltar a investir nessa cultura. Para a safra 2017/18, o Cepa/Epagri projeta uma produção de 25 mil toneladas de alho em 2.415 hectares.

O secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, destaca o bom desempenho da agricultura nesta safra. “Tivemos uma safra extraordinária em vários produtos como soja, alho, cebola e arroz. Esse é um diferencial de Santa Catarina, um estado pequeno, com agricultores dedicados, que sempre buscam tecnologias para produzir mais e melhor. Esse é o grande segredo do nosso agronegócio”.

As principais regiões produtoras de alho no estado são Curitibanos e Joaçaba, que tiveram uma produção estimada de, respectivamente, 15 mil toneladas e 5 mil toneladas na safra 2015/16 e esperam um avanço na produção para a próxima safra. As estimativas do Cepa/Epagri são de que em 2017/18, a produção aumente 27% em Curitibanos e 14% em Joaçaba, chegando a 19,1 mil toneladas e 5,9 mil toneladas colhidas.

Para manter a competitividade do alho produzido em Santa Catarina, o Governo do Estado anunciou a redução do ICMS para a comercialização do produto. A alíquota de 12% passa para 1,2% no período de 1ª de abril a 31 de dezembro de 2017. A redução é de 90% na base de cálculo de alho nobre roxo nacional in natura produzido no estado.

Informações adicionais para a imprensa
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca 
E-mail: imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-4417/ 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br



Foi assinado nesta quinta-feira, 13, pelo secretário de estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), Leonel Pavan, o contrato de apoio financeiro para a realização da 30ª edição dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina. A competição acontecerá de 22 a 29 de julho em Caçador. “Destinamos este recurso para que o evento aconteça de forma satisfatória e seja um dos melhores até agora”, destacou Pavan.

O contrato, no valor de R$ 219,6 mil, será encaminhado para publicação no Diário Oficial do Estado. Como o município sede é parceiro na realização do evento, o Comitê Gestor da SOL deliberou pela inexibilidade de contrapartida. O recurso será aplicado na adequação da infraestrutura esportiva, como reformas de locais de prova e alojamentos, aluguel de locais de competições e outros itens necessários à execução dos Joguinhos, como banheiros químicos, tendas, arquibancadas, serviços de som e de limpeza.

A organização dos Joguinhos é feita pela Fesporte com apoio da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) Caçador e prefeitura anfitriã.

Natação

No próximo fim de semana, 15 e 16 de julho, a modalidade de natação será realizada no Complexo Aquático da Unisul, em Palhoça. Na sexta-feira, 14, a piscina será liberada para treinos às 15h. No mesmo dia, a partir das 16h, o congresso técnico definirá o cronograma da competição. As demais modalidades ocorrem dentro da programação dos Joguinhos, em Caçador.

Informações adicionais para a imprensa

Carla Coloniese
Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte - SOL
Fone: (48) 3665-7436
E-mail: imprensa@sol.sc.gov.br
Site: www.sol.sc.gov.br


SC-114 - Fotos: Amarildo Volpato / ADR Lages

O presidente do Deinfra, Walderley Agostini, cumpriu extensa agenda na serra catarinense, acompanhado do secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Lages, João Alberto Duarte, nesta quarta feira, 12, devido ao grande número de obras de infraestrutura que estão sendo realizadas na região.

O presidente atendeu pela manhã de quarta a imprensa com entrevistas ao vivo e gravadas e os jornais. Esteve reunido durante uma hora e meia na sede da Associação Empresarial, ACIL, com empresários e com as Diretorias da Associação Rural de Lages e da Câmara de Dirigentes Lojistas, onde detalhou os investimentos nas rodovias da região e no aeroporto regional que está sendo construído em Correia Pinto.

Na parte da tarde, Agostini, acompanhado do secretário executivo da ADR de Lages vistoriou as obras de restauração da rodovia SC-114, no trecho que liga Lages, Palmeira e Otacílio Costa. Estão sendo investidos, neste trecho, mais de R$ 80 milhões de reais na pavimentação e restauração de 36 km de rodovia.

Pavimento de concreto na SC-114

A SC-114 tem uma característica especial no uso de sua tecnologia, toda em pavimento rígido, chamado de concreto, devido ao fluxo intenso de caminhões de grande porte, carregados de madeira produzida na região e de produtos para os portos. O pavimento está sendo implantado com uma espessura mínima de 22 centímetros, tendo uma durabilidade prevista de aproximadamente 50 anos.



O presidente Agostini, se mostrou muito entusiasmado com o ritmo que as obras vem recebendo. “Eu fico satisfeito com que estou vendo, porque podemos cobrar das empresas executoras o aumento do ritmo de serviço, porque o repasse por parte do nosso Governo, está tudo em dia. Por isso que as coisas andam bem”, finalizou. Com relação ao término das obras em todos os pontos vistoriados, Agostini, disse que tudo está dentro do cronograma, descontado o atraso provocado pela força da natureza.

R$ 38 milhões para ligar Anita Garibaldi e Celso Ramos

Outra obra vistoriada pelo presidente do Deinfra, Wanderley Agostini, foi o um dos trechos mais desejados pelos produtores rurais, que vai incrementar o agronégocio na serra catarinense, e incentivar a permanência do agricultor no campo, que é a ligação asfáltica entre os municípios de Anita Garibaldi e Celso Ramos, um trecho de 25 quilômetros pela SC-390. A obra foi dividida em dois lotes, o primeiro, metade da quilometragem a terraplanagem já foi finalizada.

Uma das obras mais estruturantes da região, também vistoriada pelo presidente do Deinfra, é a que vai unir as rodovias federais BR-282 e Br 470 entre São José do Cerrito e Curitibanos, em um trecho de 40 quilômetros da SC-120. Nesta rodovia serão investimentos com recursos do Governo do Estado, R$83 milhões. O secretário executivo da ADR Lages, João Alberto Duarte, lembrou que o ritmo das obras segue bem e que devido ao empenho do Governo do Estado, a maioria das rodovias da região está sendo recuperada, revitalizada e outras SCs sendo asfaltadas” comentou.

Informações adicionais para a imprensa
Assessoria de imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Lages
E-mail: imprensa.sdrlages@gmail.com
Telefone: (49) 3289-6210 / 9 9127-4082
Site: http://sc.gov.br/index.php/regionais/lages

Página 278 de 340