Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Cerca de 5 mil imigrantes são atendidos diretamente pelo governo catarinense

Cerca de 5 mil imigrantes são atendidos diretamente pelo governo catarinense

Santa Catarina tem atualmente 5.762 imigrantes de 85 nacionalidades registrados no Cadastro Único (CadÚnico) da Assistência Social. São homens, mulheres e crianças que têm à disposição uma rede de serviços de saúde, educação e atenção básica mantida por profissionais no estado.

Oportunidades

Próximos eventos

 Foto: Julio Cavalheiro/Secom

A primeira edição do evento Transformação na Gestão Pública: o Papel da Secretaria de Estado da Administração (SEA) ocorre nesta terça-feira, 25, com objetivo de integrar os servidores e promover o nivelamento de conhecimentos sobre os projetos em desenvolvimento na secretaria. O encontro está marcado a partir das 13h no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis. 

O evento, que está sendo realizado em parceria com o Sindisea, sindicato dos servidores da SEA, é destinado exclusivamente ao público interno e terá a participação do governador do Estado, Carlos Moisés. Na ocasião, será assinado o convênio com o governo federal para inserir Santa Catarina na rede GovBr. Esse é o primeiro passo para facilitar a integração do Estado nos projetos de tecnologia e digitalização que também serão implantados em nível federal.

O secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca, conheceu a rede GovBr em visita à Capital Federal no mês passado e afirma que Santa Catarina se destaca no cenário nacional com relação a serviços digitais e facilidades aos cidadãos. “Caminhamos no mesmo ideal do governador Moisés que é gerar facilidades de gestão para o setor público, para que o cidadão possa ser atendido com rapidez e eficiência nos serviços que dependem do Estado. No  nível federal há também essa intenção. Por isso, a assinatura do convênio vai selar um pacto para andamento desses projetos”, explica.

O encontro será encerrado com uma palestra sobre Transformação na Gestão Publica, proferida por Cláudio Vicente, a convite do Sindisea.

Sea em foco 2

Informações adicionais para imprensa
Krislei Oechsler
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Administração - SEA
E-mail: comunicacao@sea.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-1636 /(48) 99105-4085
http://www.sea.sc.gov.br 


Foto: Divulgação / Udesc

Na segunda-feira, 24, a partir das 17h, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) divulgará a primeira chamada do Vestibular de Inverno 2019 para 37 cursos presenciais de graduação, com 1.040 aprovados. A universidade publicará a lista somente no site www.vestibular.udesc.br, no qual os candidatos também poderão consultar seu desempenho nas provas.


Fotos: Divulgação / CMBSC

Criadas em 16 de janeiro de 2011, as Forças-Tarefa (FTs) do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) são equipes multidisciplinares, estruturadas para atendimentos em casos de situação extrema, desastres naturais ou calamidades públicas. São 14 equipes assim, com 274 bombeiros militares, e subordinadas ao Subcomando Geral, responsável pela parte operacional da corporação.

Para atuar nas Forças-tarefa os bombeiros militares se colocam à disposição do Comandante do Batalhão ao qual pertencem e quando aceitos começam a ser capacitados, com cursos específicos: Combate a Incêndio Florestal; Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas; Intervenção em Áreas Deslizadas; e Busca e Resgate em Inundações e Enxurradas.

“Essas FTs foram criadas a partir do desastre natural do Morro do Baú, que aconteceu em 2008 e nos mostrou a necessidade de especialização dos nossos bombeiros militares, nestes fenômenos climáticos. O CBMSC desenvolveu técnicas e ferramentas para atuação neste tipo de atividade. Muitas corporações nos solicitam treinamentos, ou enviam profissionais, para capacitação com a nossa instituição”, explica o subcomandante-geral, coronel Ricardo José Steil.



>>> Imagens na galeria

As FTs são estruturadas com oito profissionais para cada atuação, com viaturas tracionadas, embarcações e ferramentas específicas para atuação nas mais diversas situações. Além disso, os grupos também possuem caminhões de ajuda humanitária, trabalho também feito pelos Bombeiros de SC.

Embora sejam oito profissionais por equipe, os batalhões podem ter mais bombeiros capacitados, como no 5º Batalhão, em Lages, que possui 36 bombeiros militares capacitados para desempenho nas FTs. Destes profissionais, 11 têm o curso de Busca e Resgate em Inundações e Enxurradas.

Na próxima semana, o Centro de Referência em Desastres Urbanos, em Xanxerê, recebe mais uma turma do Curso de Intervenção em Áreas Deslizadas, preparando mais profissionais das FTs para atuação nessa área.

Autonomia

As FTs são autossuficientes. Possuem equipamentos, alimentação, alojamento e recursos próprios, permitindo que a logística e o deslocamento sejam mais rápidos, quando uma equipe é acionada. Cada FT possui um comandante e um subcomandante, que obrigatoriamente são oficiais militares e responsáveis pelo gerenciamento da equipe.

“As nossas equipes são uma referência nacional para atendimentos em casos extremos, já que Santa Catarina tem uma característica climática que exige treinamento diferenciado. Outras corporações acionam as nossas FTs por saberem dessa capacidade catarinense, como foi o caso mais recente de Brumadinho, em que ficamos por mais de 50 dias”, conta o comandante-geral do CBMSC, coronel Charles Alexandre Vieira.

Além da estrutura própria, as FTs são combinadas com outras áreas da corporação, garantindo que a atuação seja completa. Geralmente a parceria acontece com as áreas de Cinotecnia, os chamados binômios - dupla entre bombeiro militar e cão de busca; com as aeronaves do Batalhão de Operações Aéreas; e também com a área de aeronaves não tripuladas, os drones.

Quando uma Força-Tarefa é acionada

As FTs são chamadas quando a capacidade de atendimento de um local é atingida. Também é comum que a Força-Tarefa de uma região se desloque para outra, caso exista a necessidade de reforço.

“Embora quando se fale em situações extremas as pessoas logo pensem em chuvas e deslizamento de terra, as FTs também atuam em situações de salvamento em altura, incêndios florestais, ou de grandes proporções, desabamento de estruturas, como prédios, entre outras situações. As Forças-Tarefa são um grande reforço da corporação”, complementa o subcomandante.

Treinamentos

Para que as respostas sejam rápidas e se tenha mais precisão nas ocorrências, o CBMSC mantém uma rotina de treinamentos, simulando situações reais. Com isso, além de garantir o ritmo das equipes, traz a possibilidade de avaliação dos profissionais e métodos, verificando os pontos que podem ser aprimorados. Assim, o Subcomando Geral tem controle de quais são as equipes ideais para serem empregadas em cada situação.

Isso tudo garante que possa ser treinado também o trabalho em equipe, a parte de logística e o comando das operações, fazendo com que todos estejam sempre prontos para atuar.

O último exercício simulado, envolvendo todas as FTs, foi realizado nos dias 17 e 18 de junho, em Criciúma e foi voltado para o treinamento de intervenção em áreas deslizadas. Para as equipes, o teste começou desde a saída das cidades de origem, a chamada mobilização, passando pela ação, que durou a madrugada toda, até o retorno, o chamado desmobilização. Tudo isso faz parte da avaliação.

Foi montada uma estrutura completa, de deslizamento de terra, criando um cenário de uma noite de chuva. Ainda foi estruturado o sistema de comando de operações (SCO) e também funcionou o Autoposto de Comando (APC), que é uma unidade móvel e permite o acompanhamento da operação e gerenciamento da situação com a tecnologia necessária.

Informações adicionais para a imprensa:
Melina Cauduro
Assessoria de Imprensa CBMSC
(48) 9 8843-4427


Colégio Evangélico Jaraguá, de Jaraguá do Sul, campeão no vôlei feminino - Fotos: Antonio Prado / Fesporte

Chegou ao final a 11ª edição dos Jogos Escolares de Santa Catarina (Jesc) para estudantes de 15 a 17 anos, e o grito de “é campeão” ecoou pelas praças esportivas de São Miguel do Oeste. Foram oito finais nas modalidades coletivas, considerando os gêneros masculino e feminino: basquete, futsal, handebol e vôlei. As competições começaram na terça-feira, 18. Antes disso, nos dias 15 e 16, ocorreram as modalidades individuais: atletismo, badminton, ciclismo, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez.

Algumas modalidades individuais, por questões de infraestrutura, serão disputadas em datas específicas e locais diferentes. A ginástica rítmica, por exemplo, ocorrerá dia 7 de julho dentro da programação do campeonato estadual de ginástica em Brusque.


Foto: Cristiano Estrela / Secom

A sanção da Lei Complementar que institui a Reforma Administrativa do Governo do Estado trouxe importantes inovações para a gestão pública do Estado como a criação da Secretaria Executiva de Integridade e Governança (SIG).

A pasta será responsável pelo controle interno, governança, combate à corrupção, entre outros. Práticas que possibilitarão ao governador Carlos Moisés acompanhar os resultados em áreas estratégicas e direcionar ações para a melhoria dos serviços prestados aos cidadãos.

SIG – O Compliance do governo catarinense

A SIG desempenhará o papel de Compliance da atual administração, em apoio à gestão de resultados. O termo Compliance significa agir de acordo com. No caso da administração pública, de acordo com regras e princípios éticos e legais, que irão pautar os procedimentos e as condutas a serem adotadas pelos agentes públicos. O objetivo, estratégico, é a prevenção e o combate a fraudes, subornos, irregularidades, desvios éticos e práticas lesivas ao interesse público.

Nova cultura administrativa

Por meio do aprimoramento dos pilares de governança, um dos focos da SIG, será possível estabelecer e executar boas políticas de modo a garantir a prevalência do interesse público.

Para o governador Moisés, a inclusão de uma área dedicada ao Compliance e à Integridade na estrutura administrativa reforça um dos maiores objetivos da atual gestão, de qualificar e aprimorar, cada vez mais, a ação do Estado. “Estamos formatando uma nova cultura de governo, que tem como norte prestar melhores serviços ao cidadão”, salienta ele.

SIG sob o comando técnico


Foto: Maurício Vieira / Secom

A recém-criada pasta terá à frente Naiara Augusto, com especialização internacional em Compliance. Naiara é graduada em Direito e especialista em Direitos Penal e Processual Penal, com qualificação em combate à corrupção e à lavagem de dinheiro, governança corporativa, gestão de projetos e de processos, técnicas de negociação, investigação forense científica e sistemas de gestão antissuborno.

Para a nova secretária executiva, Santa Catarina representa um avanço no cenário nacional ao criar um órgão exclusivo para implantação do programa de Compliance na administração pública. “Ela materializa um novo modelo estratégico de gestão, focado na prestação de serviços de qualidade, com transparência, e mecanismos que garantam a boa-fé de suas ações.”

“A estrutura está desenhada para dar suporte aos órgãos do Estado e atuará de modo a promover uma transformação cultural pela conformidade, implantando medidas focadas no aumento da produtividade e da confiança por parte da sociedade na fiel execução dos projetos e planejamentos, sem perder de vista a priorização do interesse público”, explica Naiara.

A Secretaria Executiva de Integridade e Governança terá em sua estrutura: um Comitê de Integridade e um Comitê de Governança Eletrônica.

Consonância governança no setor público

A criação da SIG atende à Lei 17.715/2019, que dispõe sobre a criação do Programa de Integridade e Compliance da Administração Pública Estadual e à Instrução Normativa Conjunta 01/2016, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e da Controladoria-Geral da União (CGU), que sugere ao Executivo a criação de comitês, diretorias ou assessorias específicas sobre Integridade e Governança.

Informações adicionais para a imprensa

Diogo Lima
Assessoria de comunicação
Secretaria Executiva de Integridade e Governança
Email: imprensa@sig.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-1785

Fabiana de Liz
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação
Email: fabianadeliz@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3035
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Página 4 de 485

Conecte-se