Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Campanha Compre de SC

Campanha Compre de SC

O Governo do Estado lançou a campanha Compre de SC para incentivar o consumo de produtos produzidos em Santa Catarina. Além de estimular a produção interna e muitas vezes de pequenos produtores, a campanha faz a economia girar, gerando renda e emprego.

Oportunidades

Próximos eventos


Fotos: Jaqueline Noceti / Secom

O governador Raimundo Colombo e o secretário da Infraestrutura, Luiz Fernando Vampiro, entregaram nesta quinta-feira, 25, a ordem de serviço para a construção do elevado da BR-280. A obra será em Guaramirim, no entroncamento com a SC-108, acesso a Massaranduba e Blumenau. O investimento é de R$ 41,2 milhões do Governo do Estado pelo Pacto por Santa Catarina. Os secretários da Saúde, Vicente Caropreso, do Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Carlos Chiodini, e da ADR Jaraguá do Sul, Leonel Floriani, dentre outras autoridades, acompanharam o ato. 


Fotos: Jaqueline Noceti/Secom

O governador Raimundo Colombo visitou nesta quinta-feira, 25, as obras do Centro de Inovação e da rodovia SC-110 (Malwee/pé da serra de Pomerode), em Jaraguá do Sul. Os investimentos do Governo do Estado são de R$ 5,5 milhões e R$ 13 milhões, respectivamente. Também participaram da visita os secretários da Saúde, Vicente Caropreso, do Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Carlos Chiodini, e da ADR Jaraguá do Sul, Leonel Floriani.

>>> Confira a galeria de fotos do Centro de Inovação

Colombo destacou que são duas obras significativas e de grande importância. A construção do Centro de Inovação, conforme o governador, mostra a preocupação do Estado em gerar oportunidades aos catarinenses. “É um projeto para Santa Catarina no futuro, é transformador, é uma nova economia, e permite a integração entre o sistema universitário, iniciativa privada e setor público. Juntos, somando forças, faremos uma grande transformação. São 13 centros iguais a este. Este centro de Jaraguá deve ser entregue no início do ano que vem para uso. Temos também, aqui na frente, a construção do Centro UP. Então, a gente cria um centro tecnológico de alto potencial de desenvolvimento e que é a cara de Santa Catarina”, disse Colombo.

Sobre as obras na SC-110, Colombo disse que ela garantirá mais segurança aos que trafegam pela rodovia. “Estamos na fase final desta obra que é muito importante. A melhor coisa para nós, do Governo, é quando vemos que a obra andou e que a comunidade vai poder usufruir de uma estrada mais segura, sinalizada e com calçadas. Essa região tem um potencial econômico importante, por isso também é fundamental investir em infraestrutura”, explicou o governador.

 

>>> Galeria de fotos da SC-110

“Essa rodovia está em ritmo acelerado. Houve alguns contratempos, não por parte do Governo do Estado, mas com a empresa vencedora da licitação. Acreditamos que em meados de setembro conseguiremos entregar essa obra para comunidade”, ressaltou o secretário de Infraestrutura, Luiz Fernando Vampiro. O prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, informou que a conclusão da obra, que até então não contava com acostamentos, é muito aguardada pela comunidade. 

Centro de Inovação

Os Centros de Inovação vão beneficiar Santa Catarina com a criação de negócios de alto valor agregado, fomentando o empreendedorismo, dinamizando a economia e fortalecendo a atração de investimentos. A primeira unidade finalizada foi o Centro de Inovação Luiz Henrique da Silveira, em Lages, inaugurado em junho do ano passado pelo governador Raimundo Colombo.

Em Jaraguá do Sul, o investimento total é de R$ 6,3 milhões, dos quais R$ 5,9 milhões são do Governo do Estado e R$ 424,5 mil via convênios. A obra está com mais de 60% executada e fica na Rua Cesare Valentini, em terreno cedido pela prefeitura no Bairro Três Rios do Sul.

No total, serão 13 Centros de Inovação em todo o Estado. Além de Jaraguá do Sul, estão em construção as unidades de São Bento do Sul, Tubarão, Chapecó, Joaçaba, Itajaí e Blumenau; em Brusque a obra foi licitada e a ordem de serviço será assinada nos próximos dias. Receberão também o projeto Rio do Sul, Florianópolis, Joinville e Criciúma.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Carlos Chiodini, salientou que o Centro de Inovação, juntamente ao Centro UP, incentivará a cultura da inovação e o fortalecimento da economia preparada para os novos tempos. “Ainda vai deixar a nossa indústria mais competitiva, com a precisão dos serviços e do comércio. Há um engajamento de toda comunidade em torno dessas obras. Esta é a nova economia”, disse.

Rodovia SC-110

Na SC-110, estão sendo executados os trabalhos rodoviários de terraplenagem, pavimentação asfáltica com alargamento da pista, drenagem, sinalização, obras complementares, de contenção, serviços diversos, iluminação e meio ambiente. As obras na rodovia totalizam uma extensão 12,1 quilômetros, com investimentos de R$ 13 milhões.

O secretário executivo da ADR Jaraguá do Sul, Leonel Floriani, informou que as obras vão melhorar o fluxo e o escoamento da produção das indústrias que utilizam a via, além de trazer mais segurança aos motoristas, pedestres e moradores. A rodovia dá acesso a Pomerode, Blumenau, Timbó, Indaial, Rio do Sul e outros municípios da região.

>>> Governador apresenta a 2ª edição do Fundam em Jaraguá do Sul e destaca a importância do programa para a retomada da economia

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Gisele Vizzotto

A segunda edição do Dia de Ação de Governo da Agência de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste foi realizada nesta quarta-feira, 24, com a presença do secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa. O dia contou com a inauguração da nova da Gerência Regional da Epagri de São Miguel do Oeste, além de visitas em propriedades e empreendimentos apoiados pelo SC Rural.

>>> Confira mais fotos 

“Foi um dia muito proveitoso. Conhecer as realidades de cada região é muito importante para nosso trabalho. Existem os programas da Secretaria de Estado da Agricultura, mas precisamos saber o que melhor atende. Ninguém fica numa atividade que não dá lucro, que não tem conforto, que não tem estrutura. E melhorar tudo isso é o nosso trabalho”, declarou o secretário Moacir Sopelsa.

Dia de Ação de Governo
Após o atendimento à imprensa e café da manhã com lideranças e convidados da região, foi realizada a inauguração da nova sede da Epagri. O local, anexo ao Centro de Treinamento da Epagri de São Miguel do Oeste (Cetresmo), foi reformado e recebeu o investimento de R$ 185 mil do Governo do Estado, por meio do SC Rural. “Teremos uma economia em aluguel de mais de R$ 60 mil ao ano. Em pouco mais de três anos, o valor investido irá retornar”, garantiu o gerente da Epagri, Jonas Ramon, que também destacou o trabalho realizado pelos servidores da empresa na região. “Em 2016, foram mais de 27 mil assistências realizadas”, complementou.

SC Rural

Após o almoço, a comitiva do Governo do Estado - que, além do secretário Sopelsa, contou com a presença do secretário adjunto, Airton Spies, do presidente da Epagri, Luiz Hessmann e do secretário executivo Volmir Giumbelli -, visitou a propriedade de Marcos Bender, sua esposa Elizete e seu filho Arthur, no interior de São Miguel do Oeste. Desde 1988, a propriedade trabalha na produção de leite, mas em 2012 a família investiu e recebeu o apoio do Governo do Estado por meio do SC Rural e Epagri, o que fez dobrar a margem bruta mensal, passando de R$ 4.368 para R$ 8.402.

Com 26 gados leiteiros, Marcos passou a produzir 16.175 litros ao ano por hectare. A família recebeu o apoio de R$ 2 mil do SC Rural, mais o kit forrageira e apoio técnico da Epagri. “O investimento é baixo diante do retorno que estão tendo. Esse é o trabalho da Epagri que gratifica todo o esforço da família e dos extensionistas”, afirma o presidente Hessmann.

Dia de Ação de Governo

Também com o apoio do SC Rural, foi visitada a sede do Condomínio de Armazenagem Comunitário São João, na comunidade Ferreira de Guaraciaba. A associação de 12 produtores, presidida por Gilmar Moretto, recebeu R$ 150 mil do programa estadual. Foram adquiridos equipamentos para secagem de grãos. O Dia de Ação de Governo se encerrou no Museu Edvino Carlos Hoelscher, na Linha Olímpio de Guaraciaba, onde estão expostas mais de 7,5 mil peças.

Informações adicionais para a imprensa
Gisele Vizzotto
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de São Miguel do Oeste
E-mail: imprensa@sge.adr.sc.gov.br
Telefone: (49) 3631-2901 / 98837-7422 / 98801-4797
sc.gov.br/regionais/saomigueldooeste


Foto: Rosália Dors Pessato

Expandir a economia do conhecimento para as diversas regiões catarinenses, fomentar as iniciativas em inovação, agregar valor às cadeias produtivas, estimular o empreendedorismo e diminuir as desigualdades econômicas regionais. Esses foram alguns dos objetivos estratégicos de desenvolvimento econômico no setor de indústria, comércio, ciência e tecnologia sugeridos por representantes do Governo do Estado e de instituições da sociedade para o Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030 durante workshop realizado nesta quarta, 24, na Capital.

“A economia do conhecimento é uma tendência do Estado. Santa Catarina tem três grandes polos em setores intensivos em conhecimento: Florianópolis, Blumenau e Joinville. É um fenômeno mundial que vem acontecendo desde os anos 1990 e pesquisas estão evidenciando uma relação muito forte entre os setores de alta intensidade tecnológica da indústria com serviços avançados”, comentou o professor da UFSC Marcelo Arend.

Santa Catarina é o estado brasileiro que mais gera empregos na área de alta intensidade tecnológica, ou seja, indústria de farmoquímicos e farmacêuticos, equipamentos de informática, eletrônicos, ópticos e de automação. Entre 2006 e 2015, o número de postos de trabalho em T-KIBS (serviços intensivos em conhecimento científico e tecnológico) dobrou, concentrando-se na Grande Florianópolis.

Os participantes do workshop definiram ainda indicadores para avaliar o alcance dos objetivos, além de estratégias e diretrizes de atuação. “Foi um trabalho muito bem feito por todos e que é fundamental para o Estado de Santa Catarina”, concluiu o secretário de Estado do Planejamento, Murilo Flores.

Participaram do workshop representantes das secretarias de Estado do Planejamento, Desenvolvimento Econômico Sustentável, da Fazenda, Investe SC, Ciasc, Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), IFSC, Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Organização das Cooperativas de Santa Catarina (Ocesc), Codesul e Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina S.A. (Badesc).

Sobre o Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030

O Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030 abordará quatro grandes dimensões: Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social, Infraestrutura e Meio Ambiente e Gestão Pública. É uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, em cooperação com a UFSC e com apoio da Fapesc.

Será construído de forma participativa a partir do estabelecimento de indicadores, metas, objetivos e estratégias como instrumento auxiliar para a ação governamental em Santa Catarina. Busca responder as seguintes questões: onde estamos, aonde queremos chegar, como vamos chegar lá e com quais instrumentos de governança.

Até final de junho, serão realizados workshops setoriais abordando os temas: pessoal e finanças; cultura, esporte e turismo; saúde; educação; segurança pública; assistência social, trabalho e habitação; agricultura e pesca; meio ambiente; infraestrutura; mobilidade urbana. Depois dessa etapa, a equipe técnica fará entrevistas com especialistas de cada área e apresentará o conteúdo em workshops regionais (Grande Florianópolis, Litoral Norte, Litoral Sul, Planalto Serrano, Planalto Norte, Alto Vale do Itajaí, Meio-Oeste e Oeste).

Informações adicionais para a imprensa
Rosália Dors Pessato
Assessoria de Imprensa SPG
Secretaria de Estado do Planejamento - SPG
E-mail: rosalia@spg.sc.gov.br
Fone: (48) 
3665-3319 / 99186-9740
Site: www.spg.sc.gov.br

Foto: ADR Xanxerê

As Escolas Indígenas Multisseriadas, que fazem parte da Gerência de Educação da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Xanxerê, estão recebendo o projeto Horta Escolar. A atividade estimula o cultivo de hortaliças que poderão ser utilizadas como complemento da merenda escolar.

O projeto é desenvolvido pela Supervisão de Articulação com os municípios em parceria com a Gerência de Políticas Socioeconômicas Rurais e Urbanas e contemplou as escolas dos municípios de Abelardo Luz, Ipuaçu e Entre Rios.

“Nós levamos as sementes e as mudas e fizemos os primeiros canteiros. Repassamos as informações de cuidados e agora a escola fará a manutenção. É fundamental para que eles possam utilizar verduras, temperos e chás para o consumo próprio da escola”, explica o engenheiro Agrônomo da ADR, Ademir Amadori.

Além disso, a intenção é utilizar as hortas de forma pedagógica, desde a conscientização com relação ao meio ambiente e práticas alimentares saudáveis. “Os professores poderão usar a horta para atividades multidisciplinares. É muito importante abordar assuntos relacionando o meio ambiente à matemática por exemplo, biologia, ciências. São inúmeras possibilidades”, explica a coordenadora do projeto, Janele Isoton Dal Olmo. 

Janaína Mônego
Assessoria de Comunicação
Agência de Desenvolvimento Regional de Xanxerê
E-mail: sdr-xanxere@xxe.sdr.sc.gov.br
Fone: (49) 3382-2018 e (49) 9804-6060
Site: adrs.sc.gov.br/adrxanxere

Página 312 de 343