Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Campanha Compre de SC

Campanha Compre de SC

O Governo do Estado lançou a campanha Compre de SC para incentivar o consumo de produtos produzidos em Santa Catarina. Além de estimular a produção interna e muitas vezes de pequenos produtores, a campanha faz a economia girar, gerando renda e emprego.

Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Marco Vasques / FCC

Santa Catarina é o Estado do Sul do Brasil com o maior número de municípios já integrados ao Sistema Nacional de Cultura (SNC), abrangendo 66%. Outros 17% já contam com suas legislações implantadas, contemplando sistemas e planos municipais, além dos respectivos conselhos de política cultural. A criação do Sistema e do Plano Estadual de Cultura será o próximo passo, conforme adiantou o presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Rodolfo Joaquim Pinto da Luz. A proposta que contempla Sistema, Plano e Conselho Estadual de Cultura foi apresentada durante a abertura do VII Fórum Catarinense de Gestores Municipais de Cultura, na quarta-feira, 10, em Treze Tílias.

A regulamentação destas instâncias no âmbito estadual vem sendo debatida desde 2011, se consolidando em um projeto de lei de autoria do Governo do Estado a ser encaminhado ainda neste ano para a Assembleia Legislativa. Pela proposta caberá à Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL) e à FCC a coordenação do Sistema e do Plano que terão como finalidade o planejamento e a implementação de políticas culturais, reunindo um conjunto de diretrizes, estratégias, ações e metas, além de uma nova legislação de incentivo à cultura em âmbito estadual. “Ele permitirá que o Estado, União e os municípios trabalhem de forma articulada programas, projetos e ações de incentivos às manifestações artísticas”, disse o presidente da FCC.

Rodolfo lembra que a elaboração dos planos de cultura é de responsabilidade do órgão gestor da política cultural. “Por isso é fundamental estimular essas articulações nos municípios, porque é neles que o fenômeno da cultura acontece na sua plenitude”, ressaltou.

O Fórum Catarinense de Gestores Municipais de Cultura é uma promoção da Federação Catarinense dos Municípios e vai até sexta-feira, 12, com debates, oficinas e palestras, reunindo dirigentes, prefeitos, vereadores, secretários de Estados e representantes do Ministério da Cultura. Na ocasião, a FCC também divulgou o projeto Calendário SC, uma plataforma de cadastramento de eventos culturais e artísticos para todo o Estado. Por meio de um formulário no site da Fundação é possível cadastrar o evento, com informações sobre o período de realização, local e quem promove. A proposta é dar visibilidade a estas ações de com um mapa aberto e auxiliar na construção de ações integradas com a própria FCC.

Informações adicionais para imprensa
Marcos Espíndola
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2572
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura 


Foto: Divulgação

A segunda edição da Sessão Cinemática, produzida pela Cinemateca Catarinense em parceria com o Museu da Imagem e do Som (MIS/SC) e a Fundação Catarinense de Cultura (FCC), terá a exibição do documentário Junho - o mês que abalou o Brasil, dirigido pelo fotojornalista João Wainer, e debate na sequência. O evento será no dia 17 de maio, às 19h20, com entrada gratuita no Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis.

O filme, produzido pelo jornal Folha de S. Paulo, retrata as manifestações que eclodiram na cidade de São Paulo em 2013 com o aumento das passagens de ônibus, repercutindo nas ruas de todo o país. Com imagens da equipe da TV Folha, o documentário ganhou o prêmio Esso de Melhor contribuição ao telejornalismo, e traz entrevistas com articulistas Demétrio Magnoli, Vladimir Sefatle, Luiz Felipe Pondé, Leonardo Sakamoto e Juca Kfouri e nomes como Bruno Torturra, da Mídia Ninja, a militante e socióloga Elena Judensnaider e da jornalista da Folha Giuliana Vallone, cuja imagem do tiro de bala de borracha no olho se tornou icônica da cobertura das manifestações.

O papel da polícia e a repressão violenta será tema do debate que ocorre após a projeção, com as convidadas Marta Machado, do curso de Cinema da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Elenira Vilela, professora do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC); e Elaine Sallas, mestranda em Artes Cênicas da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). A mediação é de Cristine Larissa Clasen, diretora de comunicação da Cinemateca Catarinense.

A distribuidora O2 Play autoriza gentilmente os direitos de exibição do filme.

Ficha técnica do filme

Junho - O mês que abalou o Brasil
Direção: João Wainer
Ano: 2014
Produção: TV Folha
Distribuição: O2 Play
Duração: 72 min
Classificação: 12 anos

Cinemática

O evento produzido pela Cinemateca Catarinense tem curadoria de Pedro MC e todos os meses contará com projeção de filmes com formatos diversos, entre curtas, longas e videoarte. Segundo o curador, os temas escolhidos são emergentes e "transbordantes", com a proposta de compartilhar com o público filmes que dialoguem com temas atuais. Estreias de filmes relacionados a Santa Catarina também estarão na programação.

Na primeira edição, no dia 12 de abril, foram exibidos os curtas Heaven, S, O Novo Monumento e Modern, de Luiz Roque. As próximas edições estão previstas para os dias 14 de junho, 12 de julho, 16 de agosto, 13 de setembro, 18 de outubro, 15 de novembro e 13 de dezembro. A cada sessão será promovido debate com convidados.

Serviço

O quê: Sessão Cinemática - Documentário Junho, de João Wainer
Quando: 17 de maio (quarta-feira), às 19h20min
Onde: Sala de Cinema do Centro Integrado de Cultura (CIC)
Av. Gov. Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica - Florianópolis (SC)
Entrada gratuita
Contato: cinemateca.sc@gmail.com / (48) 9 8866-6012 / (48) 3664-2650
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/121396698428171/

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura  


Foto: James Tavares/Secom

O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira promoveram na manhã desta quarta-feira, 10, na Casa D’Agronômica, em Florianópolis, reunião com o colegiado pleno do Governo do Estado para tratar de ações que buscam dinamizar a economia catarinense ao longo deste ano. A confirmação da segunda edição do programa Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam) foi destacada como uma medida essencial para garantir a retomada econômica nos próximos meses.

O governador Colombo ressaltou que, mesmo diante do cenário de crise econômica no contexto nacional, o governo catarinense conseguiu manter as contas equilibradas e o bom ritmo dos investimentos. “Santa Catarina foi o último estado a entrar na crise e está sendo o primeiro a sair. É visível um princípio de retomada, mas ainda vivemos um momento que exige muita atenção e dedicação de todos”, afirmou Colombo para a plateia de secretários.

E diante deste contexto, o governador ressaltou a importância do Fundam 2 na promoção da economia catarinense em 2017. “Esse é um programa estratégico, que preserva e fortalece o nosso modelo de pequenos municípios. Queremos começar a dar curso a esta nova edição, o que vai se refletir em geração de emprego e renda em todo o Estado”, ressaltou Colombo. Na primeira edição, foram R$ 606 milhões destinados para investimentos nos municípios catarinenses, com gerenciamento e controle pela equipe do BRDE. Foram investimentos em diferentes áreas, especialmente saúde, educação, saneamento básico e infraestrutura. O destino do investimento é uma decisão de cada município, modelo que deve ser repetido nesta segunda edição.

“O Fundam é um programa que deu certo, porque atende exatamente quem entende das cidades, que são os prefeitos e as comunidades. E é claro que o Fundam 2 vem preencher uma lacuna que é a falta de recursos nos municípios para investimento. Será mais um sucesso, um movimento importante para o desenvolvimento de Santa Catarina", acrescentou o vice Eduardo Pinho Moreira.

O secretário de Estado da Casa Civil, Nelson Serpa, explicou que ainda nesta quarta, 10, será encaminhado pelo executivo projeto para a Assembleia Legislativa, em regime de urgência, pedindo a aprovação para que o estado realize os financiamentos dos recursos necessários. A proposta do Fundam 2 já tem o aval do governo federal e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O valor previsto para esta segunda edição é de R$ 700 milhões.

Nesta sexta-feira, 12, o governador reúne os secretários regionais para apresentar a proposta do Fundam 2. E ao longo das próximas semanas, serão realizadas reuniões, lideradas pelo governador Colombo, com diferentes associações de municípios para tratar da formatação do programa.

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: James Tavares/Secom

Atleta do time Leoas da Serra, de Lages, a cearense Amanda Lyssa de Oliveira Crisóstomo, a Amandinha, acaba de ser eleita pela terceira vez consecutiva a melhor jogadora de futsal do mundo. Ela e um dos dirigentes do clube, Aldo Camargo de Oliveira, visitaram o governador Raimundo Colombo nesta quarta-feira, 10, para tratar de projetos que possam contribuir para incentivar a prática do esporte entre as novas gerações catarinenses.


Fotos: Helena Marquardt/ADR Ibirama

A cada quatro anos, o Governo de Santa Catarina consulta a população para que ela mesma defina onde o dinheiro público deve ser aplicado e esse modelo tem trazido excelentes resultados, possibilitando o atendimento de pedidos das comunidades que mais necessitam. Na regional de Ibirama, por exemplo, das 12 prioridades apontadas no Plano Plurianual de 2016 a 2019, sete já foram executadas ou estão em andamento.

De acordo com o secretário Executivo do Conselho de Desenvolvimento Regional, Leonir Lunelli, um dos investimentos mais importantes solicitados através do PPA, foi a reforma e ampliação de escolas na região, algumas já concluídas e entregues à comunidade, somando mais de R$ 6 milhões em investimentos. “Podemos citar a José Clemente Pereira, em José Boiteux, e a Regente Feijó, em Lontras, que receberam reformas completas como nunca antes havia sido feito. Agora estamos trabalhando em questões burocráticas para obras na Cecília Bertha Hildegard Cardoso, em Lontras, e na escola Lindo Sardagna, em Dona Emma. Já o projeto da escola São João Bosco, de Apiúna, está no Bombeiro Militar para ajustes junto à empresa vencedora da licitação.”

Para garantir mais desenvolvimento econômico, a população solicitou ainda através do PPA, a ligação asfáltica entre Vitor Meireles e a BR-116 em Monte Castelo, cujo projeto orçado em cerca de R$ 3 milhões, já está praticamente concluído. “Essa é uma obra de R$ 300 milhões de reais e o importante é que o primeiro passo já foi dado. Pelo fato do país, os estados e os municípios atravessarem uma crise bastante difícil, com certeza que avançamos muito.”

A ligação asfáltica de Presidente Getúlio a Rio do Sul também estava entre as prioridades que tiveram andamento. A obra, que foi dividida em dois trechos iniciais tem investimentos do Governo do Estado de mais de R$ 13,2 milhões e deve trazer impactos financeiros para a cidade, incentivando desta forma, a instalação de novas indústrias.

Para o servidor público Roberto Cipriani, que mora na localidade de Rio Ferro há aproximadamente 35 anos, a ligação deve facilitar a vida dos moradores de Presidente Getúlio que precisam ir até uma cidade maior como Rio do Sul. “Precisamos com frequência ir até Rio do Sul seja para buscar atendimento especializado na área da saúde ou para ter acesso a alguns comércios e serviços e ficará bem mais fácil, pois economizaremos tempo e dinheiro. Da minha casa serão apenas uns 18 quilômetros. Também será um acesso mais rápido para quem viaja para as regiões Serrana e Oeste.”

Já a revitalização de 2,1 quilômetros da SC-110, em Lontras, que custou R$ 1,4 milhão, está praticamente concluída e será entregue antes do prazo previsto no contrato. Faltando apenas a conclusão das canaletas, os motoristas já transitam em uma rodovia totalmente recuperada e sinalizada.

Outro pedido definido como meta no Plano Plurianual era a qualificação técnica para agricultores que está sendo feita com frequência através de órgãos do governo como a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc). “Além dos programas de governo que beneficiam diretamente quem vive no campo, temos conseguido levar capacitações nas mais diversas áreas, desde a produção de leite até a de peixes”, garante a gerente de políticas socioeconômicas Rurais e Urbanas da ADR de Ibirama Edna Beltrame Gesser.

Investimentos em saúde

Outras prioridades que estão sendo atendidas dizem respeito à saúde no Vale Norte. O Hospital Dr. Waldomiro Colautti, em Ibirama, recebeu do Governo do Estado várias melhorias, inclusive verba para a compra de equipamentos que vão possibilitar a abertura da UTI nas próximas semanas. Já o Hospital e Maternidade Maria Auxiliadora, foi contemplado com um convênio no valor de R$ 3 milhões para a conclusão das obras de reforma e ampliação da unidade.

Cerca de 60% das prioridades definidas no PPA da Regional de Ibirama já foram ou estão sendo atendidas

Obras que ainda serão realizadas

As prioridades elencadas e que ainda não tiveram andamento são a ligação asfáltica do Centro de José Boiteux até a Barragem Norte, ligação asfáltica entre Presidente Nereu e Brusque, recuperação da SC-340, revitalização do Complexo Esportivo Municipal Alfred Dahn em Dona Emma e construção de um novo centro de eventos e pavilhão gado leiteiro em Presidente Getúlio.

Informações para a imprensa:

Helena Marquardt
Assessoria de comunicação
ADR Ibirama
Fone (47) 3357-8908 / (47) 98819-9350
E-mail: imprensa@iir.sdr.sc.gov.br
Site: www.adrs.sc.gov.br/adribirama
Facebook: www.facebook.com/regional.ibirama

Página 324 de 346