Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Santa Catarina é líder na exportação de frango

Santa Catarina é líder na exportação de frango

O agronegócio catarinense é referência internacional em qualidade da produção e no cuidado com a segurança alimentar. Em 2019, mais de 696 mil toneladas foram embarcadas, gerando uma receita que passa de US$ 1,08 bilhão

Oportunidades

Próximos eventos

O aluno do curso de eletrotécnica do Cedup de Blumenau, Maiki Eugênio Pessati, não tem dúvidas ao falar sobre a importância que tem em sua vida cursar o pós-médio.  "Sempre gostei de trabalhar com a parte elétrica e era necessário ter uma capacitação melhor, então encontrei no CEDUP o curso que precisava. Após iniciar o curso, já tive promoções na minha empresa devido a este conhecimento maior que estou adquirindo neste tempo que já cursei", relata Maiki, que está no terceiro semestre.

O coordenador do curso de eletrotécnica, Vilde João Leone, ressalta a importância de um curso como este. "O nosso curso tem alguns diferenciais. Além de existirem uma grande quantidade de aulas práticas, aqui o aluno tem um ambiente e busca soluções que se assemelham a indústria. Os professores também são um grande diferencial, pois além da formação, eles trabalham na indústria e isso faz com que o aluno tenha cada vez mais confiança na aula aplicada."

Blumenau - Alunos do Cedup recebem qualificação para entrar no mercado de trabalho com cursos técnicos pós-médio

Para o diretor do CEDUP Blumenau, Osvaldo da Silva Sobrinho, é a partir de um curso pós-médio que o aluno tem mais oportunidades no mercado de trabalho.

"Qualificação e aperfeiçoamento são dois pilares do curso pós-médio. Nossos alunos têm buscado cada vez mais qualificação e isso tem resultado em oportunidades melhores."

Osvaldo também destaca que existem hoje cadastradas no portal da unidade de ensino cerca de cem vagas de empresas que buscam alunos para fazerem parte do seu quadro de funcionários." Para nós é importante ter este reconhecimento das empresas da região". Finaliza.

Atualmente, 520 alunos estão cursando o pós-médio no CEDUP Blumenau. Com duração de quatro semestres e com as aulas no período noturno, são oferecidos oito cursos profissionalizantes: Administração, Análises Clínicas, Contabilidade, Eletrotécnica, Informática, Mecânica, Mecatrônica e Segurança no Trabalho.

Informações adicionais para a imprensa:
Ricardo Lunge
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Blumenau
E-mail: imprensa@bnu.adr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3378-8175 / 99232-6300
Site: sc.gov.br/regionais/blumenau


Museu Histórico de SC. Foto: Márcio Henrique Martins/FCC

A primavera está chegando e anualmente, nesta época, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) convoca todos os museus brasileiros a participarem da programação da Primavera de Museus. Em 2017, o tema do evento é Museus e Suas Memórias. Os espaços administrados pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC) também entram na agenda com atividades especiais de 18 a 24 de setembro. 

Museu Histórico de Santa Catarina

O Museu localizado no Palácio Cruz e Sousa, em Florianópolis, terá entrada gratuita durante toda a semana, além de visitas mediadas à exposição de longa duração, com o acervo do museu e da arquitetura do palácio que já foi sede do Governo do Estado.

Além disso, terá três exposições de curta duração em suas salas: a mostra Álbuns Fotográficos, com parte do acervo de fotos do museu e imagens que retratam personagens importantes para a história política do estado, na sala 5; a mostra Hemeroteca Digital Catarinense, com jornais e periódicos de valor histórico, nas salas 1 e 2; e a mostra Científica e Cultural da escola COC Floripa, na Sala Martinho de Haro, Auditório e Jardins do Museu.

No dia 21 de setembro, o museu promove mais um encontro do projeto Construindo, com a visita mediada de internos do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico ao acervo. Os participantes terão, ainda, a oficina Novos Olhares para Diferentes Paisagens a partir da obra Vista de Desterro.

Para encerrar a programação, no dia 22 de setembro, das 14h às 16h30, o MHSC realiza seu 7º Seminário Interno de Museologia e Interdisciplinaridade, com relato da experiência de estágio das estagiárias Gabriela Neumann Cardozo (Biblioteconomia) e Elisa Schemes (Museologia), além da apresentação do Projeto Objeto de Arte Interativo, com Yuri Bastos, do Laboratório Interdisciplinar de Formação de Professores do Ceart/Udesc.

Museu de Arte de Santa Catarina (Masc)

O Museu localizado no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, promove a 26ª edição do projeto Gerações Masc - Museu em Movimento, com a conversa Topus Conexus Matrizes com a artista visual Doraci Girrulat, no dia 22 de setembro, às 17h. A artista falará sobre suas influências, estudos e experiências profissionais com o público. A entrada é gratuita.

Museu Nacional do Mar - Embarcações Brasileiras

Em São Francisco do Sul, o Museu Nacional do Mar terá, no dia 19 de setembro, às 10h, a palestra História do Prédio do Museu Nacional do Mar, com Janilson Arian Alves, sobre a construção que abriga o museu e a importância histórica da Cia Hoepcke no município. No dia 20 de setembro, às 14h, será realizada a palestra Canoas Indígenas, com Jonatas Rubens Tavares; e no dia 21 de setembro, às 11h, Michel Kalinoski falará sobre as canoas do Museu do Mar.

De 19 a 24 de setembro, estará aberta à visitação a exposição Canoas, Mata Atlântica e Sustentabilidade, a respeito da antiga tradição do feitio das canoas e a relação com a mata, além da importância da preservação das árvores nativas. A mostra estará no hall de entrada do museu. No dia 21, Dia da Árvore, haverá distribuição de mudas no mesmo local.

Casa de Campo do Governador Hercílio Luz

O museu localizado em Rancho Queimado, na Grande Florianópolis, promove um Sarau no dia 30 de setembro, às 18h, com os alunos do projeto de iniciação musical que ocorre na casa.

Informações adicionais para imprensa
Fernanda Peres
Assessoria de Comunicação Fundação Catarinense de Cultura
Telefone: (48) 3664-2571
E-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br
Site: www.fcc.sc.gov.br 
Twitter: www.twitter.com/fccoficial  
Facebook: www.facebook.com/FundacaoCatarinensedeCultura 


Foto: Antonio Prado/Fesporte

Foram oito partidas, sete vitórias e apenas uma derrota, o que dá um saldo bastante positivo para Santa Catarina no primeiro dia das modalidades coletivas neste domingo, 17, nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) 12 a 14 anos, em Curitiba. O destaque do dia foi a goleada de 9 a 3 do futsal feminino Colégio Rogacionista, de Criciúma, sobre as estudantes baianas do Colégio Integral. Gols foram marcados por Liriel (5), Kemeli (2) e Andressa (2).

Já o futsal masculino do Colégio Recriarte, de Camboriú, teve uma partida mais difícil, vencendo de virada o Colégio Objetivo, de São Paulo, por 2 a 1, com gols de David e Kaiki.

>>> Galeria de fotos

Outra vitória apertada veio no handebol masculino do Colégio Aplicação da Uniarp, de Caçador: 21 a 18 diante do Instituto Educacional O Mestre, do Rio Grande do Norte.

A equipe começou nervosa na primeira etapa e não conseguia encaixar seu jogo, perdendo gols fáceis, mas, no final, imprimiu uma forte marcação e conseguiu vencer. O armador esquerdo Otávio Colussi foi o artilheiro catarinense com nove gols.

Já o handebol feminino de Santa Catarina perdeu por 15 a 12, com o Colégio São Bento, de Criciúma, para as meninas do Instituto Educacional 13 de Maio, do Mato Grosso.  

>>> Mais informações e fotos no site da Fesporte

No basquete masculino, os catarinenses do Instituto Jangada, de Jaraguá do Sul, obtiveram uma vitória tranquila diante Colégio Salesiano Dom Bosco, do Rio Grande do Norte: 70 a 36. O cestinha do time catarinense foi o ala/pivô Guilherme Nathan, com 21 pontos.

A realidade do basquete feminino do Colégio Sagrada Família, de Blumenau, foi diferente, já que venceram com dificuldade por 44 a 40 o Centro Educacional Bartolomeu Mitre, do Paraná. A ala Ana, de Blumenau, foi a cestinha da partida, com 21 pontos.

“As meninas estavam nervosas por ser uma estreia em um campeonato brasileiro. Mas esta vitória foi positiva para dar um incentivo a mais nas próximas partidas”, destacou a treinadora blumenauense Bruna Rodrigues.

No voleibol masculino, os estudantes da Escola Erwin Prade, de Timbó, passaram fácil diante pelo Colégio Batista, do Ceará: 2 a 0 com parciais de  25/12 e 25/7.

O mesmo placar se repetiu no voleibol feminino da Escola Estadual Rodrigues Alves, de Saudades, que fez 2 a 0 em cima do time da Escola Fátima, do Distrito Federal, com parciais de 25/12 e 25/15.

Os JEJ são uma promoção do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e têm a participação de mais de 4 mil atletas. A delegação catarinense é gerenciada pelo Governo Estadual por meio da Fesporte e é composta ao todo por 162 jovens competidores de 77 escolas de 37 municípios.

>>> SC fecha 1ª parte dos Jogos Escolares da Juventude com 30 medalhas

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Foto: Epagri

A Epagri lança nesta terça-feira, 19, o Sistema de Monitoramento Apícola (Apis On-line), um conjunto de tecnologias destinadas a coletar dados ambientais e gerar informações para apoiar a produção de mel no território catarinense. Esse é o primeiro sistema desta natureza desenvolvido no Brasil. O lançamento acontece às 16h, na Assembleia Legislativa, em Florianópolis, como parte de um evento da Federação das Associações de Apicultores e Meliponicultores de Santa Catarina (Faasc), que vai reunir 350 lideranças do setor.

O Sistema de Monitoramento Apícola é desenvolvido pelo Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Epagri/Ciram) com o apoio de outras unidades da Epagri. Ele é composto por uma plataforma digital que reúne informações relacionadas ao setor. Lá, já é possível encontrar publicações e links úteis, entre outros dados.

A plataforma é colaborativa. Caberá a cada produtor cadastrar os dados de seu apiário, informando nome, localização e os seus produtos. Esses dados são disponibilizados em forma de mapa, no qual, com um clique, o consumidor poderá saber onde comprar o produto que deseja na região de seu interesse. Já estão cadastradas na plataforma todas as associações.

O site também vai contar com a colaboração dos apicultores no link Floração. Ali estão descritos os tipos de plantas existentes no estado e as datas esperadas de sua floração. O apicultor poderá identificar e informar diretamente no site datas antecipadas ou atrasadas de florações em sua região, enriquecendo o sistema.

Monitoramento

O grande diferencial da plataforma é o campo Monitoramento, onde estarão disponíveis as informações de coletas nas colmeias conectadas a estações agrometeorológicas que medem chuva, molhamento foliar, temperatura e umidade relativa do ar. Sensores instalados dentro da colmeia vão medir temperatura e umidade do ar interna. Ainda dentro da colmeia será medida, com uma balança de precisão, a quantidade de mel produzido. Esses dados se unirão aos medidos pela estação agrometeorológica e serão transmitidos automaticamente em tempo real para o banco de dados da Epagri/Ciram, em Florianópolis, e inseridos no sistema. Com base nesses dados, pesquisadores da área poderão observar quais condições meteorológicas influenciam na produção de mel.

Éverton Blainski, pesquisador da Epagri/Ciram na área de monitoramento ambiental e coordenador do projeto, explica que entre setembro e outubro serão instaladas nas diferentes regiões agroclimáticas do estado seis unidades de monitoramento apícola, formadas pelo conjunto de colmeia monitorada e estação agrometeorológica. Esses equipamentos foram adquiridos com recursos do Programa SC Rural, num total de R$ 300 mil. A instalação e operação da rede será custeada com verba da Epagri. Cada unidade terá como responsável um técnico da Epagi com conhecimento em apicultura.

Blainski explica que a Epagri já firmou convênio com o curso de graduação em engenharia em telecomunicação do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) para desenvolvimento de unidades de monitoramento apícola de baixo custo, que serão usadas para adensar a rede. Ele informa também que será preciso coletar pelo menos um ano de dados para que seja possível avaliar quais condições meteorológicas influenciam na produção de mel.

Após um ano de avaliação, a Epagri/Ciram poderá emitir, a partir da plataforma, avisos específicos aos apicultores. Com base na previsão do tempo, eles serão alertados sobre quais providências podem tomar para evitar queda na produção, como arejar as colmeias ou oferecer alimentação complementar às abelhas. A plataforma também vai formar um banco de dados histórico com informações de épocas floradas e os dados coletados pelas unidades de monitoramento apícola.

Além da plataforma colaborativa e o do monitoramento, o sistema se completará com o desenvolvimento de um aplicativo para dispositivos móveis a ser usado pelos apicultores. Além de ver os dados disponíveis no site, o produtor poderá interagir com o aplicativo, por exemplo, fotografando e informando ao sistema sobre uma florada antecipada ou tardia. A Epagri já submeteu às entidades financiadoras projeto para desenvolvimento do aplicativo, em busca da verba necessária para execução da proposta. 

Todo esse conjunto de tecnologia estará disponível para livre consulta, mas é preciso mais que equipamentos para que o Sistema de Monitoramento Apícola tenha êxito. “A Epagri está colocando a ferramenta à disposição do setor apícola, mas o sucesso depende da adesão e boa utilização por parte dos integrantes dessa cadeia produtiva”, alerta Ivanir Cella, chefe da divisão de estudos apícolas da Epagri.

Evento

O lançamento do Sistema de Monitoramento Apícola faz parte de um evento promovido ao longo de todo o dia 19 pela Faasc. A programação inicia pela manhã, com a inauguração da sede da federação, na Capital. Na parte da tarde, no Auditório Antonieta de Barros da Alesc, acontecem as palestras técnicas.

O ciclo de palestras será aberto às 14h30, com o tema Previsão Meteorológica X Apicultura, que será abordado pelo agrometeorologista Marcio Sônego, pesquisador Estação Experimental da Epagri em Urussanga. Às 16h, acontece o lançamento do sistema, com palestra proferida pelo pesquisador Blainski e, a partir das 16h30, Cella fala sobre os principais fatores de produtividade do mel.

Às 19h, começa uma sessão solene na Alesc em homenagem ao associativismo apícola e entidades com expressiva atuação no setor apícola no estado. A Epagri será uma das homenageadas.

Mel em SC

Santa Catarina conta atualmente com quase nove mil apicultores de diferentes portes que vão se beneficiar com a implantação do Apis On-line. Na safra 2016/1017 ,foram produzidas oito mil toneladas de mel, um recorde no estado. A produção ficou em 25Kg por colmeia, superior à média dos últimos anos, que foi de 20,42kg. No Brasil, essa média fica em 10Kg por colmeia. Há cinco anos, a média catarinense era de 13kg por colmeia. As condições de clima, o empenho dos apicultores e o forte trabalho de assistência técnica da Epagri na área foram fatores decisivos para o resultado expressivo.

Serviço:

O quê: lançamento do Sistema de Monitoramento Apícola
Quando: terça-feira, 19, às 16h
Onde: auditório Antonieta de Barros, da Assembleia Legislativa, em Florianópolis
Informações e entrevistas: Éverton Blainski, pelo fone (48) 99929-6053 / Ivanir Cella pelo fone (48) 98801-8269

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação da Epagri
Gisele Dias
Fone: (48) 3665-5147 / (48) 99989-2992
E-mail: giseledias@epagri.sc.gov.br
Cinthia Andruchak
Fone: (48) 3665-5344
E-mail: cinthiafreitas@epagri.sc.gov.br
Isabela Schwengber
Fone: (48) 3665-5407
E-mail: isabelas@epagri.sc.gov.br
Site: www.epagri.sc.gov.br

Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48)-3664-4417/ (48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC


Daniel Augusto Raduenz, de Pomerode (ao centro) conquistou duas medalhas de ouro no atletismo. Foto: Wander Roberto/Exemplus/COB

Com o final das modalidades coletivas (atletismo, badminton, ciclismo natação, ginástica rítmica, tênis de mesa, judô e xadrez), nesta sexta-feira, 15, dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) para estudantes de 12 a 14 anos, em Curitiba, o time de Santa Catarina fechou sua participação com um saldo positivo de 30 medalhas sendo seis de ouro, nove de prata e 15 de bronze. Só nesta sexta, foram 12 medalhas conquistadas. Agora, as atenções estão voltadas para o início das chamadas modalidades coletivas: basquete, vôlei, handebol e futsal. As disputas começam no domingo, 17, até o dia 21.

O destaque do time de Santa Catarina na primeira parte dos JEJ foi Daniel Augusto Raduenz, da Escola Estadual Almirante Barroso, de Pomerode, que conquistou duas medalhas de ouro no atletismo. Venceu no lançamento do dardo, com direito a recorde brasileiro escolar com a marca de 55m,81cm, e também foi ouro no arremesso do peso com a marca de 15m16cm.

Para os integrantes da Fesporte, que gerencia toda a logística em Curitiba, o saldo foi positivo. “Os resultados foram satisfatórios nesta primeira etapa. Santa Catarina continua mantendo a média de conquistas dos últimos anos, brigando pelos primeiros lugares com gigantes como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraná. Com o início das modalidades coletivas, a expectativa é por mais medalhas para nosso estado”, enfatizou Josélia Maranho, da Fesporte, e chefe da delegação catarinense.

Os JEJ são uma promoção do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e tem a participação de mais de quatro mil atletas. A delegação catarinense é gerenciada pelo Governo Estadual por meio da Fesporte e é composta ao todo por 162 jovens competidores de 77 escolas de 37 municípios.

Confira as medalhas de SC nas modalidades individuais 

MEDALHA DE OURO

Atletismo masculino/Arremesso do peso: Daniel Augusto Raduenz, da EEB Almirante Barroso, de Pomerode.

Atletismo masculino/Lançamento do dardo: Daniel Augusto Raduenz, da EEB Almirante Barroso, de Pomerode.

Atletismo feminino/Revezamento 4x75: Nicole Bertipalha de Carvalho/EEB Gama Rosa /São Pedro de Alcântara, Camilly Carolini dos Santos/ EM Eladir Skibinski/Joinville, Letícia Lucindo Dell Agnolo/ Colégio Cenecista Elias Moreira/Joinville e Beatriz Neckel da Silva/ Colégio Energia/ Balneário Camboriú.

Judô feminino/Equipe: Larissa Nienchotter/Colégio Adventista de Itajaí, Helena Oliveira/EEB Idelfonso Linhares/Florianópolis,Vitória Rodrigues/ EEB Gov. Bornhausen/Arroio Trinta, Joice de Souza/ E.E.F Mont’Alverne/Ituporanga, Giovana Galkowski/Colégio Bom Jesus São José/São Bento do Sul,Gabrielly Duarte/Colégio Salesiano/Itajaí, Ana Cardoso/ EM Prof. Zulma do Rosário Miranda/Joinville e Tiffany Weinfurter/EM Henrique Midon/Itajaí.

Xadrez feminino pensado: Maria Eduarda Gomes/EEB Dom Joaquim Dagostini, de Lacerdópolis.

Xadrez masculino bliz: Nathan Felipe Filgueiras/Colégio Sagrada Família/ Blumenau.

MEDALHA DE PRATA

Atletismo masculino/Arremesso do peso: Rodrigo Trenhago/ EEB Jacob Guiso/Chapecó.

Atletismo feminino/80m com barreiras: Gabriela Genevro/Colégio Dom Bosco/Chapecó.

Natação masculina 200m Medley: Gustavo Carvalhais Ribeiro/Colégio Dom Jaime Câmara/São José.

Natação masculina 400m livre: Gustavo Carvalhais Ribeiro/Colégio Dom Jaime Câmara/ São José.

Judô masculino até 40kg: Zuke Leivas Muller/EEB Abílio Manoel de Abreu/ Florianópolis. 

Judô masculino até 44 kg: Wesley Leonardo Niels/Colégio Menino Jesus/Blumenau. 

Tênis de mesa/Dupla mista: Thiago Hau França/EEB São Bento/São Bento do Sul e Maria Eduarda Magagnin/EEB Anair Voltolini/Epav/Pouso Redondo.

Tênis de mesa equipe feminina: Maria Eduarda Magagnin/EEB Anair Voltolini/Epav/ Pouso Redondo e Maria Eduarda Comin/Colégio Superação/Videira.

Xadrez masculino pensado: Nathan Felipe Filgueiras/Colégio Sagrada Família/Blumenau.

MEDALHA DE BRONZE

Atletismo feminino/ 250m: Camily Caroline/EM Eladir Skibinski/Joinville.

Badminton dupla mista: Andrei Morgan e Camila Foschieira/EEB São Luís/ União do Oeste.

Badminton dupla masculina: Kauan Sttocco/Colégio de Aplicação/Caçador e Andrei Morgan/EEB São Luís/União do Oeste.

Badminton dupla feminina: Natália Stein/Colégio de Aplicação/Caçador e Camila Foschieira/EEB São Luís, de União do Oeste.

Judô masculino até 36kg:Thiago Camargo Ribeiro/EEB Nélson Horostecki/Chapecó.

Judô feminino até 53kg: Giovana Galkowski/Colégio Bom Jesus São José/São Bento do Sul.

Judô feminino até 48kg: Joice de Souza/EEB Mont Alverne/Rio do Sul.

Natação masculina revezamento 4x50 meddley: Lucca Tonin/Bom Jesus Ielusc/Joinville, Lucas Farias/Colégio Marista/Criciúma, Gustavo Carvalhais/Dom Jaime Câmara/São José e Tiago Konescki/Educandário Imaculada Conceição/Florianópolis.                               

Tênis de mesa/Equipe masculina: Lucas Grossl e Thiago Hau França/EEB São Bento/São Bento do Sul. 

Tênis de mesa/Dupla masculina: Thiago Hau França/EEB São Bento/São Bento do Sul e Lucas Grossl/EEB São Bento/São Bento do Sul.

Tênis de mesa/Dupla mista: Lucas Grossl/EEB São Bento/São Bento do Sul e Maria Eduarda Magagnin/EEB Anair Voltolini/Epav/Pouso Redondo.

Tênis de mesa/Dupla feminina: Maria Eduarda Magagnin/EEB Anair Voltolini/Epav/ Pouso Redondo e Maria Eduarda Comin/Colégio Superação/Videira.  

Tênis de mesa individual masculino: Thiago Hau França/EEB São Bento/São Bento do Sul.

Tênis de mesa individual feminino: Maria Eduarda Magagnin/EEB Anair Voltolini/Epav/ Pouso Redondo.

Tênis de mesa individual feminino: Maria Eduarda Comin/Colégio Superação/Videira. 

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ 99696-3045
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 

Página 357 de 480

Conecte-se