Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Eduardo Pinho Moreira assume Governo de SC

Transmissão do cargo de governador

O governador licenciado Raimundo Colombo transmitiu o cargo ao governador em exercício Eduardo Pinho Moreira, que assumiu o Governo de Santa Catarina com duas prioridades bem definidas: a Saúde e a Segurança Pública

Oportunidades

Próximos eventos


Foto: Divulgação / SEA

Em janeiro, o Programa Mesa Brasil completa um ano com a doação de 1,16 mil toneladas de alimentos para famílias carentes e instituições sociais da Grande Florianópolis. Frutas e verduras doadas pelos boxistas e produtores rurais das Centrais de Abastecimento do Estado de Santa Catarina (Ceasa/SC) atendem, em média, 18 mil pessoas por mês.

A ação, em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc), arrecada alimentos em perfeitas condições de consumo que são encaminhados para instituições sociais e famílias carentes. O Sesc mantém um espaço dentro da Ceasa para recolher e selecionar as frutas e verduras excedentes ou fora dos padrões de comercialização e atender as famílias carentes.

Segundo o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, o Mesa Brasil criou uma rede de solidariedade dentro da Ceasa/SC. “Estamos muito orgulhosos em fazer parte desse projeto, os boxistas e produtores vêm contribuindo de forma surpreendente, mudando a vida de milhares de pessoas na Grande Florianópolis”.

O diretor presidente da Ceasa/SC, Agostinho Pauli, ressalta que a parceria com o Mesa Brasil, além de ter como principal função a ação social de ajudar os mais necessitados, também contribui para diminuição do desperdício, evitando grandes quantidades de lixo orgânico, contribuindo até mesmo para a preservação do meio ambiente.

O Programa Mesa Brasil é uma rede nacional de bancos de alimentos contra a fome e o desperdício, que acaba contribuindo para promoção da cidadania e melhoria da qualidade de vida de pessoas em situação de pobreza. Para mais informações sobre a doação de alimentos para famílias carentes e instituições sociais, faça contato com o Programa Mesa Brasil através do número: 0800-643 4363.

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca
imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48)-3664-4417/ (48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC


Arte: Ascom - Cidasc

O Diário Oficial do Governo do Estado de Santa Catarina publicou na edição do dia 8 de dezembro de 2017 a resolução n° 29/2017, que autoriza a contratação de 228 novos servidores para a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina. Serão contratados 50 médicos veterinários e 178 auxiliares operacionais aprovados nos concursos 001 e 002 de 2016. A contratação será realizada de forma gradativa, sendo 50% do quantitativo em março de 2018 e os outros 50% em julho de 2018.

De acordo com o presidente da Cidasc, Enori Barbieri, a contratação de médicos veterinários e auxiliares operacionais representa um reforço na equipe técnica da Cidasc, ampliando a capacidade do Estado de preservar a saúde pública, executar ações de sanidade animal e coibir entrada e disseminação de pragas e doenças nas lavouras e pomares do estado.

“Para manter o status de único estado do Brasil livre de febre aftosa sem vacinação e o status de zona livre de peste suína clássica, precisamos de uma estrutura adequada e de técnicos capacitados. O Governo do Estado está cumprindo um compromisso que assumiu com o setor, garantindo as condições favoráveis para o fortalecimento e desenvolvimento da agropecuária catarinense”, disse Barbieri.

Médicos Veterinários
Os profissionais irão coordenar a execução dos programas sanitários nacionais e estaduais, orientar produtores e cidadãos, fiscalizar o cumprimento de normas, além de inspecionar produtos e subprodutos de origem animal e desenvolver atividades de educação sanitária. Os resultados dessas ações beneficiam diretamente mais de 200 mil produtores em Santa Catarina e garantem o acesso dos produtos catarinenses a mais de 150 mercados de consumo.

A diretora de defesa agropecuária, Priscila Belleza Maciel, explica que os profissionais nomeados vão se dedicar ao fortalecimento da Defesa Agropecuária em Santa Catarina. “O trabalho desempenhado pelos médicos veterinários garante suporte fundamental à sanidade dos rebanhos e à produção de alimentos seguros aos consumidores nacionais e internacionais”, conclui Priscila.

Auxiliares Operacionais
Uma das principais atividades realizada pela Cidasc para promover medidas de proteção sanitária é a fiscalização de veículos e cargas em barreiras sanitárias nas divisas do estado ou em barreiras móveis nas estradas. Este trabalho é realizado por médicos veterinários, engenheiros agrônomos e pelos auxiliares operacionais.

Priscila destacou que este é um trabalho silencioso, mas de total importância para a manutenção dos status sanitário já conquistados e para avanço no controle e erradicação de pragas e doenças que colocam em risco a saúde pública, a sanidade animal, vegetal e os interesses econômicos do Estado.

O sistema de barreiras sanitárias, funciona o ano inteiro, 24 horas por dia, sete dias por semana, para garantir um dos maiores patrimônios do estado: a sanidade agropecuária de Santa Catarina.

Veja a lista completa de aprovados e o processo de convocação no link.

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Comunicação – Cidasc
Fone: (48) 3665 7000
ascom@cidasc.sc.gov.br
www.cidasc.sc.gov.br
www.facebook.com/cidasc.ascom


Foto: Johatan Tavares - Ascom/SSP

O secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, recebeu na tarde desta sexta-feira, 9, a visita do futuro secretário da pasta, professor Alceu de Oliveira Pinto Junior. O encontro marcou o início da transição na SSP.

Por mais de três horas, Grubba fez um diagnóstico da Segurança Pública. De acordo com o secretário, o encontro teve por objetivo colaborar para a realização de uma transição plena e transparente. Na pauta, o funcionamento e as atribuições das instituições que formam o sistema de Segurança Pública e a atual situação dos projetos e obras em andamento.

O futuro secretário ressaltou a importância da secretaria e sua atribuição de planejar a Segurança Pública para o futuro governo. A posse do professor Alceu de Oliveira Pinto Junior será realizada no final de fevereiro, em data ainda a ser definida.

Informações adicionais para a imprensa
João Carlos Mendonça Santos
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Segurança Pública - SSP
E-mail: imprensa@ssp.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8183 / 98843-7615
Site: www.ssp.sc.gov.br


Imagem / Reprodução

As obras de pavimentação na SC-355, o anúncio da instalação da empresa Berneck em Lages e o programa Sinapse da Inovação foram os assuntos destacados pelo governador Raimundo Colombo na entrevista semanal desta sexta-feira, 9, no Com a Palavra, o Governador.

Colombo explicou como funciona o programa Sinapse da Inovação que apoia ideias e projetos para que sejam transformados em negócios de sucesso. Para ele, os investimentos e os avanços no setor da Tecnologia e Inovação também fortalecem o Estado e dão mais qualidade de vida para as pessoas.

Para o trecho da SC-355 entre Treze Tílias e Iomerê, com pouco mais de 15 quilômetros, foram investidos R$ 22,6 milhões e construídas três pontes. “Foi uma obra desafiadora, mas que agora vai ajudar a região se desenvolver com mais segurança e maior competitividade”, destacou o governador.

Em Lages, na Serra Catarinense, o destaque é a chegada da empresa Berneck, do ramo madeireiro. Na primeira fase, o investimento será de R$ 800 milhões com a geração de mais de 500 empregos. “É uma conquista extraordinária que vai desenvolver a economia de toda a região, gerar oportunidade de trabalho e valorizar a matéria-prima que é abundante lá”.

A íntegra do Com a Palavra, o Governador pode ser acessada nos canais oficiais do Governo do Estado no Youtube. A versão em áudio é disponibilizada na Rádio Secom.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

 


Foto: Eduardo Correa/SOL

A Irmandade do Divino Espírito Santo (Ides), em Florianópolis, recebeu nesta quinta-feira, 8, o certificado de registro da festividade que promove como patrimônio cultural imaterial de Santa Catarina. Em ato promovido na Capela do Divino, o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esportes (SOL), Leonel Pavan, e o presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Rodolfo Joaquim Pinto da Luz, entregaram ao provedor da Irmandade, Ademar Arcângelo Cirimbelli, o certificado.

A capela foi preparada para receber autoridades, membros da Ides e os festeiros que praticamente lotaram o espaço para a cerimônia de entrega do registro. Com 244 anos de existência, a Festa do Divino do Espírito Santo soma-se à outra importante e histórica manifestação religiosa, a Procissão do Nosso Senhor dos Passos, no registro de patrimônio cultural imaterial do Estado. "A FCC faz um grande trabalho, um trabalho diferenciado e junto com eles estamos conseguimos avançar em muitos pontos da cultura catarinense, com atos importantes para o nosso Estado, como este que hoje estamos consagrando como patrimônio imaterial, a Festa do Divino Espírito Santo. A Festa do Divino está entre os maiores e melhores eventos culturais do Estado. O gesto de hoje é um gesto que faz com que tenhamos uma responsabilidade enorme para o resto de nossas vidas. Só tenho de parabenizar a todos por esta grande conquista", ressaltou o secretário Leonel Pavan.

O presidente da FCC destacou os esforços da Diretoria de Preservação do Patrimônio Histórico da Fundação na análise e celeridade do processo. “Também sou membro da Irmandade do Divino Espírito Santo e me sinto pessoalmente orgulhoso por fazer esta entrega, que é um reconhecimento à potencialidade desta manifestação que representa a grandeza da cultura e da história de Santa Catarina”, disse Pinto da Luz.

Atualmente, a Diretoria de Preservação analisa outras solicitações de registros, como a pesca da tainha com auxílio de golfinhos em Laguna, a pesca artesanal da tainha em Bombinhas, o o Cacumbi do Itapocu, uma tradição centenária de afirmação da identidade negra na região de Araquari; e o queijo serrano de Lages. 

A concessão do registro para a Festa do Divino foi precedida pela aprovação, pelo Conselho Estadual de Cultura (CEC), do parecer da FCC que ressaltou o “profundo embasamento originário de uma pesquisa histórica, mostrando que a Irmandade do Divino Espírito Santo de Florianópolis foi criada em 1773 e reflete as tradições da cultura dos povoadores açorianos da Ilha de Santa Catarina”. Além disso, foi destacado que “a manifestação ocorre não apenas em Florianópolis, mas também em dezenas de outros municípios catarinenses, expondo seu caráter relevante para a cultura de nosso Estado”.

Tradição e religiosidade

As tradições açorianas como a Festa do Divino estão presentes na cultura catarinense até hoje e chegaram juntas com os colonizadores entre os anos de 1748 e 1756. A Irmandade sempre manteve o período de ocorrência da Festa durante o Pentecostes, cuja data mais relevante se dá exatamente 50 dias depois do domingo de Páscoa e a sete dias do ato litúrgico da Ascensão de Jesus; é o domingo de Pentecostes. Neste dia, ocorre a coroação do Imperador, figura onipresente em todas as festas do Divino, e a missa solene da coroação. Inclusive a IDES possui em seu acervo histórico coroa e cetro que datam de 1774, trazidos diretamente dos Açores e que são utilizados na liturgia da festa desde 1776.

Fundada em 1773, a Ides é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, que tem por missão "abrir portas, resgatar esperanças e encorajar crianças, adolescentes, jovens e suas respectivas famílias, para que sejam protagonistas de suas vidas, transformando a realidade e o meio em que vivem, a partir da promoção da cidadania e do desenvolvimento social.”

Atualmente os programas da Ides atendem cerca de 750 crianças e adolescentes diariamente através dos seus três núcleos de atendimento. Onde elas participam de atividades diferenciadas que possibilitam o exercício da autonomia, liberdade e criatividade.

 

Informações adicionais para a imprensa

Marcos Espíndola
Fundação Catarinense de Cultura (FCC)
Fone: (48) 3664-2571/2572

e-mail: imprensa@fcc.sc.gov.br 
Site: www.fcc.sc.gov.br 

Página 5 de 268