Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Campanha Compre de SC

Campanha Compre de SC

O Governo do Estado lançou a campanha Compre de SC para incentivar o consumo de produtos produzidos em Santa Catarina. Além de estimular a produção interna e muitas vezes de pequenos produtores, a campanha faz a economia girar, gerando renda e emprego.

Oportunidades

Próximos eventos


Fotos: Saul Oliveira / Secom

O mel produzido em Santa Catarina, que ganhou notoriedade nacional e internacional ao ser eleito em 2017 pela quinta vez o melhor do mundo, durante o 45º Congresso da Associação Internacional das Federações de Apicultores (Apimondia), ganhou uma feira em Florianópolis, que reúne diversos produtores de todo o Estado. Até este sábado, 16, ao meio-dia, quem passar pelo Centro da Capital, na região do Terminal de Integração do Centro (Ticen), poderá adquirir mel catarinense ou seus derivados - uma oportunidade para apoiar o movimento “Compre de SC”, campanha que incentiva a população a consumir produtos catarinenses. 

O quilo do mel está sendo vendido a R$ 25, podendo variar conforme a raridade ou método de extração. A feira também oferece produtos como biscoitos, cosméticos e aromatizadores.


Fotos: Mônica Foltran/SDS

Oferecer mecanismos para que municípios catarinenses priorizem a compra de produtos locais favorecendo a produção regional e fortalecer a economia das cidades catarinenses. Esse é o conceito primordial do programa Compra Legal, lançado pelo secretário da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), Adenilso Biasus, na terça-feira (12), durante o Congresso de Prefeitos da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), em Florianópolis. 

Na oportunidade, foi assinado um protocolo de intenções entre a Fecam e SDS, no sentido de estimular a prática entre os Municípios. O documento foi assinado pelo governador Eduardo Pinho Moreira, o secretário da SDS, Adenilso Biasus, o presidente da FECAM, Volnei Morastoni, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Glauco José Corte.

Biasus explica que o Compra Legal faz valer na prática a lei complementar 123/2006 que estabelece as normas gerais nas contratações públicas para as microempresas e empresas de pequeno porte com objetivo de promover o desenvolvimento econômico municipal e regional.

“É o Estado cumprindo seu papel como apoiador direto dos municípios e da Constituição, promovendo a qualidade de vida nas cidades catarinenses. Ao apoiar os Municípios para que priorizem seus produtores durante as licitações, estamos incentivando o aumento da arrecadação e consequentemente geração de emprego e renda, isto é desenvolvimento econômico”, destacou Biasus.

Entre julho a dezembro deste ano a SDS prevê a capacitações ao programa nas cidades catarinenses. A iniciativa é pioneira e vai ao encontro da campanha do Governo de Santa Catarina que incentiva a população a consumir produtos catarinenses, lançada no dia 8 de junho pelo governo do Estado.

“Segundo estudos de especialistas na área financeira a cada R$ 1 real aplicado na economia local, este recursos se reverte em R$ 3 para a própria economia da região. O Compra Legal, além de desenvolver a região e gerar novos empregos, fortalece a autonomia financeira para os municípios”, destaca o coordenador do programa, o Secretário do Fórum Estadual das Micro e Pequenas Empresas, Luciano Michelan.

Investe SC

Na oportunidade também foi assinado com a Fecam um protocolo de intenções com a Investe SC, agência oficial do Estado (Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Secretaria da Fazenda), que atua em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e SC Parcerias e a Fecam. A agência tem o objetivo de promover o desenvolvimento socioeconômico atraindo novos investimentos para as regiões de Santa Catarina.

Informações adicionais para a imprensa:

Mônica Foltran
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável
E-mail: monica@sds.sc.gov.br
Telefone: (48) 36652262 / 996961366
Site: www.sds.sc.gov.br


Foto: James Tavares / Secom

O “Compre de SC” já está movimentando os diversos setores produtivos e começa a ser adotada pelas prefeituras do Estado. “O importante é a participação de todos os segmentos, o Conselho das Federações assumiu que após o dia 7 de julho, período do limite legal de propaganda institucional do Governo, essas instituições vão dar continuidade ao programa”, confirmou o governador.

Em São Pedro de Alcântara, o prefeito Ernei Stahelin apoia e comemora a campanha. “Na realidade, a criação do Compre de SC vai ter como consequência a criação de mais empregos e também uma receita maior para o Estado e os municípios catarinenses nesse momento difícil. Então, o Governo do Estado está de parabéns pela bela iniciativa, com o propósito de dinamizar ainda mais a economia catarinense e com os catarinenses valorizando seus produtos”, exalta.


Fotos: Saul Oliveira / Secom

A Polícia Civil de Santa Catarina prendeu 15 pessoas de forma temporária e cumpriu outros 32 mandados de busca e apreensão nesta terça-feira, 12, por conta da Operação Sutura, que investiga desvios na área da Saúde Pública por meio de uma organização social (OS) nos municípios de Penha e Itapema, no Litoral Norte do Estado. A investigação é comandada pela Divisão de Combate a Crimes Contra o Patrimônio Público (DCCPP/Deic) e pelo Laboratório de Lavagem de Dinheiro (LAB-LD/Deic), com o apoio do Ministério Público (MPSC) e do Ministério Público de Contas.

Os mandados judiciais desta terça foram cumpridos nas cidades de Penha, Balneário Piçarras, Joinville, Garuva, Timbó, Balneário Camboriú, Itapema e Sinop (MT). Mais de 80 agentes da Polícia Civil foram mobilizados para a tarefa. De acordo com o delegado Marcus Fraile, da Deic, as fraudes ocorreram entre os anos de 2011 e 2016. Os suspeitos são investigados pelos crimes de corrupção passiva, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.


Foto: MB Comunicação/Divulgação

O agronegócio catarinense supera os desafios e retoma o crescimento das exportações de carnes. Grande produtor de alimentos, Santa Catarina encerra o mês de maio com saldo positivo nas vendas internacionais de carne de frango, suína e bovina. Só no último mês, o Estado embarcou 105,4 mil toneladas de carnes, faturando US$ 182,6 milhões – quase 23% a mais do que em abril.

O governador Eduardo Pinho Moreira comemorou o resultado comercial e econômico, destacando a conquista de novos mercados pela produção catarinense. “É um estímulo importante num momento em que o Estado promove ainda mais a valorização de nossos produtos com o Compre de SC e comprova o acerto do esforço do governo para garantir a eficiência do agronegócio”, disse.

Página 8 de 346