Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Vídeos

Projeto garante acessibilidade para deficientes visuais ao Portal de Serviços do Executivo

Projeto garante acessibilidade para deficientes visuais ao Portal de Serviços do Executivo

Nos últimos meses de 2018, uma equipe de desenvolvedores de software do Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina (Ciasc) recebeu um desafio novo. A missão: tornar o Portal de Serviços do Governo de Santa Catarina 100% acessível para deficientes visuais. Depois de muito de trabalho, a novidade está disponível desde o começo de dezembro.

Oportunidades

Próximos eventos

Para compor a equipe, o secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, anunciou Carla Silvanira Bohn como secretária-adjunta. Servidora pública de carreira da Secretaria de Estado da Educação, Carla começou a carreira docente em 2001.

“A expectativa maior é promover uma educação de excelência para os alunos da rede pública estadual e, em paralelo, proporcionar elementos facilitadores ao trabalho docente, com auxílio de novas tecnologias”, destaca a secretária-adjunta Carla.

Foto: Aires Mariga / Epagri

A Lei Federal nº 13.790, que garante São Joaquim como a Capital Nacional da Maçã, foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro na última semana, dia 3 de janeiro. Santa Catarina é o maior produtor da fruta do Brasil e boa parte da produção está concentrada em São Joaquim.

A maçã é um dos destaques do agronegócio catarinense. O estado conta com 2.992 produtores e uma safra esperada de 623,1 mil toneladas – sendo que 75% desse total será produzido em São Joaquim. O município é responsável por 35% da produção e da área plantada do Brasil.

A produção de maçã em São Joaquim iniciou na década de 70 e a fruta se adaptou perfeitamente ao clima da região. “Mesmo num país tropical, São Joaquim tem uma condição climática diferenciada. Temos um inverno rigoroso e verões amenos, com noites frias. Isso garante frutas mais doces, com melhor coloração, mais sabor e um período maior de conservação”, explica o gerente de Extensão Rural da Epagri de São Joaquim, Marcelo de Liz.

O inverno gelado de São Joaquim possibilita que as macieiras tenham 900 horas de frio por ano – com temperaturas inferiores a 7°C – requisito fundamental para a floração e desenvolvimento de frutas com qualidade. Essa é um dos diferenciais do município, que garante uma produção constante ao longo dos anos.

A produção catarinense de maçãs é predominantemente da agricultura familiar, gerando renda para as pequenas propriedades rurais e movimentando a economia dos municípios. Segundo Marcelo de Liz, os produtores aguardam uma boa safra, com maçãs de alta qualidade e sabor. Em Santa Catarina as principais variedades de maçã produzidas são Gala e Fuji.

Informações adicionais para a imprensa
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca 
E-mail: imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48) 3664-4417/ 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br

Foto: Maurício Vieira/Secom

No verão, os estoques de sangue do Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina ficam abaixo do normal por conta de férias, feriados e dias mais quentes. Para evitar que essa situação se agrave, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina tomou a iniciativa de criar o “dia D” de doação de sangue em todo o estado, uma ação informal que contou com a vice-governadora Daniela Reinehr e cerca de 20 bombeiros ao Hemosc de Florianópolis nesta quarta-feira, 9, para uma coleta coletiva.

Daniela, que já é doadora e tem doadores frequentes na família, agradeceu a ação dos bombeiros e repassou a convocação para a população. “Eu fiquei muito feliz com o convite e aproveito a oportunidade para conclamar a sociedade catarinense para que vá ao Hemosc. São só alguns minutinhos do tempo de vocês, tragam um documento com foto, venham bem alimentados e é importante que estejam se sentindo bem de saúde. Colaborem, a exemplo do que o Corpo de Bombeiros está fazendo. Eu também procurei vir aqui doar, para servir de exemplo para a população, porque é isso que a gente tem que fazer. Os exemplos arrastam, então participem porque é muito importante”, afirmou.

Para a diretora-geral da hemorrede de Santa Catarina, a médica hematologista e hemoterapeuta Denise Linhares Gerent, esta iniciativa do Corpo de Bombeiros e da vice-governadora é de grande valia. "Todas as ações que coloquem no consciente das pessoas a importância da doação de sangue, e que chame a atenção para o ato, nos auxilia muito, uma vez que a população catarinense acaba respondendo e é importante lembrar que a doação não se faz em um único dia, nós precisamos para manter os estoques constantes, com doações que aconteçam regularmente”, explica.

Salvar vidas de todas as maneiras

Além do ato em Florianópolis, cadetes, oficiais e comunitários de todo o estado foram a hemocentros em diversas cidades para realizar a doação. “O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina é parceiro do Hemosc durante o ano inteiro. Embora estejamos envolvidos na operação veraneio, com salvamentos aquáticos e todo o aparato preparado para o turista e para a população, nós também podemos salvar vidas de outra maneira, e esta é uma ação para conscientizar todos a doarem sangue, sejam bombeiros ou não”, reforçou o tenente Ian Triska, Chefe da Comunicação Social do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina.

A vice-governadora relembrou que este ato simples salva muitas vidas: “Sempre costumo dizer: feliz de quem pode doar, nós temos que pensar que existem pessoas nos hospitais, esperando por esta doação”, complementou.

Sobre a doação de sangue

A doação de sangue é uma ação 100% segura. O doador está totalmente protegido, uma vez que não há contato com nenhum tipo de sangue e nem material utilizado por outros doadores. As agulhas e recipientes são descartáveis e manipulados por uma equipe de profissionais altamente especializada. Para doar é preciso ter idade entre 16 e 69 anos, pesar acima de 50 quilos, estar bem alimentado, saudável e apresentar documento emitido por órgão oficial com foto.

O candidato a doador passará por uma triagem clínica com entrevista sigilosa, na qual é fundamental contar sobre problemas de saúde. É necessário dizer a verdade para que a doação não prejudique o doador ou as pessoas que receberão o sangue.

São retirados apenas 450 ml, e todo o sangue é separado em diferentes componentes, como hemácias, plaquetas, plasma e outros, podendo beneficiar mais de um paciente com apenas uma bolsa coletada. Esses componentes são distribuídos para atender às solicitações médicas.

Periodicidade

Para realizar a doação regular, os homens podem doar em um intervalo de dois meses, não ultrapassando quatro doações por ano. Já as mulheres podem doar em intervalo de três meses, não ultrapassando três doações por ano. 

Informações adicionais para a imprensa:

Melina Cauduro
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
(48) 3665-3009 / (48) 9 9938-9839
melina@secom.sc.gov.br 
www.sc.gov.br 

Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O governador Carlos Moisés assinou na tarde desta quarta-feira, 9, a nomeação de 911 professores efetivos para a rede estadual de ensino a partir de fevereiro. A medida foi anunciada por meio de uma transmissão ao vivo nas redes sociais direto da sede da Secretaria de Estado da Educação (SED), no Centro de Florianópolis, ao lado da vice-governadora Daniela Reinehr, do secretário da pasta, Natalino Uggioni, e do secretário da Casa Civil, Douglas Borba. Os professores efetivos substituirão ACTs (Admitidos em Caráter Temporário).

“É um processo que vem a somar com a qualidade de ensino. Dessa forma, o professor pode ter uma relação mais estável com o aluno. Nosso objetivo é de incluir aqueles que estão abandonando a escola, trazendo inovação para o ambiente educacional”, disse Moisés.

O edital de convocação traz o nome dos professores chamados e o local de trabalho a partir de 1º de fevereiro, quando tomam posse. Como são mil vagas, os demais serão nomeados até o início do ano letivo. Os futuros docentes fazem parte de um grupo aprovado em concurso público em 2017. A chamada dos professores havia sido anunciada em outubro de 2018.

Ainda durante o ato de assinatura, a vice-governadora salientou que muitas vezes os professores representam o primeiro elo das crianças com a sociedade e uma referência para toda a vida.

Também na oportunidade, o secretário Natalino aproveitou para apresentar a sua secretária-adjunta, Carla Bohn, que atuará ao seu lado com o objetivo de melhorar a qualidade da educação e trazer mais inovação para as salas de aula.

“A expectativa maior é promover uma educação de excelência para os alunos da rede pública estadual e, em paralelo, proporcionar elementos facilitadores ao trabalho docente, com auxílio de novas tecnologias”, destacou a secretária-adjunta.

Números da SED

Atualmente, a SED possui 40.749 servidores ativos, sendo 36.674 destes professores, entre efetivos e temporários.

Visitas aos servidores

Ainda durante a tarde da quarta-feira, Moisés e a vice Daniela fizeram visitas aos servidores das secretarias da Saúde e da Educação. Em ambas as ocasiões, o governador e a vice reforçaram o seu compromisso com o servidor público de carreira e disseram que a intenção é promover as melhores condições de trabalho dentro da estrutura governamental.

Informações adicionais para a imprensa
Leonardo Gorges
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: leonardogorges@secom.sc.gov.br 
Fone: (48) 3665-3045
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC 

Foto: Peterson Paul/Casa Civil

O governador Moisés, participou na manhã desta quarta-feira, 9, de um encontro com o novo presidente da Celesc, Cleicio Poleto Matins, e servidores da empresa, na sede da companhia, em Floianópolis. Funcionários de todas as regionais também acompanharam a reunião por videoconferência.

Na oportunidade, o governador reforçou as metas de trabalho do novo Governo - entre elas, gestão técnica em todos os setores - e destacou que a contribuição da Celesc é fundamental para a execução da grande maioria das políticas públicas de Estado.

“Energia elétrica é insumo básico e essencial para o desenvolvimento econômico. Além disso, a empresa conta com um quadro técnico extremamente habilitado para alcançar as metas de qualidade e eficiência seja na distribuição ou na realização de investimentos”, ressaltou o governador.

O presidente da companhia reforçou o pedido de empenho e compromisso de todos os servidores com a nova gestão, citando como principais bandeiras a inovação, a sustentabilidade e a melhoria contínua dos serviços prestados à população.

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Página 8 de 363

Conecte-se