Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Com a Palavra, o Governador - 22 de dezembro de 2017

Com a Palavra, o Governador - 22 de dezembro de 2017

O Governador Raimundo Colombo dá sua mensagem de agradecimento pelo ano que passou e os votos de um feliz natal e próspero ano novo.

Oportunidades

Próximos eventos


Foto: James Tavares/Secom Arquivo

A primeira semana de setembro começa com predomínio de sol em todas as regiões. A temperatura estará alta, fazendo calor para a época do ano, conforme a Epagri/Ciram. As máximas, nesta segunda-feira, 04,  podem chegar a 36°C no Extremo-Oeste, 33°C no Litoral Sul, 30°C no Meio-Oeste e 27°C no Planalto e Litoral Norte. O vento sopra de nordeste a noroeste, fraco a moderado com rajadas.

Para a terça-feira, 05, a previsão é de sol entre nuvens com chance de nevoeiros no início do dia especialmente do Planalto ao Litoral. No decorrer da tarde e noite, há o aumento da nebulosidade no Estado, com chance de chuva à noite no Litoral Sul. A temperatura deve diminuir no fim do dia, devido a aproximação de uma frente fria do Litoral Sul de SC. O vento soprará de noroeste a sul, fraco a moderado com rajadas.

Previsão de IUV

A radiação ultravioleta é uma parte da radiação solar que provoca desde o bronzeamento da pele até queimaduras e câncer de pele. O Índice Ultravioleta (IUV) mede a intensidade desta radiação e pode variar de zero a mais de dez. O mapa apresenta a previsão do IUV máximo (no horário do meio-dia solar) para 5 dias, obtida do modelo atmosférico global do CPTEC/INPE, considerando quantidade de ozônio, posição do sol, tipo de superfície, cobertura de nuvens e outros. 

Previsão para os próximos 6 dias:

Os valores de IUV são apresentados na tabela a seguir, com a categoria de risco associado e precauções necessárias

IUV Categorias Precauções
  16 Extremo Extra proteção!
Evitar sol ao meio-dia, permanecer na sombra, usar boné, camisa e protetor
  15
  14
  13
  12
  11
  10 Muito alto
  9
  8
  7 Alto Em horários próximos ao meio-dia, procurar locais sombreados, usar camisa, boné e protetor solar.
  6
  5 Moderado
  4
  3
  2 Baixo Você pode ficar no sol o tempo que quiser.
  1
Precauções recomendadas pela Organização Mundial da Saúde

Maré seca na costa catarinense

Persiste a condição de maré seca na costa catarinense até a quarta-feira, 6. A maré baixa resulta da influência da lua cheia (maré de sizígia) e da persistência do vento do quadrante Nordeste (NE) associado a um centro de alta pressão (anticiclone) no ocenao Atlântico Sul. Estes fatores combinados provocam o afastamento das águas do mar da costa para o oceano aberto resultando na maré baixa. Este sistema apresenta características semalhantes ao anterior (ocorrido em agosto) e os valores de maré devem ser similares ao registrado naquela ocasião. 

Recomenda-se atenção para os horários da Tabela 1 nos locais próximos a desembocaduras de rios, pois a maré baixa dificulta a entrada e saída de embarcações, podendo causar encalhes. Mais detalhes no Litoral online. 

Tabela 1 – Maré astronômica

LOCALIDADE

SEG

04/09/2017 

TER

05/09/2017 

QUA

06/09/2017 

 

Hora

Alt.(m)

Hora

Alt.(m)

Hora

Alt.(m)

             

SÃO FRANCISCO DO SUL

07:36

-0.2

08:04

-0.2

08:32

-0.1

 

19:13

0.3

19:45

0.2

20:11

0.1

             

ITAJAÍ

07:08

0.0

07:40

0.0

08:19

0.0

 

20:42

0.3

20:51

0.3

19:31

0.3

             

FLORIANÓPOLIS

07:21

0.0

08:00

0.0

08:43

0.0

 

20:38

0.4

20:47

0.4

20:43

0.4

             

IMBITUBA

07:04

0.0

07:49

-0.1

08:30

-0.1

 

20:00

0.2

20:36

0.2

21:08

0.2

Mais informações para a imprensa:
Central de Meteorologia
Epagri/Ciram
Fone: (48) 3665-5007 e (48) 3665-5172
E-mail: contatociram@epagri.sc.gov.br
Site: www.ciram.epagri.sc.gov.br
Facebook


Foto: Julio Cavalheiro/Arquivo Secom

O Porto de Imbituba, no Sul do estado, entra para a rota dos navios gigantes vindos da Ásia. Está programada para esta terça-feira, 5, a chegada oficial do navio Capitão San Juan, com mais de 330 metros de comprimento. O governador Raimundo Colombo acompanha a operação a partir das 14h30 e, às 15h30, concede coletiva para a imprensa, acompanhado pela direção do porto.

Esta será a primeira escala semanal no porto dentro da nova linha de longo curso, sempre com navios gigantes, transportando contêineres para atender aos maiores mercados do mundo. Cinco empresas armadoras vão operar na linha de longo curso: Hamburg Sud, Hapag-Lloyd, Hyundai, NYK e ZIM.

Serão 13 navios se revezando, sendo que o trajeto completo demora cerca de 90 dias, saindo de Busan, na Coreia do Sul, e passando por países como China, Singapura, Malásia, Argentina e Uruguai, além do Brasil, antes de retornar para Coreia do Sul. No total, são 19 portos atendidos. Em SC, os navios atracarão em Imbituba e, também, em Itapoá.

Administrado pela SCPar Porto de Imbituba, subsidiária da SC Participações e Parcerias, do Governo do Estado, o Porto de Imbituba entrou na escala diante de suas tarifas competitivas e da profundidade de acesso marítimo, com destaque para dois berços de atracação com 15 metros, a maior entre os portos públicos do Sul do país e uma das maiores do Brasil.

O diretor presidente da SC Par, Gabriel Ribeiro Vieira, explica que a capacidade do Porto de Imbituba é para receber até 500 mil TEUs (unidade correspondente a um contêiner de 20 pés) por ano e a expectativa da administração é que apenas a nova linha movimente cerca de 70 mil TEUs por ano.

Desde que passou a ser administrado pelo Governo do Estado, em 2012, o Porto de Imbituba tem apresentado crescimento expressivo. O resultado de 2016 ficou marcado pelo maior índice de movimentação desde o início de suas operações. Ao longo do ano passado, o porto movimentou 4.803.186 toneladas, um crescimento de mais de 40% em relação ao desempenho de 2015.

Dados do navio Capitão San Juan:
Largura: 48,40m
LOA (comprimento) 331m
Altura: 69,08 m
Tripulação (contando o comandante): 24 pessoas
Bandeira (onde foi registrado): Alemanha
Ano de construção: 2015
Peso total: 123.101 toneladas
Local de fabricação: Coreia do Sul

Informações adicionais para a imprensa:
Alexandre Lenzi
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: lenzi@secom.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3018 / 98843-4350
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto Mayelle Hall / ADR Joaçaba

Representantes do poder público estadual e municipal e entidades da sociedade civil dos municípios que integram as Agências de Desenvolvimento Regional de Joaçaba, Campos Novos, Seara, Videira, Caçador, Concórdia e Curitibanos participaram, nesta quinta-feira, 31 de agosto, do workshop para elaboração do Plano de Desenvolvimento Santa Catarina 2030. O evento foi realizado na Unoesc, em Joaçaba.

A construção do Plano é uma ação do Governo do Estado, coordenada pela Secretaria do Planejamento (SPG), com apoio da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A proposta é construir uma visão de futuro para Santa Catarina, definir indicadores, metas e objetivos setoriais, traçar linhas de ação estratégicas para as regiões e identificar os desequilíbrios socioeconômicos.

Foi o quinto de oito workshops que serão realizados no Estado. Na oportunidade foi apresentada a metodologia do Plano de Desenvolvimento, tendências e cenários, além de dados sintetizados nos workshops setoriais previamente realizados. Os participantes, divididos em grupos por dimensão e áreas temáticas, discutiram os obstáculos que dificultam o desenvolvimento macrorregional e propuseram ações estratégicas, que foram apresentadas em plenária. O Plano de Desenvolvimento de Santa Catarina 2030 aborda quatro dimensões: Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social, Infraestrutura e Meio Ambiente e Gestão Pública, que se dividem ainda em 12 áreas de discussão.

O diretor de Desenvolvimento Regional e das Cidades da SPG, Norton Boppré, destacou que o workshop é construído de forma participativa como instrumento auxiliar para a ação governamental em Santa Catarina. E busca responder as seguintes questões: onde estamos, aonde queremos chegar, como vamos chegar lá e com quais instrumentos de governança.

Mais informações para a imprensa
Maykon Adriano Flor
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado do Planejamento - SPG
Fone: (48) 3665-3319 / 99186-9740
E-mail: maykon@spg.sc.gov.br
www.spg.sc.gov.br




Foto: Jaqueline Noceti / Secom

A entrevista semanal com o governador Raimundo Colombo dessa semana traz como destaques a situação fiscal e econômica de Santa Catarina, a chegada do primeiro navio de grande porte ao Porto de Imbituba, no Sul do Estado e o projeto de fortalecimento da cadeia produtiva da Piscicultura na Serra Catarinense.

Colombo destacou que Santa Catarina está conseguindo manter o equilíbrio fiscal honrando pagamentos, realizando obras e elevando o esforço na contenção de gastos​.​


Foto: Julio Cavalheiro/Secom

O governador Raimundo Colombo e o presidente da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Epagri), Luiz Hessmann, participaram, nesta sexta-feira, 1º de setembro, da abertura do Campo Experimental de Piscicultura da Serra Catarinense, em Painel. O espaço foi inaugurado há 32 anos, como órgão vinculado ao Ministério da Agricultura, mas estava desativado. Agora, o Governo do Estado conseguiu a transmissão de patrimônio para a Epagri, por meio de um Termo de Cessão de Uso. O investimento de R$ 284 mil vai adequar o local para a produção de espécies nativas e fortalecer toda a cadeia produtiva da piscicultura na Serra Catarinense.

Para o governador Raimundo Colombo, no campo que estava em desuso, deverá surgir uma alternativa importante para agregar renda à propriedade. “Essa obra estava paralisada, enquanto tentávamos estadualizar para poder tocar a produção de peixe e distribuir para aos proprietários interessados. Agora será necessário um esforço integrado com as prefeituras, órgãos de pesquisa e nós já temos um corpo técnico muito qualificado para começar a produzir, gerando renda e oportunidade para o produtor. Há um potencial extraordinário pra que essa atividade cresça e se fortaleça aqui na região", destacou. Os alevinos serão distribuídos aos produtores interessados na atividade.

Conforme o governador, a qualidade e a temperatura das águas na região são ideais para a produção de diversas espécies, definidas a partir de estudos técnicos que começarão a ser realizados mesmo durante o período de readequação do local. Os trabalhos incluem principalmente a desinfecção e pintura dos tanques, a recuperação de uma pequena barragem que está no terreno e contribui para o abastecimento de água. A previsão é que até o fim desse ano, o novo campo comece a produzir.

De acordo com a Epagri, a cadeia produtiva vem crescendo, e a indústria está carente da matéria-prima.“Vamos atuar fortemente na pesquisa e na produção de espécies como a Truta, o Jundiá e o Piava, características da região. Nossa meta é a partir de março de 2018 renovar o banco de matrizes com uma produção anual de 4 mil alevinos, atraindo aproximadamente 600 produtores na região”, projeta o presidente da Epagri.

Os trabalhos de adequação da infraestrutura do campo começam imediatamente. O campo está localizado no Km 242 da SC-114, ao lado da rodovia, numa área de 19 hectares, o equivalente a 190 mil metros quadrados. As obras vão transformar o local em um dos mais completos centros de piscicultura do país.

Por meio de uma cooperação técnico-científica entre a Epagri e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina, Fapesc, a meta é avançar nas pesquisas e ofertar a assistência técnica adequada a cada espécie aos produtores.

Na estrutura, há um espaço que permite trabalhar com embriões prontos, o que acelera algumas fases do processo natural de reprodução e garante uma capacidade total de produção de até quatro mil alevinos por ano.                      

Durante o ato de transferência da base do Ibama para a Epagri, o governador Raimundo Colombo fez a entrega de três veículos. Um deles será para as atividades da nova estação de piscicultura e os outros dois veículos seminovos foram repassados à secretaria de Agricultura do município de Lages.                      

Informações adicionais para a imprensa
Francieli Dalpiaz 
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: francieli@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3018 / 98843-5676
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

                         

Página 131 de 252