Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Com a Palavra, o Governador - 22 de dezembro de 2017

Com a Palavra, o Governador - 22 de dezembro de 2017

O Governador Raimundo Colombo dá sua mensagem de agradecimento pelo ano que passou e os votos de um feliz natal e próspero ano novo.

Oportunidades

Próximos eventos


Audiência em São Pedro de Alcântara. Foto: Rosália Pessato/Suderf

Novas linhas de ônibus municipais na Grande Florianópolis e mais frequência do transporte coletivo são as principais mudanças propostas pela Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis (Suderf) para a Rede Integrada de Transporte Coletivo Metropolitano. O projeto, elaborado em parceria com o Observatório da Mobilidade Urbana da UFSC e discutido com as prefeituras, foi apresentado nos municípios de São Pedro de Alcântara, Antônio Carlos, Santo Amaro da Imperatriz, Biguaçu e Águas Mornas nas últimas semanas.

“Os resultados foram muito bons porque não se resumiram a reclamações. As pessoas expuseram suas necessidades, como a ampliação de linhas e horários e tudo aquilo que corresponde a um bom sistema de transporte. Foi muito produtivo, inclusive com a participação dos prefeitos dos cinco municípios, que estão integrados ao processo de planejamento, visando ao atendimento da sua população”, comentou o superintendente de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis, Cassio Taniguchi.

Hoje, o sistema de transporte coletivo, na maioria das cidades da região continental da Grande Florianópolis, está restrito a linhas intermunicipais para Florianópolis, com pouca oferta de ônibus. Com a Rede Integrada de Transporte Coletivo Metropolitano, o usuário do sistema poderá trocar de veículo para chegar a uma cidade da região sem pagar novas passagens cheias, ou seja, pagará apenas o complemento de tarifa dependendo do destino.

"Todos os sistemas de transporte coletivo na região metropolitana têm que ser regularizados, ou seja, precisa haver concorrência pública, com exceção de Florianópolis. A sobreposição de linhas e serviços é ineficiente e não traz benefícios ao usuário. As vantagens do sistema integrado são mais conectividade entre os municípios da região continental, redução de custos do sistema, mais serviços aos usuários e média de tarifa mais baixa”, explicou o diretor técnico da Suderf, Celio Sztoltz.

As apresentações da Suderf e UFSC da Nova Rede de Transporte Coletivo Metropolitano ocorrem em parceria com as prefeituras municipais. Nesta quinta-feira, 31, será realizada em São José, a partir das 19h30, no Centro Multiuso. Já em Palhoça e Governador Celso Ramos, as datas não foram definidas pelas prefeituras.

Serviço

O quê: Apresentação da Nova Rede de Transporte Coletivo Metropolitano
Onde: Centro Multiuso de São José (Av Acioni Souza Filho, s/n)
Quando: 31 de agosto de 2017 (quinta-feira)
Horário: 19h30

Canais de informação:

www.spg.sc.gov.br/suderf
www.facebook.com/suderf
www.facebook.com/observatoriodamobilidade

Mais informações para a imprensa:
Rosália Dors Pessato
Assessoria de Comunicação
Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Grande Florianópolis - Suderf
E-mail: rosalialdors@gmail.com
Fones: (48) 3665-3334 e (48) 99150-1222
Site: www.spg.sc.gov.br/suderf


Foto: Divulgação / SOL 

Entrou no ar neste fim de semana nos veículos tradicionais de mídia e nas redes sociais a campanha publicitária do projeto O Sul É Meu Destino, iniciativa surgida em Santa Catarina para divulgar de forma integrada os atrativos turísticos do Sul do país. O projeto foi lançado oficialmente nas última sexta-feira, 25, no 6º Meeting de Turismo que reuniu representantes do setor dos três estados do Sul no Beto Carrero World, em Penha, no Litoral Norte de SC.

Com o conceito “Sul. Não dá para contar, tem que conhecer” e um investimento estimado em R$ 5 milhões, a campanha quer atingir jovens, casais, famílias e turista de negócios. Para cada um desses segmentos, haverá mensagens específicas. Serão anúncios em meios impressos (jornais e revistas), TV e banners em locais estratégicos como metrôs e aeroportos. Nas redes sociais, a estratégia publicitária inclui o engajamento de influenciadores digitais e de personalidades nascidas na região.


Foto: Divulgação / SST 

Prefeitos e gestores técnicos municipais de Santa Catarina participaram da segunda capacitação sobre as novas regras de regularização fundiária e habitação, na nesta sexta-feira, 25, em Chapecó. O evento faz parte da mobilização do Governo do Estado, via secretaria da Assistência Social, Trabalho e Habitação, para levar a mais de 300 mil famílias catarinenses os documentos que regularizam as propriedades. A base dos debates foi a lei federal 13.465, que trata do tema, sancionada no mês passado. Com este evento, mais de mil catarinenses estão aptos a trabalhar o assunto em seus municípios. 

O secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, Valmir Comin, ficou muito satisfeito com a participação das pessoas e afirmou que o resultado é muito importante para a continuidade dos trabalhos. Ele relata que todos os cadastros são realizados via CAD Único, para a conferência real de renda. “Todos os municípios enfrentam o problema da falta de regularização fundiária, uns mais, outros menos. Mas, ao todo, temos em Santa Catarina mais de 300 mil famílias encarando este problema. Nossa meta é mudar esta realidade”, resumiu o secretário. 

Conforme informações do secretário Executivo de Habitação e Regularização Fundiária da SST, Leodegar Tiscoski, a partir de agora, cada município conseguirá dar início aos trabalhos de identificação das pessoas que não possuem documentação de seus terrenos, principalmente os de baixa renda, e montar cadastros para iniciar os processos. 

A capacitação, realizada no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, foi promovida pela Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST) por meio da Secretaria Executiva de Habitação e Regularização Fundiária, com parceria da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc) e da Prefeitura Municipal de Chapecó.

Mais informações para a imprensa:
Kênia Pacheco
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação - SST
Fone: (48) 3664-0916 / (48) 99984-1799
E-mail: ascom@sst.sc.gov.br
Site: www.sst.sc.gov.br


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

Dentro da programação do aniversário de 100 anos de Chapecó, no Oeste do Estado, o governador Raimundo Colombo, acompanhado do secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, participou do evento Educação Integral para o Século XXI, onde foi assinado o termo de compromisso entre o Governo do Estado, a prefeitura de Chapecó, a Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) e o Instituto Ayrton Senna, para instituir e consolidar a proposta de educação integral nas redes de ensino. O evento contou com a participação de duas mil pessoas, no Centro de Eventos Plínio Arlindo de Nes.

Colombo destacou a importância de criar o ambiente adequado para promover o ensino integral e o trabalho desenvolvido pelo Instituto Ayrton Senna na área da Educação em todo o Brasil. "Essa união de forças vai nos permitir avançar em um dos eixos mais importantes do desenvolvimento social e até econômico, de qualquer sociedade. O conhecimento e o que é possível transformar através dele também está na forma de atrair o nosso estudante para a sala de aula e apresentar a eles novas habilidades e novas oportunidades", destacou o governador.


Foto: James Tavares / Secom

Em entrevista no programa semanal Com a Palavra, o Governador, Raimundo Colombo destacou o novo radar meteorológico do Oeste, o Centro de Engenharia e Tecnologia da Embraer (Cete), os investimentos da Casan e a renovação do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam).

Página 132 de 248