Encontre serviços oferecidos pelo Governo de SC

Reunimos neste site tudo o que o Governo pode fazer por você

Notícias em destaque

Serviços em destaque

Vídeos

Simulado Integrado de Resposta a Desastres da Defesa Civil

Simulado Integrado de Resposta a Desastres da Defesa Civil

O Governo do Estado realizou o Simulado Integrado de Resposta a Desastres. O treinamento, feito por meio da Secretaria de Estado da Defesa Civil, junto do Exército Brasileiro, durou quatro dias. Também participaram do exercício a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, as defesas civis municipais e o Samu. O principal objetivo é a capacitação dos profissionais e a integração das mais diferentes esferas do governo.

Oportunidades

Próximos eventos


Fotos: Jeferson Baldo/Secom

O governador Eduardo Pinho Moreira se reuniu com representantes de hospitais de todo o Estado na manhã desta sexta-feira, 27, na sede da Associação e Federação dos Hospitais de Santa Catarina (Ahesc e Fehoesc) e da Federação das Santas Casas, Hospitais e Entidades Filantrópicas do Estado de Santa Catarina  (Fehosc), em Florianópolis. Esta foi a primeira visita de um governador ao local. Em agradecimento, a presidência das instituições homenageou Eduardo Moreira com uma placa que está exposta no auditório da sede. 

O secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, também esteve presente e ressaltou o esforço para a regionalização da Saúde. A proposta, que já vem sendo desenvolvida na Secretaria de Estado da Saúde (SES) com o apoio do governador, é levar aos hospitais de Santa Catarina serviços que ainda não oferecem, reduzindo a chamada "ambulancioterapia", que é a transferência de pacientes para os grandes centros em busca de especialidades médicas.

>>> Galeria de fotos

"Em São Miguel do Oeste, o governador já autorizou a instalação, a partir de julho, da oncologia no Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, retirando as pessoas das estradas entre São Miguel do Oeste e Chapecó. Estamos trabalhando também para levar a oncologia para Rio do Sul e São Bento do Sul, por exemplo. É fazendo serviços em cada região do Estado que estamos melhorando a vida dos catarinenses”, ressaltou o secretário.

Gestão técnica e eficiente

O governador destacou a escolha feita com a atual gestão na saúde pública do Estado. Completando 45 anos de formação na área, o secretário tem experiência para entender as dificuldades crescentes dos hospitais. “Acélio Casagrande, além de um gestor qualificado, possui uma sólida influência em Brasília, o que é extremamente importante para obter recursos”, afirmou Eduardo Moreira.

O atual governo tem aplicado 14% do Orçamento do Estado em Saúde, o que resulta em R$ 230 milhões por ano. A ideia para 2019 é aumentar para 15%. Para isso, segundo o governador, um projeto foi encaminhado para a Assembleia Legislativa (Alesc). “Se os deputados aprovarem, a partir do ano que vem este percentual vai automaticamente para a Saúde”, disse.

Homenagem

Por ser a primeira ida de um governador à sede da Ahesc, Fehoesc e Fehosc, que fica no Bairro Coqueiros, Eduardo Pinho Moreira foi homenageado com uma placa com seu nome, descerrada durante a reunião da diretoria nesta sexta-feira. O anfitrião, presidente da Associação de Hospitais de SC (Ahesc), Altamiro Bittencourt, agradeceu a presença e o fato de o governador ter eleito a área da Saúde como uma das prioritárias deste governo.

“Representamos mais de 180 hospitais. Nunca tivemos tantas reuniões com a Secretaria de Estado da Saúde como estamos tendo agora, e somos recebidos muito bem. Agradecemos ao governador por ter convidado Acélio Casagrande para ser o secretário da Saúde, pois ele tem uma competência incomparável, o que nos deixa muito esperançosos”, enfatizou Bittencourt.

O presidente da Fehosc, Hilário Dalmann, lembrou que havia 18 milhões de laudos represados e que, quando Eduardo Pinho Moreira assumiu o cargo, colocou a demanda em dia. O presidente da Fehoesc, Tércio Kasten, também frisou a importância de as entidades receberem na sede pela primeira vez um governador, já convidando para futuras visitas. “A casa sempre estará de portas abertas”, reforçou.

Mais informações para a imprensa:
Ritta Dias
Secretaria de Estado da Comunicação
Fone: (48) 3665-3041
www.sc.gov.br

Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-8820
www.ses.sc.gov.br


Fotos: Julio Cavalheiro / Secom

Com uma análise detalhada da situação de SC, foco no planejamento e execução e com a tônica de “fazer mais com menos”, o governador Eduardo Pinho Moreira apresentou aos prefeitos da Associação dos Municípios da Região da Grande Florianópolis os programas e ações do Governo do Estado. O encontro foi realizado durante a assembleia geral da associação na manhã desta sexta-feira, 27, no Centro Cultural de São João Batista.

“Este encontro com os prefeitos é de fundamental importância. Desta forma, Santa Catarina ganha com a integração e parcerias entre Estado e municípios. Apresentei a situação do Estado, os avanços e desafios desta gestão”, disse o governador.  

Prioridades

O governador destacou que as estratégias para garantir ainda mais desenvolvimento das regiões foram iniciadas desde que assumiu o Governo em fevereiro deste ano e que os resultados, conforme ele,  já começam a aparecer, especialmente nas duas áreas definidas como prioridades – Saúde e Segurança Pública.



>>> Fotos na galeria

O prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido, agradeceu a presença do governador e enfatizou que a união  de esforços entre os governantes garante o desenvolvimento para toda região.
 
Estradas
 
Eduardo Pinho Moreira disse que dentro das principais prioridades, o Governo do Estado está incluindo também a recuperação das estradas estaduais. “Santa Catarina é um estado produtor, exportador e com um grande potencial turístico, então precisamos ter estradas de qualidade”, explicou.
 
Pagamentos
 
O governador ressaltou que é preciso manter vigilância, sobretudo nos gastos com pessoal. Com o acréscimo de R$ 6,2 bilhões na folha de pagamento, registrado entre 2010 e 2017, o Governo do Estado ultrapassou o limite legal imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal. “Estamos trabalhando com total transparência e responsabilidade, algumas medidas com cortes de gastos são fundamentais neste momento. E é exatamente o que estamos fazendo”.

O governador ainda falou aos prefeitos sobre o Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam). “Quem negou o Fundam foi o BNDES. Ele disse que não há no banco recursos para atender no molde do programa”, esclareceu Eduardo Pinho Moreira. Santa Catarina está habilitada a contratar junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) R$ 723 milhões, que podem ser investidos em obras que priorizem o fortalecimento econômico do Estado em diversas frentes. O financiamento deverá atender obras estruturantes, que promovam o desenvolvimento econômico e turístico de Santa Catarina. 
 
Mais segurança 
 
Nas cidades de Florianópolis, São José, Palhoça, Biguaçu, Santo Amaro da Imperatriz, Águas Mornas, Anitápolis, Angelina, Antônio Carlos e São Pedro de Alcântara, o número de homicídios teve uma redução de 26,88%, o que representa 93 para 68, no período de 1º de janeiro até 26 de abril. Em Florianópolis, os homicídios e latrocínios tiveram a diminuição de 36,8%; enquanto os roubos caíram 33,8%. E em Santa Catarina, dos 295 municípios, 211, ou seja, 71,5%, não há registro de homicídios desde o início deste ano. 
 
Economia e medicamentos

Para melhorias na área da saúde, com o objetivo de oferecer o melhor atendimento para população, R$ 10 milhões mensais estão garantidos. Uma portaria publicada em 29 de março no Diário Oficial da União confirmou os repasses do governo federal, em todos os meses a partir de junho, aos cofres da Secretaria da Saúde de SC.

Outra conquista importante é o reabastecimento de medicamentos e materiais. Em poucos meses, o abastecimento de medicamentos e insumos nos hospitais próprios apresentaram resultados positivos: passou de 36% para 81% nas unidades. Apenas em medicamentos foram adquiridos 672 itens, enquanto que em relação aos materiais esse número ultrapassa os 1,4 mil itens. A meta da Secretaria de Estado da Saúde é atingir 90%. 

Cirurgias e investimentos

O governador destacou o Projeto Ver, que em cinco meses de mutirões de cirurgias oftalmológicas, devolveu a visão para 7.675 pessoas que aguardavam na fila de espera. O projeto já atendeu 49% da demanda estadual. Eduardo Pinho Moreira ressaltou também a ampliação do atendimento no Hospital Regional São José, que ganhou mais uma sala de cirurgia. Citou o Hospital Florianópolis, que retomou o atendimento, além da entrega de cadeiras de rodas para os pacientes do Centro Catarinense de Reabilitação e renovação da frota do Samu pelo Ministério da Saúde para 11 municípios de SC. A Grande Florianópolis foi contemplada com duas ambulâncias, uma para Palhoça e outra para Santo Amaro da Imperatriz.

Também já foi adquirido, pela Secretaria de Estado da Saúde, um novo tomógrafo para o Hospital Celso Ramos. Está sendo feita uma obra para adequação física para instalação do aparelho, que será capaz de realizar 64 imagens por segundo. Isso vai permitir que o hospital realize, em média, três vezes mais exames de tomografia computadorizada. O governador também falou da inauguração da ampliação da hemodinâmica do Instituto de Cardiologia em São José e a construção do Centro Cirúrgico, UTI e centro de materiais esterilizados no Cepon, com investimentos de R$ 10 milhões. 

Outras áreas

As ações em outras áreas do Governo do Estado também foram apresentadas pelo governador. Para Agricultura, Eduardo Moreira destacou o fortalecimento das Câmaras Setoriais da Maricultura, Pesca e Piscicultura, e a Lei Estadual da Piscicultura, enviada para Assembleia Legislativa no dia 12 de abril. A lei deve regularizar a situação dos piscicultores que possuem tanques em áreas de preservação permanente e que não conseguiam licença ambiental.

Na Assistência Social, citou a mudança das instalações sem custos do prédio da secretaria, o que representa uma economia de R$ 23 milhões. Além dos investimentos para o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) em Biguaçu, com entrega das obras previstas para julho, e o Centro de Referência de Assistência Social (Creas), em Florianópolis. 

Eduardo Pinho Moreira destacou o Turismo, que representa 13% do PIB. Esta temporada apresentou números positivos, gerando R$ 10, 1 bilhões para a economia.  

Empregos
 
A atenção à geração de empregos e renda foi outra diretriz sinalizada desde os primeiros dias da gestão estadual. Eduardo Pinho Moreira salientou que o Estado apresentou, em fevereiro, o segundo melhor saldo na geração de empregos, atrás somente de São Paulo. “Somos um Estado competitivo e representativo para a economia do país. E o Governo do Estado não vai medir esforços para continuar garantindo o avanço no desenvolvimento e da geração de empregos e renda”, apontou o governador. 

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Robson Valverde/SES

Dez municípios de Santa Catarina irão receber novos profissionais dentro do Programa Mais Médicos a partir da próxima semana. Os médicos intercambistas (brasileiros formados no exterior) foram recepcionados nesta quinta-feira, 26, pela Comissão Estadual do Programa Mais Médicos de Santa Catarina, durante evento realizado pela Secretaria de Estado da Saúde. Eles já começam a trabalhar na próxima quarta-feira, 2 de maio.

Agrolândia, Balneário Arroio do Silva, Balneário Camboriú, Gaspar, Laurentino, Joinville, Lontras, Modelo, Painel e Princesa foram os municípios contemplados. Essa medida tem o objetivo de reposição, já que o período máximo de permanência dos médicos do programa é de três anos.

O coordenador da comissão do Programa Mais Médicos de SC, Paulo Orsini, explicou que os dez médicos já passaram por um período de treinamento de 30 dias em Brasília e que a recepção realizada em Florianópolis serve para traçar um panorama da saúde no Estado. “Para se ter uma ideia da dimensão e importância do programa para Santa Catarina, cerca de 1/3 dos 1,8 mil profissionais que atuam em Saúde da Família são do Mais Médicos”, destacou. “Nosso Estado tem a maior cobertura em atenção básica entre todos os estados brasileiros”.

No total, 539 profissionais médicos do programa atuam em 209 municípios catarinenses: 156 brasileiros graduados no país, 137 brasileiros graduados no exterior e 246 médicos cubanos cooperados.

“Essa posição de Santa Catarina em relação à atenção básica é que nos deixa motivados para iniciar o trabalho”, afirma o médico Ivo Santin, formado no Paraguai e que irá assumir uma vaga na cidade de Modelo, localizada na região Oeste do Estado. “Prestei o Revalida e já passei. Agora meu objetivo é aproveitar ao máximo essa oportunidade”.

Mais informações para a imprensa:
Fabrício Escandiuzzi
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Saúde - SES
Fone: (48) 3664-8820 / 99913-0316
E-mail: imprensa@saude.sc.gov.br
Site: portalses.saude.sc.gov.br


Foto: IMA

O presidente do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), Alexandre Watrick Rates, realizou na quarta-feira, 25 de abril, a assinatura online da primeira licença totalmente digital do órgão. Este é o primeiro sistema integrado de licenciamento ambiental do Brasil com assinatura e certificado digitais.

O sistema, conhecido como Sinfat, vai possibilitar mais agilidade e segurança na emissão das licenças ambientais. Com a assinatura digital, um e-mail é encaminhado ao usuário informando sobre a emissão do documento. O solicitante, por sua vez, não precisa mais se deslocar ao IMA ou às CODAMs – Coordenadorias Regionais – para ter acesso à autorização. Pelo próprio sistema, ele recebe a licença.

Além de facilitar a entrega, o sistema dificulta a falsificação dos documentos. Por meio de certificados de segurança como QR Code, consulta no sistema do IMA e da validade da assinatura, data, hora, usuário e certificado, é possível verificar a autenticidade da licença, da assinatura e do conteúdo da autorização ambiental.

O sistema foi desenvolvido durante seis meses pelos analistas do próprio Instituto e deve facilitar a entrega da licença, garantir mais segurança, agilizar o atendimento no protocolo e reduzir o uso de papéis, pois a partir de agora todas as licenças serão apenas digitais.

Este é o primeiro clique para a total informatização do instituto. Em breve, novos projetos inovadores serão lançados, tornando o IMA referência no uso de tecnologia para aprimorar a qualidade do trabalho. “Esta é a modernização que o instituto veio trazer, colocando os processos de forma eletrônica, garantindo mais segurança e rapidez. É o início de uma nova era”, destacou o presidente do IMA, Alexandre Waltrick Rates.

Informações adicionais para a imprensa
Claudia Xavier
Assessoria de Imprensa
Instituto do Meio Meio Ambiente - IMA (ex-Fatma)
E-mail: comunicacao@fatma.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-4177
Site: www.fatma.sc.gov.br


Foto: James Tavares/Secom

O governador Eduardo Pinho Moreira participou, na noite desta quinta-feira, 26, em Camboriú, da abertura da 36ª edição do Congresso Internacional dos Gideões Missionários da Última Hora. O evento, que teve o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, deve reunir cerca de 150 mil pessoas de todo Brasil e de mais de 40 países até a segunda-feira, 30, com cultos e pregações.

“Este congresso já se consolida como um dos maiores do nosso país e traz milhares de pessoas para Camboriú. Aqui mostram e propagam a fé e a esperança. O congresso também contribui para o aumento da movimentação econômica do município e de toda a região fora da temporada de Verão, além de fomentar o turismo religioso. Eu saio deste local energizado, ciente de que meu trabalho como governador de Santa Catarina é fazer o bem aos sete milhões de catarinenses”, afirmou Eduardo Pinho Moreira.

>>> Galeria de fotos

Além desse congresso anual, que é considerado um dos eventos mais importantes para o povo pentecostal, os Gideões Missionários da Última Hora possuem projetos missionários em várias partes do mundo, como Índia, Cuba, Colômbia, Peru, Portugal, Iraque e Egito. “É tudo muito bem organizado. É um orgulho para todos nós, catarinenses, receber um congresso desta magnitude e que une as pessoas e fortalece a fé” , disse o secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Tufi Michreff Neto.

Movimentação hoteleira

Para o município, o congresso representa a visibilidade de Camboriú com o turismo religioso, além de movimentar a economia. “No último ano, a arrecadação da prefeitura com os alvarás do comércio temporário foi de mais de R$ 500 mil. A movimentação da rede hoteleira de Camboriú e Balneário Camboriú aumenta em torno de 60% neste período. Nos sentimos honrados com este grande evento da nossa cidade”, informou o prefeito de Camboriú, Elcio Rogério Kuhnen.

O presidente dos Gideões Missionários da Última Hora, pastor Reuel Bernardino, fez a abertura do evento e agradeceu o apoio do Governo do Estado. Até segunda-feira, os cultos iniciam às 7h e seguem até 23h, no Ginásio Irineu Bornhausen, em Camboriú. A entrada é gratuita.

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Página 15 de 323