Tamanho da Fonte

 

Governador e ministro participam do ato de assinatura que autoriza a migração de rádios AM para FM em Santa Catarina

O governador Raimundo Colombo e o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, participaram nesta sexta-feira, 17, em Florianópolis, da assinatura do termo que autoriza a migração de rádios AM para a faixa de FM. As emissoras estão instaladas em vários locais do Estado e fazem parte das rádios AM que pediram ao Ministério para mudar de faixa.

Em Santa Catarina, mais de 100 emissoras solicitaram a mudança. Assinaram o termo 13 rádios nesta sexta-feira. Outras 16 assinaram o documento, em Brasília, no último ano. Destas 16, 11 emissoras já estão operando em FM. Com a mudança, essas rádios ganham mais qualidade de sinal e poderão ser sintonizadas também em dispositivos móveis, como tablets e smartphones, o que garante a continuidade do serviço e a modernização das emissoras.

“O rádio é um veículo de grande valor comunitário. Nossa tradição é ouvir rádio e acompanhar o dia a dia da nossa comunidade, assim esses valores da vida comunitária se tornam ainda mais reforçados. Mudando para FM, teremos um alcance maior, qualidade e um custo operacional mais baixo. É um ganho extraordinário, isso faz com que se fortaleça esse vínculo com a sociedade. É um avanço significativo para Santa Catarina”, destacou o governador Raimundo Colombo.


Foto: James Tavares/Secom

>>> Ouça o Boletim da Rádio Secom e faça o download

O ministro Kassab afirmou que o objetivo é melhorar a qualidade das atividades do setor de radiodifusão, que presta relevantes serviços ao país. “O Brasil hoje tem uma política de comunicação e empreendedores no ramo de extrema qualidade, que fazem o trabalho com idealismo. A partir de agora, centenas deles vão prestar o serviço com mais qualidade. Trabalhamos para que até o próximo ano todo o processo esteja concluído em Santa Catarina e, no país, acreditamos que até o final de 2018 estaremos perto da conclusão. Essa migração aproxima as pessoas do rádio, da programação”, salientou.

Santa Catarina foi o primeiro Estado escolhido pelo Ministério para receber a caravana que vai percorrer outras regiões do país, com mutirões para agilizar a transição do AM para o FM. Com a assinatura dos termos aditivos, as emissoras devem apresentar ao MCTIC o projeto técnico de instalação para nova emissora de FM e solicitar à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a autorização para uso de radiofrequência.

Com a liberação do uso da radiofrequência, os veículos podem começar a transmitir na nova faixa. O engenheiro de Radiodifusão e Telecomunicações Cláudio Lorini explicou que as rádios podem operar nas duas faixas simultaneamente por um período de 180 dias, quando serão desligadas as emissoras de AM. “Existem no Brasil em torno de 1,7 mil rádios AM, destas 70% optaram por fazer o processo de migração. Estamos trabalhando com um conceito de evolução”, informou.

A solenidade também contou com a presença do secretário de Estado da Comunicação de Santa Catarina, João Debiasi, da secretária de Radiodifusão do MCTIC, Vanda Nogueira, do presidente da Associação Catarinense das Emissoras de Rádio e TV (Acaert), Marcelo Petrelli, do presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Silvio Dreveck, entre outras autoridades.

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3005 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

 

Desenvolvimento: CIASC | Gestão do Conteúdo-SECOM | Tecnologia-Open Source