Fotos: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

O governador Carlos Moisés foi agraciado pelo Exército Brasileiro com a Medalha do Pacificador, em evento de comemoração ao 48º aniversário da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada (Brigada Silva Paes), em Florianópolis, na noite desta segunda-feira, 11. A honraria também foi concedida ao comandante-geral da Polícia Militar e presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior.

"Recebo com grande honra a Medalha do Pacificador. Há necessidade de pacificar o país, religar as pessoas, sem brigas meramente ideológicas. Recebo em nome de todo o Governo de Santa Catarina", declarou Carlos Moisés.

O governador também destacou a importância das Forças Armadas para a prestação de serviços em todas as regiões. "A gente percebe como o Exército, por meio dos seus comandos locais, interagem em todas as áreas do Estado, com as polícias, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil, em ações que o cidadão espera de nós", expôs.

:: Veja mais fotos na galeria

O evento teve a presença de ex-combatentes da Força Expedicionária Brasileira (FEB) e militares do 23º, 62º e 63º Batalhões de Infantaria, 28º Grupo de Artilharia de Campanha e do 14º Regimento de Cavalaria Mecanizado, este último campeão da Prova Combatente Silva Paes.

"Nossos 48 anos são poucos, mas são a parte vísivel de uma árvore de bons frutos", resumiu o comandante da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada, general Ricardo Miranda Aversa. "Ao celebrarmos mais um ano de existência, renovamos nosso compromisso de servir a pátria, como uma chama viva em cada um de nós", afirmou.

Entre os homenageados da noite também estava a diretora do Detran, delegada Sandra Mara Pereira, agraciada com o diploma de Amigo da Brigada, assim como outras 11 personalidades reconhecidas pelos serviços prestados ao Exército Brasileiro: capitão de mar e guerra Alexandre Lopes Vianna de Souza, coronel de aviação Luiz dos Santos Alves, Claudinei Marques, Fábio Alexandre Dalonso, Antônio Obet Koerich, Marcelo Corrêa Petrelli, Gilberto Ziebarth, Carlos Norberto da Silva, Reginaldo Fontanella, Moacir Gervázio Thomazi e Dolores Carolina Tomaselli.

Outras honrarias concedidas na noite foram as medalhas Pró-Pátria (ao general de brigada Ricardo Miranda Aversa), Eternos Combatentes da FEB (a Marlene Borges de Oliveira), Bandeirante Domingos Jorge Velho (ao ex-combatente Leopoldo Tomelin), e Nunca Vencidos (aos ex-combatentes José Bernardino Coelho e Arnoldo Lana).

Informações adicionais para a imprensa
Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
E-mail: renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99605-9196
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC


Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

O Governo de Santa Catarina lançou, na tarde desta segunda-feira, 11, o Govcar, uma nova forma de transporte de servidores via aplicativo para a região da Grande Florianópolis. A inovação deve resultar em uma economia de aproximadamente R$ 5 milhões nos primeiros 12 meses de funcionamento.

"Estamos inovando e economizando em todas as áreas para colocar o dinheiro onde ele efetivamente deve estar, que é na saúde, educação, na segurança e na infraestrutura, para que Santa Catarina continue se desenvolvendo", resumiu Carlos Moisés, durante a reunião do colegiado pleno, com a presença de todos os secretários e gestores das autarquias, fundações e empresas estatais.

::: Imagens na galeria de fotos

A nova modalidade também tornará mais transparente os deslocamentos dos servidores, pois todos os percursos ficarão registrados por georreferenciamento. A partir de agora, a empresa responsável terá cerca de 30 dias para adaptar o aplicativo à realidade do Governo do Estado - período para testes no âmbito da Secretaria de Estado da Administração. 

“A iniciativa é inédita no Poder Executivo Estadual. Os servidores vão usar no ambiente de trabalho um aplicativo no celular para chamar o transporte para se locomover por necessidade de serviço, como já fazem nos seus deslocamentos particulares", informou o secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca.

Com isso, o Estado passará a pagar R$2,65 por quilometragem rodada, economizando cerca de 50% nos custos com manutenção veicular, depreciação e aluguel de frota. Inicialmente, o transporte será exclusivo entre os municípios da Grande Florianópolis. A previsão é ampliar a cobertura para todo estado com o mesmo sistema. 

A equipe da secretaria Executiva de Comunicação desenvolveu uma logomarca para ilustrar o novo sistema e facilitar a busca visual dos servidores nos aparelhos celulares.  

Como vai funcionar

Antes de usar o aplicativo, o servidor solicita ao gestor de transportes do órgão a quantidade de viagens que vai utilizar no dia. No horário previsto, por meio do aplicativo no smartphone, o veículo será acionado pelo servidor, informando o endereço do deslocamento. A empresa terá cerca de 15 minutos para disponibilizar o carro, enquanto o passageiro deverá se apresentar no ponto de embarque em, no máximo, cinco minutos. 

Cada secretaria terá um limite mensal de quilometragem a ser utilizada, de acordo com um levantamento e com o estudo realizado para implantação do sistema. Todo o controle de deslocamento de cada servidor será feito por cada setor.

Informações adicionais para imprensa:
Krislei Oechsler e Renan Medeiros
Assessoria de Imprensa
E-mail: comunicacao@sea.sc.gov.br e renan@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-1636 / (48) 99105-4085 / (48) 99605-9196
www.sc.gov.br 


Foto: Arquivo / Cidasc

O faturamento de Santa Catarina com as exportações de carne suína neste ano já supera a marca de 2018. De janeiro a outubro, o estado embarcou 330,5 mil toneladas do produto, gerando receitas de US$ 670,4 milhões - 2,5% a mais do que o valor total registrado no ano anterior. Santa Catarina segue como maior produtor e exportador de carne suína do Brasil, respondendo por 57% de toda a saída nacional.

Grande parte das exportações catarinenses tem como destino abastecer o mercado chinês. China e Hong Kong concentram 57,8% de todo faturamento catarinense com os embarques de carne suína e as expectativas são que esse valor aumente ainda mais nos próximos meses.  Segundo o analista do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), Alexandre Giehl, a China deve continuar aumentando suas importações de proteínas de origem animal, em função da drástica redução no rebanho suíno causada pelo surto de peste suína africana que o país atravessa.

"Serão necessários alguns anos para que a China atinja novamente os níveis de produção que o país apresentava até 2018. Neste cenário, o Brasil, e em especial Santa Catarina, possui condições de atender parte dessa demanda adicional, tendo em vista a competitividade dos seus produtos e as boas condições sanitárias da produção animal", explica.

Desempenho em outubro

No mês de outubro, os catarinenses exportaram 31,4 mil toneladas de carne suína, gerando um faturamento de US$ 67,6 milhões. Mais uma vez a China foi o grande destaque: os embarques para o país trouxeram receitas de US$ 16,6 milhões, 117% a mais do que em outubro de 2018.

Mercados mais exigentes

Impressiona também o aumento das exportações para os mercados mais exigentes do mundo. No acumulado do ano, Santa Catarina ampliou em 215,9% as vendas para o Japão, em 42,3% para os Estados Unidos e em 497,5% os embarques para a Coreia do Sul.

O acesso a estes mercados se dá pela excelência sanitária conquistada por Santa Catarina. O estado é o único do Brasil reconhecido como área livre de febre aftosa sem vacinação pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Ceron
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural
imprensa@agricultura.sc.gov.br
Fone: (48)-3664-4417/(48) 98843-4996
Site: www.agricultura.sc.gov.br
www.facebook.com/AgriculturaePescaSC/

 
Foto: Cristiano Estrela/Secom

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) divulga o primeiro relatório semanal de balneabilidade referente à temporada 2019-2020. De acordo com o resultado, 77,3% dos pontos analisados nos 500 quilômetros da costa catarinense estão próprios para banho. De novembro a março a pesquisa é divulgada todas as semanas devido ao maior número de banhistas nas praias do estado.

Segundo o relatório, em Florianópolis, dos 85 locais onde há coleta, em 63 a condição da água é própria para banho humano. Nos demais pontos do litoral, de 144 pontos, em 114 recomenda-se o mergulho. Com relação ao monitoramento anterior, três pontos passaram da condição de impróprio para próprio e 21 de próprio para impróprio.

As coletas foram realizadas de 04 a 08 de novembro nos municípios de Araranguá, Bal. Arroio do Silva, Bal. Gaivota, Bal. Camboriú, Bal. Rincão, Barra Velha, Biguaçu, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Gov. Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Balneário Piçarras, Porto Belo e São José.

O IMA recomenda aos banhistas que acessem o site balneabilidade.ima.sc.gov.br para consultar a situação e o histórico de cada ponto.

Informações adicionais à imprensa:
Claudia Xavier
Assessoria de Imprensa IMA
Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina
E-mail: comunicacao@ima.sc.gov.br
Fone: (48) 3665 4177 / (48) 99172 8277
Site: www.ima.sc.gov.br 


Diretora de Empreendedorismo e Competitividade da SDE, Letícia Duarte Lemos, fala no Seminário Brasil Mais Simples. Foto: Divulgação / Sebrae/SC

Os avanços e desafios na implantação do SC Bem Mais Simples foi um dos destaques durante o Seminário Brasil Mais Simples – etapa Santa Catarina, que reuniu representantes de estados e municípios, em Florianópolis. Concluído nesta sexta-feira,8, o evento promovido pelo Sebrae/SC e com o apoio do Governo do Estado, debateu as novas diretrizes da Lei de Liberdade Econômica e Desburocratização, MEI digital, além dos próximos passos do governo, representantes dos órgãos licenciadores e fiscalizadores.

“Santa Catarina atua na vanguarda do desenvolvimento com ações integradas e estaduais que facilitam e dão mais segurança jurídica aos negócios, estimulando a criação de empregos”, destacou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), Lucas Esmeraldino.

A diretora de Empreendedorismo e Competitividade da SDE, Letícia Duarte Lemos, observou que o objetivo do estado é fazer política pública e orientar os municípios, como deve ser feito com a sanção da nova Lei de Liberdade Econômica. “Nossa missão como gestores públicos é trabalhar para termos competitividade num ambiente mais isonômico possível”, disse. 

Instituído pela lei 17.071, o programa SC Bem Mais Simples funciona em Santa Catarina por meio do Enquadramento Empresarial Simplificado (EES), com base nas informações constantes da autodeclaração dos empreendedores. Assim estabelecimentos com baixo potencial poluidor, baixo risco sanitário e pouca complexidade podem ser abertos de forma simples e ágil. Criado em 2015, o programa tem o objetivo de desburocratizar a abertura de empresas, reduzindo o prazo médio de abertura para menos de cinco dias úteis.  

O presidente da Junta Comercial de Santa Catarina (Jucesc), Juliano Chiodelli, contabiliza que o programa já é realidade em 75 cidades catarinenses. “Estamos trabalhando de forma integrada para que, em breve, o programa esteja funcionando em todos os 295 municípios. Desburocratizar, é preciso. O catarinense tem em seu DNA a veia empreendedora, somos um dos estados que mais constitui empresas e gera empregos”, afirma. 

Para o diretor de Engenharia e Qualidade Ambiental do Instituto do Meio Ambiente (IMA), Fábio Castagna, a transformação digital do Instituto vem ao encontro do processo de implantação do SC Bem Mais Simples. "Temos em média 18 mil processos por ano de licenciamento ambiental a serem analisados. A expectativa é que com a simplificação possamos nos concentrar na demanda que gera impacto ambiental”, avalia.

Mais informações para a imprensa:
Mônica Foltran
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
Fone: (48) 3665-2261 / 99696-1366
E-mail: jornalistamonicafoltran@gmail.com
Site: www.sds.sc.gov.br


Foto: Antonio Prado / Fesporte 

Blumenau é campeão geral da 59ª edição dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc), realizada nas cidades de Timbó, Pomerode e Indaial e que terminou neste domingo, 10. O município agora soma 42 conquistas no maior evento poliesportivo do Sul do Brasil. No festivo de encerramento, o município mais vezes campeão finalizou sua participação com mais um troféu e uma medalha de ouro. Venceu Brusque, na decisão do basquete masculino.

Na classificação geral, Blumenau somou 228 pontos, Itajaí foi segundo colocado, com 170, São José terceiro, com 138, Florianópolis quarto, com 108, e Chapecó, com 106, terminou em quinto.

>>> Confira os campeões por modalidade neste link

O presidente da Fesporte, Rui Godinho da Mota, destacou a organização por parte dos municípios-sede e o elevado nível das competições. "Foi fantástico. A abertura já foi fascinante. Percebi o altíssimo nível de competição. A ginástica rítmica, por exemplo, tinha sete atletas de seleção. Vamos batalhar para transformar os Jasc no maior evento esportivo do país e uma referência de organização esportiva", destacou Godinho.

“Estou bastante feliz com o desempenho das nossas modalidades, é um momento de grande alegria, resultados expressivos, vários troféus. É a nossa delegação honrando a bandeira, a camisa de Blumenau, com muito orgulho, muita garra e felicidade, levando o nosso município para todo o estado, com muito carinho”, avaliou Egídio Beckhauser, diretor executivo da Secretaria do Esporte de Blumenau.

Neste domingo ainda de disputas, o basquete masculino de Blumenau entrou em quadra para fazer mais uma final. Na decisão, venceu Brusque por 85 a 58, e levou mais um ouro para casa. Com o resultado, ampliou a performance e o rendimento na campanha dos Jogos Abertos de 2019.

Beckhauser tem a receita do sucesso do município: “Os resultados vieram com a dedicação dos nossos técnicos, dos dirigentes, de toda a comunidade blumenauense, do poder público, do investimento da iniciativa privada e das parcerias”.

Os Jasc foram promovidos pelo Governo de Santa Catarina e realizados por intermédio da Fesporte, em parceria com os municípios de Indaial, Timbó e Pomerode.

Texto: Olavo Moraes

Informações adicionais para a imprensa
Antônio Prado
Assessoria de Imprensa 
Fundação Catarinense de Esporte - Fesporte
Fone: (48) 3665-6126/ (48) 99949-5255
E-mail: prado@fesporte.sc.gov.br
Site: www.fesporte.sc.gov.br

 


Fotos: Doia Cercal / Secom

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) tem 166 mulheres no efetivo. Para compartilhar ações e melhorar resultados nos quartéis do estado, foi realizado durante este sábado, 9, o 8º Encontro e Capacitação Estadual de Bombeiras Militares de Santa Catarina, na cidade de Capivari de Baixo. O governador Carlos Moisés e a primeira-dama Késia Martins da Silva estiveram no evento.


Fotos: Doia Cercal / Secom

O governador Carlos Moisés assinou dois decretos na manhã deste sábado, 9, durante o evento de abertura da XVIII Olimpíada Catarinense de Bombeiros na cidade de Tubarão. Um deles vai desburocratizar procedimentos para empresários que precisam do alvará de funcionamento para os estabelecimentos.

"Estamos flexibilizando e facilitando o processo para os empresários que querem abrir o próprio empreendimento. Agora, eles podem ter acesso ao alvará de funcionamento pela autodeclaração. Sendo assim, eles vão preencher toda a documentação necessária e poderão receber o alvará. Depois órgãos do governo passarão para fiscalização. Essa é uma maneira de agilizar os processos. Estamos confiando na palavra dos empresários catarinenses", disse Carlos Moisés. 

:: Mais fotos na galeria 

A liberação do alvará por autodeclaração é para empreendimentos de até 750 metros quadrados. O pedido deve ser feito nas unidades do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC).

O outro decreto assinado pelo governador dá liberdade para o  comandante-geral do CBMSC, coronel Charles Alexandre Vieira, redistribuir a quantidade de bombeiros comunitários por quartel operacional, conforme necessidade.

"Nós já temos 97% de confiança da sociedade catarinense. Isso é um orgulho e vamos seguir nesse desafio. Com essas mudanças, vamos melhorar sempre nossas operações para continuar atendendo nossa comunidade", comentou Charles Alexandre Vieira.

O governador ainda aproveitou o ato para liberar R$ 200.000,00 para a aquisição de uniformes para os bombeiros da Federação Catarinense de Bombeiros Comunitários (Fecabom). 

"Com esse ato poderemos continuar com o nosso trabalho em Santa Catarina. Vamos comprar fardamentos e equipamentos para seguir na nobre missão de auxiliar os bombeiros militares no que for preciso", falou o presidente da Fecabom, Marcelo Schrubbe. 

Sobre a Olimpíada

Mais de mil bombeiros militares e comunitários de Santa Catarina se reuniram para a XVIII Olimpíada Catarinense de Bombeiros. O governador abriu o evento, realizado na Arena Multiuso Prefeito Estêner Soratto da Silva, em Tubarão. 

"Esse é um evento que eu participava quando era bombeiro militar da ativa. Eu me sinto em casa relembrando alguns desses momentos", disse o Carlos Moisés.

O evento reúne os participantes para provas que remetem às atividades diárias da corporação, como atendimento pré-hospitalar; subida no cabo de sisal; montagem de estabelecimento; natação e combate a incêndio com extintores. Na programação, ainda tem a Corrida do Fogo, com a participação da comunidade.

Informações adicionais para imprensa:
Luiz Gustavo Silva
Assessoria de Imprensa
Secretaria Executiva de Comunicação - SECom
Fone: (48) 3665-3058 / (48) 99609-7077
E-mail: luizgustavosilva@secom.sc.gov.br
Site: www.sc.gov.br 
www.facebook.com/governosc e @GovSC 


Fotos: Heda Wezel / Celesc

A Celesc inaugurou nesta sexta-feira, 8, uma nova subestação (SE) no Bairro Capoeiras, em Florianópolis. A estrutura tem potência instalada de 40 MVA, suficiente para garantir o crescimento da região continental de Florianópolis nos próximos 10 anos, especialmente dos bairros de Capoeiras, Estreito, Coqueiros, Itaguaçu, Bom Abrigo e Abraão, com reflexos também nos bairros limítrofes do município de São José, antes atendidos pelas subestações Coqueiros e Roçado.

A SE representa investimento de aproximadamente R$ 9,4 milhões, valor que também contempla a construção da Linha de Transmissão entre ela e o seu ponto de conexão no sistema elétrico existente, na Via Expressa. “A SE Florianópolis Capoeiras é mais uma obra que confirma o compromisso da Celesc com o desenvolvimento e com a qualidade de vida de quem mora, trabalha e investe em Florianópolis e na região metropolitana”, comentou o presidente da Empresa, Cleicio Poleto Martins.

“Neste primeiro momento, a Subestação vai operar com 50% da sua capacidade total de transformação e, ao longo do ano de 2020 ganhará  novos alimentadores e trabalhará à plena carga, em benefício de toda a região na sua área de abrangência”, conta o diretor de Distribuição, Sandro Ricardo Levandoski. Ainda com o intuito de garantir o abastecimento do mercado futuro, a obra também foi projetada com espaço suficiente para abrigar novos transformadores de potência, dobrando a capacidade instalada.



Informações técnicas

A Subestação Florianópolis Capoeiras está ligada na Linha de Transmissão em 138.000 volts, que interliga a Subestação Palhoça (pertencente ao sistema Eletrosul e localizada naquele município) à Subestação Trindade (do sistema Celesc), localizada no Bairro Córrego Grande, já na Ilha, por meio de uma intersecção no trecho desta LT na BR-282 (Via Expressa).

Novos investimentos reforçam o sistema elétrico na Grande Florianópolis

A construção da subestação Florianópolis Capoeiras faz parte de um grande pacote de obras de alta tensão projetado para atender a região da grande Florianópolis, que incluem a instalação de novas SEs em São José, Palhoça, Santo Amaro e Governador Celso Ramos. Os empreendimentos integram o Programa Quinquenal de Obras da Celesc e deverão estar implantados até 2022, sendo que a nova subestação do município de São José, localizada no Bairro Real Parque, deverá ser energizada até dezembro deste ano. Para essas obras, a Celesc prevê investimentos de R$ 60 milhões, incluindo as Linhas de Distribuição necessárias para conectar as novas subestações ao sistema elétrico existente.

Outro empreendimento de grande importância para a região metropolitana da Grande Florianópolis, que também está em vias de finalização, e foi anunciada pelo diretor Sandro Levandoski, é a nova Linha de Transmissão, em 138 mil Volts, entre as subestações Biguaçu (do sistema Eletrosul) e Tijucas (do sistema Celesc). Quando energizada, ela permitirá o alívio de carga da Linha pertencente ao sistema Eletrosul que hoje abastece as subestações de Tijucas e Camboriú Morro do Boi, pertencentes à Celesc. A Linha, de 26,5km, passa pelos municípios de Biguaçu, Canelinha e Tijucas, e representa investimento de R$ 21 milhões. “Trata-se de uma obra de grande vulto, que está sendo realizada há um ano e quatro meses, envolvendo cinco empresas e 130 profissionais”, contou Levandoski. A nova LT deve ser energizada até dezembro.

Informações adicionais para a imprensa:
Assessoria de Imprensa Celesc
(48) 3231-5140 - assessoria de imprensa
(48) 99901-7767 - plantão para emergências


Foto: Julio Cavalheiro / Arquivo / Secom

A concessão do Centro de Eventos de Balneário Camboriú pelo prazo de 20 anos foi autorizada nesta sexta-feira, 8. O decreto assinado pelo governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, conclui mais uma etapa do processo, que vem sendo tratado como uma das prioridades na área do turismo. A próxima etapa é o lançamento da concorrência pública de seleção da empresa responsável pela gestão.

A presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo de SC (Santur), Flávia Didomenico, destaca que o decreto atende ao estudo que apontou o melhor modelo de concessão para o espaço. “De acordo com esse estudo, o ideal seria a conceder a gestão do local pelo período de 20 anos, e não por 30 anos, como previa o anterior”, explica.

De acordo com o decreto, o Centro de Eventos será destinado à realização de feiras, congressos, convenções, seminários e eventos do gênero. Também estabelece quais são as fontes de receita permitidas à concessionária, decorrentes do uso do local para estes fins.

Após a publicação do decreto no Diário Oficial, a documentação será encaminhada ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) que tem prazo de até 60 dias para análise e manifestação. Posteriormente a Santur lançará o edital de concorrência pública para seleção da empresa que se responsabilizará pela gestão. “A Santur, integrada a outros órgãos do governo, vence mais esta etapa para em breve iniciar o processo licitatório e ter o Centro de Eventos funcionando em um curto espaço de tempo”, destaca Flávia Didomenico.

Reta final

O cronograma da entrega das obras está dentro do previsto pelo Governo do Estado e também pela SCPar. O estipulado pela Comissão de Licitação da Santur é que os últimos ajustes nos processos licitatórios para obras nos espaços que envolvem os elevadores, as divisórias e também a climatização sejam concluídos até o final de dezembro.

Ainda dentro do previsto, o Centro de Eventos de Balneário Camboriú deverá estar em pleno funcionamento no segundo semestre de 2020. Portanto, os eventos estão sendo pré-agendados com datas somente a partir do mês de julho.

Informações adicionais para a imprensa:
Ana Paula Flores
Assessoria de Imprensa 
Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina - Santur 
E-mail: imprensa@santur.sc.gov.br
Fone: (48) 3665- 7480​ / (48) 98844-1240
Site: www.turismo.sc.gov.br