lages 20130705 1440350217

Os primeiros compromissos do governador Raimundo Colombo na visita à Serra Catarinense, nesta sexta-feira, 5, foram a liberação de recursos, via Fundo Social, ao asilo Lar dos Idosos e ao Programa Lages 100 Fome. As duas entidades prestam serviço de assistência social a idosos e pessoas carentes do município. Os convênios somam R$ 250 mil, e o dinheiro será utilizado no custeio das despesas das instituições. “O Governo vem ampliando o auxílio a programas sociais e entidades para dar subsídios a quem precisa dos serviços”, disse o governador.

>>> Acesse a nossa galeria de fotos

Os pedidos foram cadastrados no portal SC Transferências e aprovados pelo Conselho de Desenvolvimento Regional. Os recursos serão liberados para as entidades na próxima ordem bancária. O Asilo Lar dos Idosos recebeu R$ 100 mil para manutenção dos serviços básicos de moradia e atividades recreativas, auxiliando as mais de 31 pessoas que residem na casa, como o seu José Mazzucco, de 85 anos.

“Prestamos um trabalho basicamente voluntário, e todas as contribuições são muito bem vindas”, diz o diretor da entidade, Adayr Mendes. O Programa Lages 100 Fome, por sua vez, vai investir os R$ 150 mil, que recebeu do governo do Estado, na compra de alimentos que serão usados na preparação do sopão servido a famílias de baixa renda que residem no município. A assinatura do convênio aconteceu no centro social Lupércio de Oliveira Koeche, onde o programa funciona. “A fome de muita gente vem sendo saciada, e para seguirmos em frente, precisamos dessas ajudas”, ressalta o coordenador do Lages 100 Fomes, João Volni da Silva.

lages 20130705 1817187424

>>> Mais sobre a viagem do governador à Serra de SC:

Governo investirá R$ 5,9 milhões em rede elétrica subterrânea de Lages

Governo anuncia investimentos na Universidade do Planalto Catarinense

Mais informações 

Qualquer informação adicional pode ser obtida por meio do telefone da redação da Secom/SC no (48) 3665-3006 ou com a assessora Francieli Dalpiaz, que acompanha o governador. O celular da assessora é (48) 8843-5676. Outros contatos e informações do Governo estão disponíveis na página Sala de Imprensa. As fotos também estão disponíveis na página Galeria de Fotos e são de uso livre da imprensa. Para pedidos de fotos ou outro material de imagens, favor enviar no fotografia@secom.sc.gov.br ou diretamente pelo telefone (48) 3665-3013. Estamos à disposição.

Durante a visita a Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac), quinta-feira à noite, 4, o governador Raimundo Colombo assinou um documento que garante a liberação de R$ 1,7 milhão para a compra de equipamentos para nove laboratórios dos cursos de Engenharia de Produção, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica e Designer de Produção. O investimento representará mais qualidade no processo de formação de mais de 800 acadêmicos.

Colombo também autorizou a tramitação do processo referente à construção de um ginásio multiuso no campus. O projeto será cadastrado no portal SC Transferências e apresentado ao Conselho de Desenvolvimento Regional. Se aprovado, o Governo bancará a estrutura, orçada em aproximadamente R$ 1 milhão.

Como contrapartida, a universidade oferecerá bolsas de estudo de 50% para os cursos de graduação. O valor será amortizado em dois anos. A proposta foi feita pela Fundação Uniplac, presidida pela professora Luci Ramos. “Quem ganha é a sociedade, afinal, o número de bolsas de estudo será ampliado, e mais pessoas terão acesso ao ensino superior", destacou o governador. Entre 2011 e 2012, o Governo investiu R$ 6,4 milhões em bolsas para estudantes da universidade. Só neste ano, o valor se aproximará de R$ 6 milhões. 

Defensoria Pública

A solenidade também marcou a inauguração oficial do núcleo regional da Defensoria Pública, instalado em um dos blocos da universidade. O governador Raimundo Colombo, o Defensor Público do Estado, Ivan Ranzolin, e o secretário de Desenvolvimento Regional Gabriel Ribeiro, visitaram as dependências do órgão. Em pouco mais de um mês de trabalho, os cinco defensores que atuam no núcleo já atenderam mais de 250 casos, oferecendo assistência jurídica em diversas áreas.  

>>> Leia mais notícias sobre a viagem do governador em www.sc.gov.br

Informações adicionais:
Fabio Ramos
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Lages
E-mail: fabio@lgs.sdr.sc.gov.br
Telefone: (49) 8839-1727

Nevoeiros ao amanhecer em algumas cidades e tempo seco com
predomínio sol em Santa Catarina no decorrer do dia, devido a atuação de uma
massa de ar mais seco no Sul do Brasil. Temperatura em elevação. Vento de
nordeste a noroeste, fraco a moderado com rajadas.

As informações são da Empresa de Pesquisa Agropecuária e
Extensão Rural (Epagri), por meio do Centro de Informações e Recursos
Ambientais e de Hidrometeorologia (Ciram). Mais detalhes no site da
Epagri/Ciram.

Uma parceria entre o Governo do Estado e a Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), via compensação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviço (ICMS), viabilizará a implantação da rede de energia subterrânea em Lages. O governador Raimundo Colombo e o diretor da empresa público-privada, José Carlos Oneda, assinaram o contrato nesta quinta-feira, 5, na SDR. Agora, a Celesc já pode tramitar o processo, homologando a empreiteira que venceu a licitação.

Serão investidos R$ 5,9 milhões em sete ruas e três praças que concentram um grande número de lojas, restaurantes e supermercados. “O projeto dará um novo visual ao centro comercial da cidade, tornando-o mais atrativo, e isso trará impactos positivos à economia”, disse o governador.

O cronograma prevê a extinção da fiação aérea nas praças Vidal Ramos, João Ribeiro e Túlio Fiúza de Carvalho, e nas ruas Correia Pinto, Emiliano Ramos, Quintino Bocaiúva, Frei Rogério, Marechal Deodoro, Presidente Nereu Ramos e Coronel Córdova. O sistema será substituído pela rede subterrânea. Serão utilizados 25 mil metros de dutos de polietileno de alta densidade, 11 mil metros de cabos de alumínio, e dois mil quilos de cobre. As lâmpadas de iluminação ficarão em postes metálicos.

O diretor financeiro da Celesc, José Carlos Oneda, ressalta que o processo burocrático pendente será superado nos próximos dias, e os trabalhos começarão em agosto, com prazo de um ano para a conclusão. “Lages agradece essa parceria, que representará melhorias significativas na infraestrutura”, disse o prefeito Elizeu Mattos. A obra deve iniciar pela Rua Correia Pinto.

A Celesc, a empresa responsável, a Secretaria de Desenvolvimento Regional, a prefeitura e as demais frentes envolvidas no processo estabelecerão um diálogo constante para reduzir ao máximo os transtornos à população. “Trata-se de uma grande obra, que modernizará a cidade”, destaca o secretário de Desenvolvimento Regional, Gabriel Ribeiro.

Informações adicionais:
Fabio Ramos
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Lages
E-mail: fabio@lgs.sdr.sc.gov.br
Telefone: (49) 8839-1727

A Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Joinville recebeu, na manhã desta quinta-feira, 4, o presidente da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc), João Paulo Kleinubing, que apresentou o Badesc Cidades Juro Zero aos municípios da região. O programa oferece financiamentos de médio e longo prazo para ações de melhorias de infraestrutura e de serviços nas cidades catarinenses, promovendo o crescimento econômico com geração de emprego e renda. Neste ano, estão disponibilizados R$ 350 milhões, com 100% dos encargos subsidiados pelo Governo do Estado.

Os empréstimos contratados pelas prefeituras variam de R$ 500 mil a R$ 20 milhões, dependendo da capacidade de endividamento de cada uma. Os limites de crédito terão como referência o Índice de Participação Municipal (IPM) no Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual, Intermunicipal e de Comunicação (ICMS).

Podem ser encaminhados ao Badesc projetos de obras de saneamento básico, pavimentação asfáltica, construção de escolas e postos de saúde, entre outras. “A vantagem do programa é a desburocratização e a agilidade. Na análise das solicitações, temos uma equipe com muito conhecimento e experiência”, afirma João Paulo Kleinubing.

A reunião na Regional contou com a participação dos prefeitos José Chaves, de Garuva, Sérgio Aguiar, de Itapoá e Rovani Delmonego, de São João do Itaperiú, além de representantes dos municípios de Joinville, São Francisco do Sul, Barra Velha e Balneário Barra do Sul. Acompanhando o presidente do Badesc, estavam o diretor de Desenvolvimento de Negócios, Justiniano Pedroso e o gerente regional do Badesc, Carlos Adriano Liebl. Demais esclarecimentos podem ser obtidos na Gerência Regional do Badesc em Joinville, situada na Rua do Príncipe, número 330, no Centro.

Condições de acesso ao programa:

- Demonstrar capacidade de endividamento e de pagamento de acordo com as normas exigidas pelo Senado Federal;

- Atender aos requisitos do Manual de Engenharia e adotar os modelos de documentos necessários para instrução dos pleitos de operação de crédito, disponíveis no site www.badesc.gov.br.


Iniciativas apoiadas pelo Badesc Cidades Juro Zero:

Infraestrutura de habitação – projetos de engenharia, urbanização de áreas de favelas, lotes urbanizados e infraestrutura de lotes urbanos.

Sistema viário – projetos de engenharia, construção de viadutos, pontes, trapiches, passarelas, implantação de sinalização viária, abrigos de ônibus, pavimentação, drenagem pluvial, terminais rodoviários, urbanização (ex: iluminação vias públicas, ciclovias, passeios públicos, orlas marítimas, arborização de vias urbanas, entre outros).

Saúde e saneamento – projetos de engenharia, controle do meio ambiente, preservação de fundo de vales, preservação de reservas naturais, implantação de aterros sanitários, construção de unidades sanitárias, cemitérios, aquisição de equipamentos hospitalares e gabinetes odontológicos.

Empreendimentos comunitários – projetos de engenharia, construção de escolas profissionalizantes, creches, unidades de ensino escolar, postos policiais, postos de bombeiros, ginásios de esportes, equipamentos esportivos, centros comunitários, urbanização e equipamentos para praças e jardins, garagens e oficinas, centros de lazer, esportivo, cultural e administrativo e condomínios empresariais (incubadoras) e pavilhões industriais.

Equipamentos comunitários – aquisição de máquinas e equipamentos, destinados à realização de obras de infraestrutura, serviços públicos e transporte escolar (compra de novos veículos para locomoção de estudantes).

Apoio ao turismo – projetos de engenharia, portais turísticos, centros de informações, equipamentos de lazer associados ao turismo, centro de eventos, terminais turísticos, trapiches e similares, sinalização turística.

Saneamento básico – projetos de engenharia para implantação de rede de coleta e tratamento de esgoto, coleta e disposição de resíduos sólidos, sistemas de captação, tratamento, distribuição e produção de água.

Desenvolvimento institucional – contratação de elaboração de planos diretores e cadastros municipais, desenvolvimento da base cartográfica através de sistema aerofotogramétrico, aquisição de equipamentos de informática, softwares e câmeras para monitoramento de vias públicas.

Aquisição de bens imóveis – compra de bens imóveis destinados ao atendimento das finalidades da administração municipal.

Informações adicionais:
Glaene Vargas
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Joinville
E-mail: glaene@jve.sdr.sc.gov.br
Telefone: (47) 9240-8064

 

O secretário do Desenvolvimento Regional de Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt, acompanhado do diretor geral da SDR, Marcos Leone de Oliveira, e da gerente Regional de Educação, Celina Hobold da Rosa, entregou na tarde desta quinta-feira, 4, a ordem de serviço para a nova cobertura do ginásio de esportes da EEB Apolônio Ireno Cardoso, em Balneário Arroio do Silva. A obra está inserida na primeira etapa da reforma do ginásio.

A ordem de serviço foi entregue aos vencedores da licitação, representante da Empresa Pais e Filhos, Marconi Biff, que salientou que a obra deverá ser iniciada em 10 dias. A conclusão da nova cobertura deverá ser feita em até 90 dias.

O secretário Regional explica que será investido na nova cobertura R$ 135.948,19. “É uma reivindicação antiga da comunidade escolar. Acreditamos que após a conclusão da primeira etapa, já sejam disponibilizados recursos do Governo do Estado para a próxima etapa da reforma”, disse.

Informações adicionais
Leneza Possamai Della
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Araranguá
E-mail: imprensa@aru.sdr.sc.gov.br
Telefone: (48) 8842-7307

 

A equipe da Empresa Iguatemi Consultoria e Serviços de Engenharia Ltda, vencedora da licitação para elaboração do Projeto de Engenharia da Rodovia que liga os municípios de Maravilha e Bom Jesus do Oeste, já iniciou a primeira etapa do projeto. Os engenheiros Alexandre Mosimann Silveira e Gabriel Goedert Pauli realizaram nesta quinta-feira, 4, a primeira visita na rodovia que liga os dois municípios.

A visita foi acompanhada pelo secretário Regional Valci Dal Maso; pelo gerente de Infraestrutura da SDR Maravilha, Paulo Parzianello; pela prefeita de Maravilha, Rosimar Maldaner; pelo prefeito de Bom Jesus do Oeste, Airton Antonio Reinehr e pelo vice-prefeito de Bom Jesus do Oeste, Elton Henrique da Silva, além de secretários municipais.

Na quarta-feira, 3, os engenheiros estiveram na Regional de Maravilha reunidos com o secretário Regional Valci Dal Maso; a prefeita de Maravilha Rosimar Maldaner; o secretário de Administração de Bom Jesus do Oeste Walter Naujorks, o secretário de Planejamento de Bom Jesus do Oeste Celio José Fazzioni, além do gerente de Infraestrutura da SDR Maravilha Paulo Parzianello. O objetivo foi conversar com os gestores para identificar os anseios de cada município e realizar a pré-análise do projeto.

Os engenheiros repassaram que o projeto terá duração de nove meses, a contar de 17 de junho, data da entrega da ordem de serviço à empresa pelo Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra).

De acordo com os engenheiros, o projeto é feito em etapas sendo a primeira a contagem de trafego, considerada pré-análise onde é realizado um diagnóstico da situação atual da rodovia dimensionando o número de usuários para que seja realizado um bom projeto. Na segunda etapa, é desenvolvido o estudo de corredores, avaliando onde a rodovia irá passar, não obedecendo, necessariamente, o traçado já existente, podendo ter algumas variantes para melhorar o corredor.

Definindo o corredor, a obra vai para a terceira etapa, o projeto de engenharia propriamente dito. “Nessa etapa em que a equipe virá a campo com topografia, recolhimento de material para fazer sondagem, é o que chamamos de anteprojeto onde damos todas as soluções para o projeto”, explicam os engenheiros.

Com o anteprojeto pronto, o Deinfra realiza uma consulta pública. Ao final da terceira etapa, o Deinfra costuma fazer uma consulta pública nos municípios, onde a população é ouvida sobre o anteprojeto. Depois é que vem a quarta e última etapa, que consiste no detalhamento final do projeto de engenharia.

Informações adicionais
Carla da Silva Trentin
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Maravilha
E-mail: carla@mvh.sdr.sc.gov.br
Telefone: (49) 8839-1117

Visando agregar valor aos produtos e renda aos agricultores pertencentes à Secretaria de Desenvolvimento Regional de Quilombo, a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) promoveu nessa quinta-feira, 4, das 9h às 16h, no auditório da Escola Jurema Savi Milanez, em Quilombo, uma capacitação sobre classificação de produtos vegetais. De acordo com o gerente regional da Cidasc de São Lourenço do Oeste, Günther Halmann, essa capacitação só acontece graças aos esforços de algumas pessoas que pensam no fortalecimento do homem do campo. “Os agricultores do Estado podem ser capacitados graças ao esforço do governador João Raimundo Colombo do secretário de Agricultura João Rodrigues em parceria com o secretário regional Jaksom Castelli e o gerente de Agricultura da SDR Marcelo Moterle. Essas pessoas pensam no bem da comunidade e como fazer com que os agricultores possam permanecer no campo” comenta.

A capacitação tem o intuito de mostrar ao agricultor que ele pode ganhar mais se adequando as normas e agregando valor aos produtos. “Um exemplo bem simples. O agricultor que produz milho pipoca. Ao invés dele vender esse alimento a granel, ou então em garrafas pet, ele aprende a forma correta da comercialização, em menores quantidades, agregando valor” explica Halmann. O gerente de Agricultura da SDR, Marcelo Moterle destaca que o Estado está com muitos programas abertos para auxiliar os agricultores. “O Governador Raimundo Colombo é uma pessoa preocupada com a permanência do agricultor no campo e assim desenvolve programas para que se possam auxiliá-los. O agricultor, principalmente os que produzem frutas, hortaliças, grãos entre outras puderam sanar muitas duvidas” comenta Moterle.

O palestrante Benedito Kalh, da Cidasc de Florianópolis, explicou como devem ser adequadas as embalagens, rótulos, como deve acontecer à armazenagem o transporte e a venda. Medidas simples que podem fazer com que o produtor possa ganhar mais que o dobro do valor do produto na hora da venda. “Muitas pessoas reutilizam as caixas de madeira para o transporte. Essas caixas estão contaminadas por bactérias. O ideal é transportar em caixas novas, ou então em caixas plásticas laváveis a cada transporte” exemplificou o palestrante.  Ele lembrou que a tendência de mercado são as pessoas pagarem por qualidade e não por quantidade, pois na maioria das vezes preferem os alimentos mais frescos e bem embalados. “Nas grandes cidades, muitas pessoas moram sozinhas e não compram grandes estoques. Compram em bandejas para o consumo de uma ou duas refeições, por isso é preciso também investir na apresentação do produto ao olho do consumidor” menciona Kalh. Também participaram o prefeito de Quilombo Neuri Brunetto e o secretário de agricultura Leonir Dalsasso. Participaram do curso em torno de 40 agricultores da regional de Quilombo.

Informações adicionais:
Diógenes Di Domenico Finger
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Quilombo
E-mail: assessoriadecomunicacao@qbo.sdr.sc.gov.br
Telefone: (49) 9103-0504

 

Nesta sexta-feira, 5, será realizada a assinatura de convênio entre a Secretaria Regional de Timbó e a Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE). O Termo de Cooperação Técnica, que será assinado, beneficiará as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAEs) de Timbó, Indaial e Rodeio, e tem como objeto a cooperação técnico-pedagógica entre a FCEE e a instituição especializada.

Conforme a presidente da FCEE, Rose Bartucheski, o termo visa ao estabelecimento de condições adequadas para o atendimento de pessoas com deficiência na instituição de educação, em conformidade com as diretrizes da Política de Educação Especial definidas pela FCEE, Secretaria de Estado da Educação (SED) e Resolução 112/06 do Conselho Estadual de Educação. “Assim, prevê obrigações de ambas as partes, além de uma série de critérios para que o convênio seja mantido”, ressalta a presidente.

Entre as obrigações da FCEE, está a cessão de professores do quadro do magistério; o controle da movimentação do pessoal em exercício na instituição especializada; a orientação quanto às políticas públicas, organização de serviços, adequação de metodologias, tecnologias assistivas e práticas de atendimento; e a capacitação de profissionais. Em contrapartida, a instituição se compromete em cumprir efetivamente as diretrizes da Política de Educação Especial garantir a matrícula de educandos diagnosticados, encaminhar relatórios à Fundação, entre outros deveres. 

A assinatura acontecerá na APAE de Indaial, às 13h30min. Estarão presentes o secretário regional de Timbó, Rogério Raul Theiss; a gerente regional de Educação, Sara Regina Ledra; a integradora de Educação Especial, Neide Maria Felippi; e os diretores e presidentes das APAEs de Timbó, Rodeio e Indaial.

Informações adicionais:
Viviana Borchardt
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Timbó
E-mail:  viviana@tio.sdr.sc.gov.br
Telefone: (47) 3399-3023 / 8832-2377

 

A Secretaria de Estado da Saúde, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Joinville, formalizou nesta quinta-feira, 4, o repasse de R$ 14 milhões ao Hospital Municipal São José. O valor garantirá a ativação completa do Complexo Emergencial Ulysses Guimarães 2, anexo à unidade hospitalar. O convênio entre os governos estadual e municipal foi assinado pela secretária regional Simone Schramm, pelo prefeito de Joinville, Udo Döhler e pelo secretário municipal de Saúde, Armando Dias Pereira Júnior.

Os recursos serão aplicados na climatização de todo o complexo e na compra de equipamentos e materiais para o novo pronto-socorro, centro de materiais esterilizados, quatro salas cirúrgicas e 62 leitos, divididos em observação e Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Teremos condições de tirar pacientes dos corredores, além de diminuir as filas para cirurgias, principalmente as ortopédicas. Também será possível aumentar o número de transplantes de órgãos, área que somos referência”, garantiu o secretário de Saúde de Joinville.

Segundo o diretor-presidente do Hospital São José, Marcos Krelling, a listagem de todos os equipamentos está cadastrada no Governo do Estado. A compra será feita pela Secretaria da Saúde do Município, que está reprogramando os processos de licitação, pois os recursos, inicialmente previstos para serem liberados em quatro parcelas, serão agora liberados de uma só vez.

Informações adicionais
Glaene Vargas
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Joinville
E-mail: glaene@jve.sdr.sc.gov.br
Telefone: (47) 9240-8064