As inscrições para o processo seletivo do programa Geração TEC foram prorrogadas até o dia 24 de junho, às 16h. Os interessados podem se inscrever pelo site www.geracaotec.sc.gov.br. Ao todo, são 580 vagas abertas em seis cidades do Estado.

O programa é destinado a jovens com 17 anos ou mais, que tenham completado o Ensino Médio ou estejam no último ano, com conhecimentos básicos em informática e que não trabalhem em atividades relacionadas ao setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

Nesta etapa, em Chapecó, serão disponibilizadas 75 vagas para os cursos de Suporte/Help Desk e Delphi. Em Criciúma, serão 60 vagas para Java e Power Builder. Há 35 vagas para o curso de Suporte/Help Desk em Tubarão. Em Joinville, os alunos poderão optar por C++,PHP e Delphi. Já em Itajaí, serão oferecidas 60 vagas de Java e .NET.

Na Grande Florianópolis restam 260 vagas para os cursos de Delphi, C++, Teste de Software, Montagem Eletrônica/Elétrica, Arte e Design Games e Programação Games. As turma de Java, em Florianópolis, e de Suporte/Help Desk, em Itajaí, foram preenchidas.

O Geração TEC é um programa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), realizado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), em parceria com o Instituto Internacional de Inovação (i3) e com a Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate) e instituições do setor de tecnologia das cidades atendidas.

Clique aqui para saber mais sobre o Geração TEC.

 

Informações adicionais:

Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável 

Fone: (048) 3665-4200

A terça-feira, 11, começa com formação de nevoeiros em boa parte de Santa Catarina, com nebulosidade variável e aberturas de sol no decorrer do dia. Há previsão de chuva isolada especialmente no Planalto Norte e Litoral Norte, nas áreas mais próximas ao Paraná. Temperatura em elevação durante o dia.

Máxima de 25ºC no Litoral Sul. Mínima de 10ºC no Planalto Sul. Ventos de sudeste a nordeste/ noroeste, fraco a moderado. 

As informações são da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Epagri), por meio do Centro de Informações e Recursos Ambientais Hidrometeologia (Ciram). Mais detalhes no site da Epagri/Ciram.

Proprietários de imóveis atingidos pelo traçado da SC-446, a Via Rápida, terão mais uma semana para concluírem as negociações com o Deinfra, caso ainda não tenham chegado a um acordo com a autarquia sobre os valores das indenizações. Encerrado o prazo, os processos restantes serão encaminhados à Justiça, alertou o presidente do Deinfra, Paulo Meller, em reunião com representantes de prefeituras, câmaras de vereadores, associações comerciais e da comunidade na tarde desta segunda-feira, 10. “Em média, o Poder Judiciário tem dado a emissão de posse dos imóveis para o Deinfra entre 30 e 60 dias”, comentou Meller.

Com relação ao andamento da construção da Via Rápida (em dias trabalhados) , a área urbana está 21% a frente do previsto e a rural 11%. “Estes dados são comprovados pelo desembolso financeiro, disse Meller. No primeiro ponto, sob responsabilidade da empresa Setep, o faturamento estimado era de R$ 1,7 milhão, sendo que o executado totalizou R$ 2,3 milhões. No outro lote, da empresa Ivai, o cronograma era de R$ 2,7 milhões e finalizou em R$ 3,2 milhões, somados os dois primeiros meses de medições.

O adiantamento dos serviços também foi constato na terceira etapa do Anel Viário de Criciúma. A medição apontou um faturamento de R$ 3,2 milhões contra R$ 2,9 previstos, ou seja, 10% acima.

Além disso, o Deinfra apresentou todos movimentos possíveis de tráfego na ligação da Via Rápida com o tráfego municipal. No lote urbano da Via Rápida, o Governo do Estado investirá R$ 5, milhões através do Pacto por Santa Catarina. No rural, R$ 77 milhões. Todo o trecho, com 12,7 quilômetros, terá 17 viadutos.

A próxima reunião de avaliação dos trabalhos foi agendada para 8 de julho, na Câmara de Vereadores de Criciúma. Além dos balanços sobre Via Rápida e Anel Viário, também serão mostrados os trabalhos de revitalização nas rodovias da região.

Informações adicionais
Vitor Louzado
Departamento Estadual de Infraestrutura
E-mail: vitorhugo@deinfra.sc.gov.br
Telefone: (48) 3251-3037

O secretário-adjunto do Planejamento, Túlio Tavares dos Santos, e o diretor de Planejamento, Norton Boppré, cumprem agenda nas regiões da Serra e Vale do Itajaí esta semana. Nas secretarias regionais, eles vão apresentar o andamento do Pacto por Santa Catarina e o programa SC Transferências, além de participarem das reuniões do Conselho de Desenvolvimento Regional.

Em Taió, Ituporanga, Ibirama, Timbó, Blumenau e Brusque, Santos explicará como funciona o SC Transferências, novo sistema de transferências voluntárias. Segundo ele a sistemática de solicitação de recursos de entidades e prefeituras ao Governo do Estado sofreu alterações, sendo necessário que todas as entidades que desejem solicitar recursos estejam devidamente cadastradas no sistema para depois cadastrar o projeto.

Também será mostrado o andamento das obras do Pacto por Santa Catarina. Santos comenta: “São R$ 9 bilhões em investimentos, distribuídos em todas as áreas e em todas as cidades. As Secretarias Regionais possuem um papel importantíssimo neste processo. Elas conhecem a obra desde a expedição da ordem de serviço, instalações, início, acompanhamento, monitoramento e prazos. Enfim, auxiliam na resolução dos problemas agindo como facilitadoras e com celeridade”. A Secretaria de Estado do Planejamento possui uma equipe de gestão dos projetos do Pacto.

Outra atividade prevista é a reunião dos Conselhos de Desenvolvimento Regional que mensalmente deliberam sobre convênios que envolvam repasse de recursos estaduais aos municípios e entidades de natureza privada sem finalidade econômica para a execução de programas, projetos e ações governamentais. O órgão é composto pelos secretários das SDRs, prefeitos e presidentes da câmara de vereadores, além de contar com dois membros da sociedade civil. O secretário regional também pode indicar dois representantes da administração direta e indireta para votar os projetos que tramitam com recursos do Estado no Conselho.

Esta semana, Santos e Boppré também vão participar das audiências públicas regionais para Lei de Diretrizes orçamentárias (LDO) 2013 e Lei Orçamentária Anual (LOA) em São Joaquim, Lages, Taió, Rio do Sul, Ituporanga, Ibirama, Blumenau, Brusque e Grande Florianópolis.

Acompanhe a agenda

Reuniões nas SDRs
11/06/2013 (terça-feira) – Taió
12/06/2013 (quarta-feira) – Ituporanga e Ibirama
13/06/2013 (quinta-feira) – Timbó e Blumenau
14/06/2013 (sexta-feira) – Brusque

Audiências Públicas da ALESC
10/06/13 (segunda-feira) – São Joaquim e Lages
11/06/2013 (terça-feira) – Taió e Rio do Sul
12/06/2013 (quarta-feira) – Ituporanga e Ibirama
13/06/2013 (quinta-feira) – Timbó e Blumenau
14/06/2013 (sexta-feira) – Brusque e Grande Florianópolis

Mais informações
Rosália Dors Pessato
Assessora de Comunicação
Secretaria de Estado do Planejamento
E-mail: rosalia@spg.sc.gov.br
Telefone: (48) 3665-3319

A Primeira etapa das obras do Programa de Integração Regional e Desenvolvimento Urbano de Joinville está prevista para ser concluída em dezembro deste ano. As ações de melhoria na mobilidade urbana da maior cidade catarinense estão sendo bancadas com o financiamento de R$ 40 milhões que o Governo do Estado contratou junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Além do empréstimo, existe contrapartida dos governos estadual e municipal, de R$ 20 milhões e R$ 7 milhões, respectivamente.

Para a implementação do Binário do Vila Nova, na zona oeste da cidade, os trabalhos de duplicação da Rua 15 de Novembro estão na fase de drenagem. A via será ligada às ruas São Firmino e Leopoldo Beninca, onde duas pontes de concreto estão sendo erguidas. Com investimentos de R$ 8,5 milhões, a obra pretende desafogar o trânsito entre o bairro Vila Nova e o centro de Joinville.

A Rua Tuiuti, transversal da Avenida Santos Dumont, teve substituída toda a tubulação e agora vem recebendo a primeira camada de asfalto. As ruas Albano Schmidt, Rui Barbosa e Minas Gerais, também serão repavimentadas. Atualmente, vêm sendo executados serviços de drenagem nos locais. Os custos das quatro obras ultrapassam R$ 25 milhões.

Para este segundo semestre, estão previstos o início dos serviços na Rua Nove de Março, o lançamento de editais, bem como a definição de outras ações inseridas no programa. Na via situada no centro da cidade, haverá a ampliação do corredor de ônibus – do terminal central do transporte coletivo até a Rua Henrique Meyer. Para a implantação da faixa exclusiva para coletivos, os investimentos somam R$ 2,6 milhões.

Lançamentos de editais para obras
- Melhorias nos terminais de integração: troca de coberturas das estações Centro e Itaum;
- Medidas moderadoras de tráfego: instalação em 200 unidades escolares;
- Reforma do Museu do Transporte.

Obras em análise pela Secretaria de Infraestrutura
- Eixo Max Colin;
- Eixo Almirante Jaceguay.

Informações adicionais
Glaene Vargas
Secretaria de Desenvolvimento Regional de Joinville
E-mail: glaene@jve.sdr.sc.gov.br
Telefone: (47) 9240-8064

Uma solenidade realizada no início da tarde desta segunda-feira, 10, no Estádio Vendaval, em Biguaçu, com a presença de grande público, inclusive do ex-jogador da seleção brasileira de futebol André Santos, que é natural do município, marcou o início do Campeonato Catarinense Escolar de Futebol – Moleque Bom de Bola, em sua 18ª etapa microrregional. A organização é do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis e Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), com o apoio da Prefeitura Municipal de Biguaçu.

As competições serão realizadas até a próxima sexta-feira, 14, e irão contar com 300 alunos atletas dos municípios de Biguaçu, Florianópolis, Santo Amaro da Imperatriz, Antônio Carlos, São José, Palhoça e Governador Celso Ramos, que irão disputar nas modalidades masculino e feminino.Todos os jogos serão realizados no Estádio Vendaval.

Os vencedores representarão a SDR Grande Florianópolis na etapa Regional Sul, que irá acontecer em Balneário Arroio do Silva, no mês de agosto.Segundo o secretário de Desenvolvimento Regional Renato Hinnig, o campeonato é importante pois estimula a prática esportiva, em especial o futebol, incentivando a descoberta de novos valores. “A Secretaria Regional é parceira nesse processo, contribuindo para que a competição se fortaleça e atinja cada vez mais escolas”, salientou.

Informações adicionais
Patrícia Antunes
Secretaria de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis
E-mail: ascom@soo.sdr.sc.gov.br
Telefone: (48) 8843-5681

vacina capa noticias

Número representa 175 mil de um total de 382 mil crianças que precisam ser imunizadas contra a paralisia

A estação meteorológica de Luis Alves mede temperatura e umidade relativa do ar, chuva, molhamento foliar, radiação solar, pressão atmosférica, velocidade e direção do vento

O secretário da Embaixada do Japão no Brasil, Kentaro Morita, o cônsul-geral do Japão para região Sul do Brasil, Yoshio Uchiyama e a vice-cônsul do Japão, Nana Kawamoto, estiveram nesta segunda-feira, dia 10, visitando as instalações da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca com objetivo de conhecer os programas do Governo do Estado para suinocultura e a pesca catarinense. Santa Catarina recebeu neste mês a autorização para exportar carne suína ao Japão.

No encontro, o secretário da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, e os diretores da Secretaria apresentaram um relato das ações que iniciaram há 46 anos de combate à febre aftosa, fazendo com que o Estado conquistasse em 2007 a certificação internacional da Organização Mundial de Saúde Animal de “Estado Livre de Febre Aftosa Sem Vacinação”.  Rodrigues relatou que o Brasil possui outros 16 estados com status de livre aftosa, mas com vacinação. Foi apresentado o trabalho que a Cidasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina) e o Icasa (Instituto Catarinense de Sanidade Agropecuária) desenvolvem no controle da sanidade animal no Estado.

Os japoneses indagaram sobre a infraestrutura do Estado para atender o mercado internacional e foram apresentados os números sobre os cinco portos catarinenses e a logística de exportação das agroindústrias. “A mesma logística utilizada pelas agroindústrias para atender o mercado de frango mundial será utilizada para venda dos suínos”.

Sobre a pesca e a maricultura catarinense, o secretário João Rodrigues disse que Santa Catarina, apesar de contar com pouco mais de 1% da área do Brasil, é o primeiro produtor nacional em pescado, na pesca industrial e na artesanal, com aproximadamente 160 mil toneladas ao ano. Na maricultura, há aproximadamente 700 famílias atuando em 16 municípios catarinenses, com uma produção anual de 18 mil toneladas, o que representa 90% da produção nacional, gerando três mil empregos diretos no Estado.

A comitiva japonesa saiu satisfeita do encontro e reforçou o convite para que o secretário e diretores da Secretaria visitem o Japão no fim deste mês. Uma comitiva catarinense viaja ao Japão para encontro com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e reuniões com empresários japoneses, onde deverão ser fechados os primeiros contratos de compra de carne suína catarinense.

Informações adicionais:
Ney Bueno 
Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca 
E-mail: imprensa@agricultura.sc.gov.br
Telefone: (48) 3239-4137

 

Nesta segunda-feira, 10, o governo do Estado dá mais um passo rumo ao objetivo de levar os serviços médicos para perto da população. O secretário-adjunto de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, entrega, às 18h, um aparelho de eletrocardiograma ao ambulatório da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc).

O equipamento será usado na Telemedicina, um sistema de apoio à atenção básica, facilitando o acesso do cidadão a exames médicos e permitindo maior rapidez nos resultados e nos laudos dos exames. A Telemedicina tem seus serviços disponíveis em todos os municípios catarinenses. Em Criciúma, este será o terceiro equipamento de eletrocardiograma a ser entregue pelo Estado.

A superintendente de Regulação da Secretaria de Estado da Saúde, Lisiane Bittencourt, explica que o ambulatório da Unesc atende, via Sistema Único de Saúde (SUS), toda a macrorregião Sul, em diferentes especialidades. “Será mais um ponto de apoio de eletrocardiograma na região”, explica Lisiane.

Com um aparelho de eletrocardiograma disponível na Unesc, os pacientes poderão fazer o exame no ambulatório da universidade. O médico especialista emitirá o laudo em até 72 horas. Dessa forma, o paciente não terá de se deslocar de sua região para fazer ou para pegar o resultado do exame. "O objetivo é facilitar o acesso do cidadão a exames médicos e também permitir aos especialistas maior rapidez nos resultados e nos laudos dos procedimentos realizados", explica o secretário-adjunto, Acélio Casagrande.

O que é TELEMEDICINA? 

A Telemedicina é um sistema de apoio à atenção básica de saúde que surgiu em 2005, por meio de uma parceria da Secretaria de Estado da Saúde (SES) com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A Telemedicina tem seus serviços disponíveis em todos os municípios catarinenses.

Ela está dividida em três frentes de serviços: Telediagnóstico, com exames de eletrocardiograma e de dermatologia; Sistema de Apoio ao Laboratório Central de Análises Clínicas (Lacen); e suporte aos equipamentos de imagens médicas em hospitais públicos estaduais.

Cardiologia e dermatologia

O sistema conta com uma infraestrutura tecnológica que suporta o envio de exames e a emissão de laudos à distância, ou seja, por especialistas que não estejam necessariamente no mesmo local ou cidade do paciente.

O Telediagnóstico envolve exames de eletrocardiograma e dermatologia que são carregados no portal da Telemedicina, sendo que em até 72 horas os especialistas enviam o laudo médico. Os exames são feitos na cidade onde o paciente mora, em unidades básicas de saúde ou policlínicas.

Informações adicionais:

Ana Paula Bandeira

Fone: (48) 3221-2071

E-mail: anap@saude.sc.gov.br