Foto: Divulgação / SEA

Para garantir a segurança dos profissionais da saúde e da segurança pública, o Governo do Estado abriu um chamamento público para comprar insumos de proteção e enfrentamento à Covid-19. As empresas e fornecedores interessados em participar poderão encaminhar a proposta até o último dia da situação de emergência no estado, por meio do e-mail geico@sea.sc.gov.br. As empresas serão selecionadas pelas melhores propostas de preços e produtos.

Os insumos a serem adquiridos são luvas descartáveis, máscaras, aventais e outros utensílios de higiene para serem usados pelos profissionais da saúde, durante atendimento de pacientes com a doença. Também serão destinados aos agentes da segurança pública para proteção individual em atividades operacionais.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

O edital completo está disponível no Portal de Compras, para acessar clique aqui.

Com a previsão do aumento considerável no número de casos de Covid-19 em Santa Catarina, a diretora de Gestão de Licitações e Contratos da secretaria de Estado da Administração, Karen Bayerstoff, explica que os materiais serão destinados às áreas específicas de acordo com um levantamento realizado entre as secretarias. “Estamos unindo esforços para disponibilizar os materiais em quantidades suficientes antes de um aumento exorbitante nos casos da doença. Além disso, adquirindo os produtos em larga escala, conseguimos uma economia considerável para o Estado”, afirma.

Mais informações no site www.portaldecompras.sc.gov.br

Acompanhe as notícias relacionados ao novo coronavírus em SC

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Informações adicionais para imprensa
Krislei Oechsler
Assessoria de Imprensa
Secretaria de Estado da Administração - SEA
E-mail: comunicacao@sea.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-1636 /(48) 99105-4085
http://www.sea.sc.gov.br 


Foto: Flávio Vieira Júnior / Defesa Civil 

Em Santa Catarina, 27 municípios se encontram em estado crítico no abastecimento de água em função da estiagem. Esses são os dados do primeiro Boletim Hidrometeorológico Integrado do Estado, lançado nesta semana pela Defesa Civil de Santa Catarina, em conjunto com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE). As situações mais graves foram registradas no Oeste.

As previsões de pouca chuva para os próximos 15 dias indicam que a situação do nível dos rios deve se agravar, o que demandará intervenções imediatas em algumas regiões. Diante deste cenário, o Governo de Santa Catarina alerta para o uso consciente de água, principalmente durante a pandemia do novo coronavírus no estado.

Uma das preocupações do Estado é com a população rural que não é atendida pelas concessionárias e que é abastecida por poços, açudes e ribeirões. Mas com o boletim e esse acompanhamento constante, é possível estabelecer um planejamento mais assertivo e fornecer resposta mais rápida aos municípios.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino, reforça que o Governo vem formulando programas para aumentar a resiliência nas bacias hidrográficas, como, por exemplo, o aumento da capacidade de preservação de água, incentivo ao reuso e uso hídrico mais eficiente no processo produtivo.

“Com o objetivo de deixar as bacias hidrográficas mais resilientes frente às estiagens, estamos trabalhando para que os planos propostos pelos comitês apresentem ações emergenciais e efetivas. E, com intuito de reforçar a importância do uso consciente da água, principalmente neste momento desafiador que estamos enfrentando, estamos reforçando as orientações aos usuários”, pondera o secretário.

A ferramenta também pode ser usada como referência na construção de planos de contingência municipais e na mitigação dos efeitos das estiagens. “No Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD) o monitoramento hidrológico é constante e com a integração com os demais órgãos do Governo do Estado o resultado serão ações práticas”, destaca o chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, João Batista Cordeiro Junior.

As Defesas Civis municipais atendem as comunidades disponibilizando carros-pipa e têm solicitado à SDE autorização para perfuração de novos poços.

Boletim Hidrometeorológico

O Boletim, que também tem a participação da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc) e Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (Aris), traz informações atualizadas a cada quinze dias que serão divulgadas nos sites das instituições.

“Este estudo é resultado de uma parceria entre a SDE e a Defesa Civil e se torna fundamental para apresentar o monitoramento das condições dos rios no estado e avaliar os impactos no abastecimento urbano nos municípios, bem como divulgar com transparência a situação à população”, destaca o secretário Executivo do Meio Ambiente, Celso Albuquerque.

A gerente de Fiscalização da Aresc, Luiza Burgardt, reforça a importância do boletim hidrometeorológico e afirma que uma equipe técnica estará acompanhando as medidas necessárias da Casan em São Joaquim, município conveniado ao órgão regulador e no momento, um dos afetados pela estiagem. “O documento também serve como instrumento de planejamento das ações frente às previsões hidrometeorológicas, visando minimizar estes efeitos no abastecimento público”, enfatiza a gerente.

Além da análise da distribuição da chuva no estado e da previsão para os próximos 15 dias, o Boletim Integrado indica a situação hidrológica atual em Santa Catarina, bem como a condições do abastecimento urbano em cada cidade, considerando as condições: normal, atenção, alerta e crítico.

Como ter um consumo consciente de água:

1) Evitar o desperdício,

2) Cheque vazamentos e não deixe torneiras pingando. Um gotejamento simples pode gastar cerca de 45 litros de água por dia.

3) Antes de lavar pratos e panelas, limpe os restos de comida com uma escova, toalha de papel, guardanapo ou esponja e jogue no lixo.

4) Deixe pratos e talheres de molho antes de lavá-los. Ensaboe toda a louça e depois enxágue todas as peças.

5) Aproveite a água da chuva para regar as plantas e o jardim. As plantas absorvem mais água em horários quentes. Opte, portanto, por regar as plantas de manhã cedo ou no fim do dia.

6) Em vez da mangueira, use vassoura e balde para lavar pátios e quintais. Uma mangueira aberta por 30 minutos libera cerca de 560 litros de água.

7) Reaproveite a água da sua máquina de lavar para lavar a calçada ou nos vasos sanitários.

8) Não tome banhos demorados. Uma ducha durante 15 minutos consome 135 litros de água.

9) Saber ler o hidrômetro é muito simples e pode ajudar a detectar problemas como vazamentos, percebidos pelo consumo fora do normal.

Mais informações para a imprensa:
Mônica Foltran
Assessoria de Comunicação
Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável - SDE
Fone: (48) 3665-2261 / 99696-1366
E-mail: jornalistamonicafoltran@gmail.com
Site: www.sde.sc.gov.br


Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

O programa de extensão Ritmo e Movimento, mantido pelo Centro de Ciências da Saúde e do Esporte (Cefid), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), está produzindo uma série de vídeos para orientar e estimular as pessoas a fazerem atividades físicas durante o período de distanciamento social causado pela pandemia do novo coronavírus. 

>>>>>Assista aos vídeos aqui

Produzidos semanalmente pelos acadêmicos bolsistas e pela coordenadora do programa, professora Adriana Coutinho de Azevedo Guimarães, os vídeos são enviados aos participantes do Ritmo e Movimento por aplicativos de celular, e também estão disponíveis aos demais interessados pelo canal da Udesc no YouTube.

Segundo Adriana, o público-alvo da ação envolve quase 200 integrantes do programa. Há vídeos específicos para mulheres em tratamento e pós tratamento do câncer de mama, para pessoal com doença de Parkinson e para o público em geral, com idade acima de 18 anos.

Adriana destaca que o objetivo da ação é ajudar as pessoas a permanecerem ativas fisicamente e mentalmente dentro de casa. Alguns vídeos já divulgados incluem exercícios de alongamento e de força, utilizando objetos que as pessoas costumam ter em casa, como garrafas e almofadas.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail adriana.guimaraes@udesc.br.

Em todas as suas unidades, a comunidade acadêmica da Udesc segue mobilizada em ações diversas contra a pandemia, com atividades que envolvem alunos, técnicos e professores. 

Acompanhe as notícias relacionados ao novo coronavírus em SC

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Mais informações para a imprensa:
Luiz Eduardo Schmitt
Assessoria de Comunicação da Udesc
E-mail: comunicacao@udesc.br
Telefones: (48) 3664-8006/8010



 


Foto Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Para orientar os imigrantes que vivem em Santa Catarina, as secretarias estaduais do Desenvolvimento Social e da Comunicação produziram material informativo sobre prevenção e cuidados com o novo coronavírus nas principais línguas estrangeiras faladas no Estado. São textos, cartões e áudios divulgados pelos canais de comunicação governamentais e que ficam à disposição para quem quiser usar. Municípios, empresas, entidades não-governamentais e cidadãos comuns podem baixar o material  e utilizar em ações que ajudem os imigrantes a entender melhor a pandemia. 

Confira abaixo o áudio com conteúdo informativo em inglês, espanhol e crioulo haitiano para orientar imigrantes sobre a prevenção à Covid-19.

Acompanhe as notícias relacionados ao novo coronavírus em SC

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Mais informações para imprensa:
Marta Scherer
Assessoria de Comunicação 
Secretaria de Desenvolvimento Social - SDS
Fone: (48) 3664-0916
E-mail: ascom@sst.sc.gov.br

 

 


Foto: Dóia Cercal / Secom

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que foi confirmado o segundo óbito por febre amarela em Santa Catarina. A morte aconteceu no dia 13 de março, em Indaial. O homem, de 57 anos, não tinha registro de vacina no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI). A SES reforça mais uma vez a importância de todos os moradores de SC com mais de 9 meses procurarem a imunização que é gratuita e está disponível nos postos de saúde.

Santa Catarina já havia registrado em março a morte de um homem de 42 anos, morador de Camboriú, também pela doença. Assim, contabilizando as duas mortes, o estado soma 12 casos confirmados da doença em humanos nos municípios de: São Bento do Sul, Jaraguá do Sul, Blumenau (3), Pomerode (2), Camboriú, Indaial (3) e um morador de São Paulo, que esteve em Pomerode.

Com relação aos macacos, o estado contabiliza 39 macacos mortos por febre amarela nas cidades de Blumenau (21), Gaspar, Indaial (3), Pomerode (4), Timbó, Jaraguá do Sul, Campo Alegre (3), São Bento do Sul (3), Luís Alves e Doutor Pedrinho).

 


Leitos instalados em Mafra para atender pacientes com o novo coronavírus. Foto: Divulgação/ SES

A faixa etária de pessoas entre 30 e 39 anos tem o maior número de casos confirmados de Covid-19 em Santa Catarina, com 25,1% do total. O dado faz parte de um perfil epidemiológico dos infectados montado pela Secretaria de Estado da Saúde e divulgado pelo governador Carlos Moisés nesta terça-feira, 31. Neste boletim o total de casos em SC chegou a 235, com 22 deles em leitos de UTI.

Os idosos, público mais vulnerável à Covid-19, representam 25,5% dos casos até o momento. Dentro desse grupo, os pacientes de 60 a 69 anos respondem por 17,8%, enquanto os de 70 a 79 anos, 4,6%. Pessoas com mais de 80 anos representam menos de 3% dos casos.

Jovens entre 20 e 29 representam 14,4% dos casos em Santa Catarina. A faixa etária entre 40 e 49 casos responde por 17%, enquanto aqueles entre 50 e 59 anos são 16,1%. Há ainda dois casos de pessoas infectadas com idades entre 10 e 19 anos, o que representa menos de 1% do total.

No quesito gênero, os infectados estão divididos em 118 (50,2%) homens e 117 (49,8%) mulheres.

Veja o total de casos por faixa etária:

10 a 19 anos - 2 casos (0,8%)
20 a 29 anos - 34 casos (14,4%)
30 a 39 anos - 59 casos (25,1%)
40 a 49 anos - 40 casos (17%)
50 a 59 anos - 38 casos (16,1%)
60 a 69 anos - 42 casos (17,8%)
70 a 79 anos - 11 casos (4,6%)
80 a 89 anos - 7 casos (2,9%)
Sem informação - 2 casos (0,8%)

Internados em UTI são de idades diversas

Segundo o boletim divulgado pelo governador em coletiva de imprensa, são 22 pacientes com Covid-19 internados em leitos de UTI. Destes, nove estão na rede pública e outros 13 estão em hospitais privados.

O mais jovem internado em terapia intensiva tem 32 anos, enquanto o mais velho tem 83 anos. A maior parte dos pacientes em UTI possui entre 50 e 69 anos.

“Não existe uma faixa etária exclusiva de pessoas que demandam tratamento em leitos de UTI. Temos casos de pessoas com 32 anos necessitando desse tipo de auxílio. Diante de tudo isso, a recomendação do Governo do Estado é que todos permaneçam em casa, para evitar que um maior número de pessoas se contamine em um curto período de tempo”, disse o governador.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

O secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, reforça que o vírus pode atingir pessoas de todas as idades. Segundo ele, mesmo aquelas sem histórico de doenças crônicas, estão suscetíveis. “Ninguém está imune à Covid-19. Quando o crescimento começa a acontecer, ele é muito agudo e o que ocorre é a fala de capacidade operacional no sistema de saúde. Hoje são pouco mais de 230 pacientes, mas daqui um tempo poderemos estar questionando quais famílias não tiveram nenhum caso registrado”, afirmou o secretário.

Acompanhe as notícias relacionados ao novo coronavírus em SC

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
E-mail: imprensa@secom.sc.gov.br
Site: www.sc.gov.br

 


Foto: Divulgação / SIE

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) informa que o passe livre referente ao mês de abril para o Ferry Boat, que faz a travessia Navegantes – Itajaí, será disponibilizado somente para os profissionais dos serviços considerados essenciais pelo Governo do Estado, conforme o decreto 525/2020. A entrega será realizada nos dias 2 e 3 de abril, conforme categorias de serviços divididas por horários.

Para evitar aglomeração, a SIE solicita que cada empresa e ou estabelecimento envie somente um representante para retirar o benefício para todos seus funcionários cadastrados no sistema do passe livre.

O representante deverá apresentar a listagem com os nomes dos beneficiários, devidamente assinada pelo responsável da empresa e ou estabelecimento, e retirar os passes no escritório localizado à Rua João Sacavem, 962, em Navegantes, conforme data e horário determinados para cada categoria de serviços.

Quinta-feira, 2 de abril

8h às 10 categorias:

- Farmácias;

- Unidades de saúde;

- Postos de combustível;

- Funerárias;

- Controle de tráfego aéreo, aquático ou terrestre;

- Fiscalização tributária e aduaneira;

- Transporte de numerário;

- Transporte de profissionais da saúde assim como de profissionais da coleta de lixo, sendo que os veículos devem ser exclusivamente utilizados para essas finalidades e devidamente identificados, cabendo aos municípios a respectiva fiscalização;

10h às 12h categorias:

- Produção, distribuição, comercialização e entrega de produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas;

- Distribuição de encomendas e cargas;

- Atividades de segurança pública e privada, incluídas a vigilância, a guarda e a custódia de presos;

- Atividades de defesa civil;

- Transporte de passageiros por táxi ou aplicativo;

- Serviços de captação, tratamento e distribuição de água, de esgoto e lixo;

- Iluminação pública;

- Manutenção de elevadores;

- Oficinas de reparação de veículos de emergência, de carga, de transporte de mais de 8 (oito) passageiros e de viaturas;

- Serviços de guincho; 

14h às 16h categorias:

- Distribuidoras de água e gás;

- Distribuidoras de energia elétrica;

- Clínicas veterinárias de emergência;

- Serviços de telecomunicações e internet;

- Órgãos de imprensa;

- Segurança privada;

- Coleta de lixo;

- Agropecuárias;

- Mercado de capitais e seguros;

- Cuidados com animais em cativeiro;

- Atividades de advogados e contadores que não puderem ser prestadas por meio de trabalho remoto;

16h às 18h categorias:

- Supermercados, açougues, padarias, peixarias e mercearias;

- Transporte e entrega de cargas em geral;

- Serviços relacionados à tecnologia da informação e de processamento de dados (data center) para suporte de outras atividades previstas no decreto 525/2020;

- Fiscalização ambiental;

- Produção, distribuição e comercialização de combustíveis e derivados;

- Monitoramento de construções e barragens que possam acarretar risco à segurança;

- Levantamento e análise de dados geológicos com vistas a garantir a segurança coletiva, por meio de alerta de riscos naturais, cheias e inundações;

Sexta-feira, 3 de abril

9h às 12h categorias:

- Compensação bancária, redes de cartões de crédito e débito, caixas bancários eletrônicos e outros serviços não presenciais de instituições financeiras;

- Serviços postais;

- Agências bancárias, correspondentes bancários, lotéricas e cooperativas de crédito (somente para operações que só possam ser realizadas presencialmente);

14h às 18h categorias:

- Assistência social e atendimento à pessoas em situação de vulnerabilidade;

- Serviços de guarda, uso e controle de substâncias radioativas, de equipamentos e de materiais nucleares;

- Trabalhos de prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais e de doenças dos animais;

- Vigilância e certificações sanitárias e fitossanitárias;

- Inspeção de alimentos, produtos e derivados de origem animal e vegetal;

- Vigilância agropecuária internacional;

- Atividades acessórias ou de suporte e a disponibilização dos insumos necessários à efetivação de serviços/atividades essenciais estabelecidos no decreto 525/2020;

- Fretamento para transporte de funcionários das empresas e indústrias cuja atividade esteja autorizada.

Mais informações para imprensa:
Patricia Zomer
Vanessa Pires
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade
(48) 3664-2008 / 9-9995-8494
ascom.sie@gmail.com


Arte: Secom

O número de pacientes com o novo coronavírus chegou a 235 em Santa Catarina nesta terça-feira, 31. O número representa um aumento de 7,3% em relação ao balanço anterior de segunda-feira. O boletim foi divulgado no fim da tarde pelo governador Carlos Moisés, em coletiva de imprensa online. No estado, 22 pacientes estão internados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

No total, 39 municípios de todas as regiões de SC registraram casos da doença. Florianópolis tem o maior número de casos até o momento: 58. Santa Catarina registra duas mortes por conta da Covid-19, de um homem de 86 anos e de um paciente de 68 anos em Joinville

Veja a lista de municípios com casos confirmados de Covid-19 em SC:

Antônio Carlos - 1
Balneário Arroio do Silva - 1
Balneário Camboriú - 9
Blumenau - 19
Braço do Norte - 12
Brusque - 3
Camboriú - 7
Canelinha - 1
Chapecó - 5
Criciúma - 17
Florianópolis - 58
Gaspar - 2
Gravatal - 3
Içara - 1
Imbituba - 5
Indaial - 1
Itajaí - 18
Itapema - 2
Jaguaruna - 2
Jaraguá do Sul - 3
Joinville - 14
Lages - 1
Laguna - 1
Navegantes - 3
Papanduva - 2
Pescaria Brava - 1
Pomerode - 1
Porto Belo - 4
Rancho Queimado - 2
São Francisco do Sul - 1
São José - 10
São Lourenço do Oeste - 1
São Ludgero - 1
São Pedro de Alcântara - 1
Siderópolis - 2
Tijucas - 1
Timbé do Sul - 1
Tubarão - 9
Urussanga - 1

Outros Estados - 5
Outros Países - 3

Na noite de segunda-feira, o Governo de Santa Catarina publicou o decreto que prorroga por mais sete dias as medidas de restrições ao convívio social em todo o estado. O documento preserva todas as limitações já previstas no decreto anterior, nº 525, mas estende seus efeitos até o dia 7 de abril. A determinação tem por objetivo diminuir o ritmo de crescimento da disseminação do novo coronavírus entre os catarinenses.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Acompanhe as notícias relacionados ao novo coronavírus em SC

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
E-mail: imprensa@secom.sc.gov.br
Site: www.sc.gov.br

 


Fotos: Cristiano Estrela / Secom

O governador Carlos Moisés voltou a se reunir com representantes dos Poderes nesta terça-feira, 31, para debater estratégias no combate ao novo coronavírus em Santa Catarina. Pela manhã, ele realizou uma videoconferência com o Ministério Público de Santa Catarina, com a participação do procurador-geral de Justiça, Fernando Comin, Ministério Público Federal, representado pelo procurador-chefe, Darlan Airton Dias, e Ministério Público do Trabalho, com o procurador-chefe, Marcelo Gross Neves.

No começo da tarde, o governador participou de um encontro virtual com deputados estaduais. Carlos Moisés fez uma explanação inicial sobre as ações já realizadas de enfrentamento à pandemia e, em seguida, passou a palavra ao secretário da Saúde, Helton Zeferino. Por fim, respondeu a alguns questionamentos dos parlamentares.

Durante o encontro virtual, o governador convidou a Alesc a indicar um deputado para participar do Grupo de Ações Coordenadas (GRAC) e outro parlamentar para fazer parte do grupo de trabalho que debate o plano de convívio seguro com a doença, que prevê a retomada das atividades no Estado.

“Essa interação é muito importante. O Governo do Estado conta com a participação de todos nessa crise. A parceria com a Alesc ajudará na superação dos obstáculos e na tomada de decisão, visando sempre o interesse da população”, disse o governador.

Após a videoconferência com os deputados, que foi mediada pela líder do governo na Assembleia, deputada Paulinha, houve um encontro com os secretários de Estado. Entre outros temas, foi apresentado um plano de ação para a rede estadual de ensino, pelo secretário da Educação, Natalino Uggioni.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Também à tarde, o Governo do Estado retomou a discussão sobre as estratégias do plano de convívio seguro com o vírus. Em um encontro comandado pelo chefe da Casa Civil, Douglas Borba, o grupo de trabalho econômico se reuniu e passará a contar com a participação da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), da Alesc, das principais federações e entidades do setor produtivo e do Ministério Público.

Ainda nesta terça-feira, às 18h, o governador participa da coletiva online pelas redes oficiais de governo.

Acompanhe as notícias relacionados ao novo coronavírus em SC

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação - Secom
Governo de Santa Catarina
Fone: (48) 3665-3022
E-mail: imprensa@secom.sc.gov.br
Site: www.sc.gov.br

 


Foto: Divulgação / Polícia Civil

Depois de receber denúncias de que kits para teste rápido do coronavírus estavam sendo comercializados pelas redes sociais, a Polícia Civil de Xanxerê, em conjunto com a Vigilância Sanitária, desencadeou ação para cumprimento dos mandados em uma empresa e em uma residência do município. A ação ocorreu na manhã desta terça-feira, 31.

Segundo o delegado regional de Xanxerê, não houve apreensão de testes, mas a Polícia Civil instaurou inquérito policial e aprofundará as investigações para elucidação de eventual crime, bem como a identificação de todos os envolvidos. Ressalta-se que os testes para diagnóstico do novo coronavírus não podem ser vendidos sem as devidas autorizações e registros junto à Anvisa e exigem interpretação por profissional habilitado.

>>>Tire suas dúvidas sobre as medidas restritivas e as ações de combate e prevenção à Covid-19

Acompanhe as notícias relacionados ao novo coronavírus em SC

As notícias sobre as medidas para conter a propagação do novo coronavírus em Santa Catarina e os boletins atualizados com a situação do Estado podem ser acessadas no site sc.gov.br ou www.coronavirus.sc.gov.br. As atualizações podem ser acompanhadas ainda pelo Youtube, Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Informações adicionais para imprensa:
Diogo Vargas
Assessoria de Comunicação
Polícia Civil - PC
E-mail: imprensa@pc.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-8708 / (48) 99119-8960
Site: www.pc.sc.gov.br