Curitibanos -  ADR assina convênio de R$ 50 mil com Hospital Maternidade de Santa Cecília
Foto: Divulgação/ ADR Curitibanos

Um convênio assinado entre o Governo de Santa Catarina, através da Secretaria de Estado da Saúde e da ADR Curitibanos, e o Hospital Maternidade de Santa Cecília destina R$ 50 mil para ajuda no custeio e manutenção da entidade filantrópica que atua no município.

O ato foi assinado nesta segunda-feira (07) pelo secretário executivo da ADR Curitibanos, Michel Moreira da Silva, e a presidente do hospital, Odilaci Goreti Granemann. “A melhoria da assistência à saúde pelos usuários do SUS da região é essencial. Daí a importância deste convênio com o estado”, afirma Michel.

O hospital conta hoje com 40 colaboradores e 110 leitos. “Realizamos em média 120 atendimentos ao mês, além de 120 internações e 10 cirurgias”, observa a presidente Odilaci. “Precisamos também modernizar e reaparelhar os nosso equipamentos para manter o melhor atendimento possível às pessoas”, completa.

Informações adicionais para a imprensa:
Fabio Claudino Fontana
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Curitibanos
E-mail: ascom@cbs.adr.sc.gov.br
Telefone: (49) 3412-3011 / 98839-0615
Site: sc.gov.br/regionais/curitibanos

 

Curitibanos - Governo do Estado reforça segurança no Complexo Penitenciário da região

O secretário de Estado de Justiça e Cidadania de Santa Catarina, Leandro Lima, esteve em Curitibanos na sexta-feira, 4, para ações e melhorias que vêm sendo realizadas no complexo penitenciário da região de Curitibanos. “Este complexo é referência nacional em ressocialização, fruto de um trabalho de grande esforço conjunto. Grande parte dos apenados aqui trabalham e resgatam a sua dignidade e trazem melhorias pra sociedade”, destaca.  

Desde 2011, o Governo de Santa Catarina já investiu mais de R$ 52 milhões entre a construção de duas novas unidades e reformas na unidade I. O complexo penitenciário localizado em São Cristóvão do Sul possui 1.650 apenados em duas unidades já em funcionamento. A unidade III, de segurança máxima ainda não foi inaugurada. Esta já recebeu R$ 15,7 em investimentos.

“Na nossa unidade I, também conhecida como Penitenciária da Região de Curitibanos, temos um grande diferencial. Dos atuais 884 apenados, 100% trabalham”, destaca o diretor Vladecir de Souza dos Santos. A Unidade II, inaugurada em 2015, recebeu investimentos de R$ 31 milhões para a sua construção. Ela é conhecida como Penitenciária Industrial de São Cristóvão do Sul e possui atualmente 766 apenados. O complexo possui uma área total de 2 milhões de metros quadrados (80 alqueires).

O complexo vem recebendo fortes investimentos como a implantação de uma Usina de Tratamento de Esgoto (UTE) onde já foram gastos R$ 2,65 milhões. “ADR de Curitibanos tem realizado convênios em parceria com a penitenciária. Entres estes, destacamos R$ 900 mil para reforma de coletivos  como banheiros e corredores, R$ 980 mil para a restauração do telhado da unidade I e a construção da Casa da Força com R$ 400 mil aplicados”, destaca Michel Moreira da Silva, secretário executivo da Regional.

A secretaria de Estado da Justiça e Cidadania vem firmando convênios com prefeituras de municípios da região para limpeza e melhoramento urbano. A prefeitura de Curitibanos já conta com a colaboração de 35 sentenciados e a de São Cristóvão do Sul com 10. Os municípios de  Ponte Alta e Ponte Alta do Norte poderão contar em breve com 15 e 5, respectivamente. Dependem da aprovação de suas câmaras de vereadores.

Informações adicionais para a imprensa:
Fabio Claudino Fontana
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Curitibanos
E-mail: ascom@cbs.adr.sc.gov.br
Telefone: (49) 3412-3011 / 98839-0615
Site: sc.gov.br/regionais/curitibanos


Foto: Jeferson Baldo/Secom

As mudanças decorrentes da Medida Provisória 220, que reduz de 17% para 12% a alíquota de ICMS em operações dentro do Estado colocaram em posições antagônicas duas entidades representativas de Santa Catarina: Fiesc e Fecomércio. Na busca pelo entendimento em relação às mudanças, o governador Eduardo Pinho Moreira esteve reunido na manhã desta quarta-feira, 2, com o presidente da Fiesc, Glauco Côrte, e o presidente da FecomércioSC, Bruno Breithaupt. “Temos que ter tranquilidade para discutir este assunto”, destacou o governador, que complementou: “Uma medida como essa, que amplia a competitividade da indústria catarinense, não pode ser discutida apenas a partir de um ponto de vista. Ela é importante para muitos”.

Segundo Pinho Moreira, o governo estadual está promovendo o diálogo entre as entidades: “Começamos a encaminhar o processo de entendimento. Tudo para melhorar a receita de Santa Catarina”. Ainda na tarde desta quarta-feira, 2, técnicos da Fiesc e Fecomércio estarão discutindo propostas. E nos próximos dias a questão será abordada com técnicos da Fazenda.

>>> Galeria de fotos

Eduardo Pinho Moreira a reforça que a medida visa estimular a competitividade da indústria catarinense. “A MP 220 não será revogada, mas analisada por detalhes sobre o que pode ser feito para minimizar impactos que têm sido reclamados por uma parcela dos empresários”. O que norteia as decisões foi explicado pelo governador: “Os benefícios exclusivos para algumas empresas serão revistos, eles não podem continuar, eles têm que acabar. O benefício tem que ser de todos os catarinenses, e não só de alguns”.

O presidente da Fiesc afirmou ter a confiança em um acordo que seja benéfico a todos os envolvidos. “E, assim, positivo para Santa Catarina”, enfatizou Côrte. O presidente da Fecomércio, Bruno Breithaupt, disse que o diálogo com a busca de alternativas será muito importante para que ninguém seja prejudicado. “Estamos abertos ao diálogo”, disse Breithaupt.

Também participaram do encontro o presidente da Câmara de Assuntos Tributários da Fiesc, Evair Oenning; consultores da Fiesc, Nelson Madalena e Gervásio Justino; o diretor executivo da Fecomércio, José Agenor de Aragão Junior; e o chefe de gabinete do governador, Miguel Ximenes.

A Medida Provisória

A MP diminui de 17% para 12% o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) para operações com mercadorias destinadas a contribuinte para comercialização, industrialização e prestação de serviços.

Informações adicionais para a imprensa:
Elisabety Borghelotti
Assessoria de Imprensa 
Secretaria de Estado de Comunicação - Secom
E-mail: bety@secom.sc.gov.br
Fone: (48) 3665-3014 / 98843-5460
Site: www.sc.gov.br
www.facebook.com/governosc e @GovSC

Hospital Regional HHAO

O Governo de Santa Catarina deve repassar R$ 250 mil para a Fundação Hospitalar de Curitibanos, valor será destinado para o custeio do Hospital Regional Helio Anjos Ortiz de Curitibanos. O valor é de uma emenda parlamentar coletiva da Assembleia Legislativa do Estado.

Por meio da Agência de Desenvolvimento Regionale (ADR) Curitibanos, o documento que prevê o repasse foi assinado na última sexta-feira, 20, na ADR pelo secretário executivo Luiz Cesar Abrahão, gerente regional de Saúde, José Lucio Goetten e o gerente administrativo, Antonio Marcos Farias. 

O Hospital Regional de Curitibanos possui 15.292,84 metros quadrados de área construída em um terreno de 60.000 metros quadrados. Opera com 160 leitos e atende diretamente pelo menos 30 municípios da região central de Santa Catarina. A unidade não funcionaria sem o repasse mensal do Governo de Santa Catarina.

“Nos últimos seis anos, o Governo do Estado já repassou cerca de R$ 65 milhões para a Fundação Hospitalar de Curitibanos, a mantenedora do complexo”, destaca José Lucio. A unidade é realiza atendimentos de urgência e emergência, rede cegonha,  

“A UTI Neonatal é referência nacional, recebendo inclusive recém-nascidos de outros estados, com atendimento de alto risco e com capacidade de atender 10 recém-nascidos diariamente”, observa o gerente de saúde José Lucio.

Cerca de 30 mil atendimentos anuais são prestados pelo SUS em média nos anos recentes. Isto representa 88% das internações realizadas pelo sistema público. Destaques para os 31.661 atendimentos emergenciais, cerca de 1000 partos mensais, 1.862 cirurgias realizados em 2016 o que representa 67,39%.

Informações adicionais para a imprensa:
Fabio Claudino Fontana
Assessoria de Imprensa
Agência de Desenvolvimento Regional de Curitibanos
E-mail: ascom@cbs.adr.sc.gov.br
Telefone: (49) 3412-3011 / 98839-0615
Site: sc.gov.br/regionais/curitibanos